Software de gestão: a transformação de um produto em serviço e o impacto na Contabilidade

20 12 2016

Um artigo muito interessante sobre a evolução da industria do software de gestão…

 

Fonte: Toconline

 

Artigo na revista Contabilista de Novembro 2016

image

 

Os produtos em DOS:

A grande massificação da utilização do software de gestão empresarial ocorreu nas décadas de 80 e 90, com a banalização da micro informática e a utilização de redes locais com maior fiabilidade, que passaram a permitir o trabalho colaborativo. Os sistemas eram na sua generalidade pouco integrados e os documentos chegavam quase na sua totalidade aos escritórios de contabilidade em papel para serem processados manualmente. Os operadores realizavam quase a totalidade das operações recorrendo apenas ao teclado do computador, a utilização do rato neste tipo de interfaces era quase residual.  

 

 

O aparecimento do Windows:

A primeira grande transformação da forma de trabalho com o software de gestão empresarial surge com a possibilidade de utilização do rato e a mudança do sistema operativo DOS para Windows na década de 90. Esta mudança de sistema operativo tornou possível a utilização de ambientes gráficos de maior resolução, acabando definitivamente com a limitação da conhecida matriz 80×25.

Esta grande transformação, criou uma oportunidade para novas empresas entrarem no mercado com produtos de software de gestão mais apelativos e fáceis utilizar. Os novos produtos, representavam também relatórios impressos de maior qualidade gráfica e um aspeto bastante mais profissional. Alguns dos produtores, com a inércia normal da atividade demoraram a reagir, e perderam terreno, abrindo oportunidades para o aparecimento de novas empresas no mercado.

 

 

O papel dos distribuidores de informática na década de 90 e 2000:

Podemos afirmar que durante a década de 2000, o software era encarado apenas como um produto, com um modelo de distribuição baseado na cadeia de valor Produtor > Distribuidor de Informática > Cliente. Os distribuidores de informática desempenhavam um papel fundamental na cadeia de valor, instalavam os programas nos clientes, configuravam e atualizavam as novas versões do software e na maioria dos casos formavam os clientes na utilização do produto.

A compra de um produto de software era realizada na maioria dos casos de forma perpétua, e cada atualização de versão tinha um custo. Para além do custo do produto de software, o cliente pagava normalmente ao distribuidor a deslocação e o serviço de instalação e configuração.

 

 

Da rede local para a rede global e a transformação do software em serviço:

A evolução da internet e o crescente grau de confiança na fiabilidade e disponibilidade da rede, proporciona atualmente uma nova transformação de alguma forma disruptiva. Esta transformação, revolucionou novamente o mercado em várias áreas, nomeadamente na indústria de software. 

O modelo tradicional de venda do software como um produto “On-premises” está a ser transformado no modelo de venda do software como um serviço “SaaS – Software as a Service”.

Tal como aconteceu na música com os CDs, nos vídeos, com o desaparecimento das cassetes de vídeo, dos DVDs e vídeo clubs, verificamos agora a mesma transformação no software. Nas prateleiras das lojas de informática já quase não encontramos as tradicionais caixas dos produtos com os CDs para instalar. O software moderno passou a ser utilizado diretamente na nuvem “cloud”, sem necessidade de recorrer a técnicos especializados para a instalação nem configurações informáticas, passou de facto a estar acessível ao utilizador de forma simplificada.

A integração dos sistemas na Cloud está muito mais simplificada. O software moderno baseia-se numa arquitetura de micro serviços, que permite a transmissão de informação de forma transparente. Verifica-se uma crescente preocupação com a normalização e a criação de formatos standard, como é exemplo a recomendação da OCDE com o SAFT-PT, o SEPA no sistema bancário e a massificação do XML normalizado nas comunicações com a Autoridade Tributária e a Segurança Social. 

Toda esta evolução deverá ser acompanhada pelos sistemas de contabilidade e gestão, criando um impacto realmente positivo na transformação digital da Contabilidade. Os sistemas devem evoluir por forma a minimizar o trabalho manual de registo de lançamentos contabilísticos e facilitar as obrigações declarativas, libertando o contabilista para as tarefas de maior valor acrescentado.

O modelo SaaS, encoraja as empresas à sua utilização por vários fatores:

  • Os custos de IT são manifestamente inferiores;
  • O serviço pode ser adequado constantemente às necessidades do cliente, com modelos de licenciamento mais versáteis;
  • Existe uma relação direta com o produtor e qualquer problema pode ser resolvido sem partilha de responsabilidades;
  • A utilização é ubíqua, ou seja, produto pode ser acedido a partir de qualquer ponto com acesso internet;

Salvo raras exceções nas empresas com elevadas necessidades de personalização, a maioria das empresas estão a optar pela utilização do software neste modelo.

 

 

TOConline, o mais completo e o mais utilizado software de gestão como serviço (SaaS) em Portugal

A Ordem dos Contabilistas Certificados, tal como previsto nos seus estatutos, fornece aos seus membros um conjunto de serviços para apoio à atividade profissional. São exemplos destes serviços, a base de dados SITOC, a Pasta TOC, o fórum temático, … 

Em 2012 a OCC, consciente da realidade da transformação do software em serviço e das necessidades apresentadas pelos seus membros neste domínio, inicia o desenvolvimento de uma plataforma para aproximar as relações entre os contabilistas e os empresários seus clientes.

Tal como os bancos, que fornecem aos seus clientes sistemas online para facilitar a relação entre a empresas e o banco, o objetivo inicial era fornecer um sistema para facilitar a relação da empresa com o Contabilista.

Esta iniciativa foi amplamente aplaudida pelos vios membros da OCC, que aderiram fortemente à plataforma. O TOConline é uma plataforma comercializada exclusivamente aos Contabilistas Certificados, que se entenderem podem dar acesso para utilização aos Empresários e colaboradores das empresas.

O sistema foi evoluindo funcionalmente desde 2012, com os requisitos apresentados pelos vários membros, tornando-se hoje em dia no mais completo serviço de software de gestão disponibilizado na internet em Portugal. O TOConline incorpora de forma integrada as funcionalidades de Vendas, Compras, Controlo de Despesas, Gestão de Stocks, Salários, Contabilidade e agora o novo módulo de Gestão de Ativos.

 

 

Descarregue o artigo em pdf

Anúncios

Acções

Information

2 responses

20 12 2016
Eu sou ninguem

Mas há muito contabilista que ainda não sabe o que é um ficheiro e que o SAF-t não é para eles fazerem a contabilidade mais despressa e com menores custos :-)

21 12 2016
Ricardo Borges

Toc Online… Só digo uma coisa, Só mesmo em Portugal para meio mundo andar a comer a outra metade… pouca vergonha Sr. Bastonário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: