Tem uma PME? Não se fique pelos programas de facturação

6 09 2016

Fonte: www.artsoft.pt

 

Muitas vezes as empresas de menor dimensão procuram programas de facturação simples que respondam às suas obrigações legais. Geralmente disponíveis em pacotes e preços acessíveis, estes programas de facturação são também fáceis de utilizar.

Contudo, e independentemente do tamanho da empresa, o gestor deve sempre considerar a hipótese de adquirir um ERP (Enterprise Resource Planning), uma solução que vai além dos programas de facturação, e que pode representar uma vantagem competitiva face à concorrência.

Muitas vezes as empresas de menor dimensão procuram programas de facturação simples que respondam às suas obrigações legais. Geralmente disponíveis em pacotes e preços acessíveis, estes programas de facturação são também fáceis de utilizar.

Contudo, e independentemente do tamanho da empresa, o gestor deve sempre considerar a hipótese de adquirir um ERP (Enterprise Resource Planning), uma solução que vai além dos programas de facturação, e que pode representar uma vantagem competitiva face à concorrência.

 

image

 


Vantagens do ERP face aos programas de facturação

Visão transparente e ampla do negócio

Com o ERP, os dados relevantes ao negócio estão disponíveis a todos os envolvidos numa única plataforma, de forma padronizada. Este tipo de soluções possibilita tanto uma visão global da empresa, como informação detalhada. É uma peça fundamental na tomada de decisão, seja esta mais centralizada ou dividida entre vários colaboradores e departamentos.

Informação sempre atualizada

“Dados exportados são dados desatualizados!”. Esta frase pode ser um pouco exagerada mas, ao trabalhar sobre dados que foram exportados, não há garantia que a informação resultante esteja totalmente atualizada. As empresas que utilizam um programa de facturação simples, ou até partilham ficheiros em Excel, não gozam do benefício de ter toda a informação integrada e pronta a ser modificada, consultada e analisada pelos seus intervenientes.

Automatização e diminuição de erros

Uma pequena empresa em crescimento encontra tarefas que pretende automatizar e para as quais os programas de facturação não têm resposta. Controlo de stocks, registos de ponto, gestão de terceiros, processos administrativos, são áreas que vão requerendo mais trabalho e, consequentemente, mais colaboradores. A presença de um ERP marca o ritmo da organização e ajuda ao seu crescimento. A automatização de tarefas, o cruzamento de informação e a uniformização de processos evitam ainda erros de intervenção humana ou informação difusa.

Controlo e fluidez de processos

Os ERP são dotados de um potencial de organização de processos em nada comparável aos programas de facturação. Estes sistemas são parametrizados de acordo com as necessidades processuais das empresas.

Um passo em direção ao futuro

Dado a acompanhamento que faz do negócio, o ERP é um passaporte para o crescimento. Suporta as diferentes áreas estratégicas com maiores níveis de análise, apoia a avaliação de performance e acelera tarefas, sendo possível a otimização dos recursos em funções com maior aproveitamento. Ao optar por uma marca de software de confiança, sabe que está a escolher a tecnologia que acompanha o mercado e as suas necessidades.


Ações

Information

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: