Torne a experiência de ver TV mais imersiva e menos cansativa para os olhos com uma fita LED

20 04 2018

Cada vez mais existe uma preocupação crescente por parte dos fabricantes de dispositivos com ecrãs para os tornar menos “agressivos” para os nossos olhos. Um dos vários exemplos é o ajuste automático do brilho do ecrã nos dispositivos iPhone e iPad, que recorre a um sensor de luz ambiente para determinar os níveis de brilho ideais. Mais recentemente a Apple disponibilizou também o Night Shift para os dispositivos com iOS, que ajusta automaticamente as cores do ecrã, tendo em conta a hora do pôr do sol,  para cores mais quentes. Estas funcionalidades têm como objetivo proteger e minimizar o impacto negativo na nossa visão e ao mesmo tempo poupar bateria já que o brilho no máximo é um factor determinante para o consumo energético.

 

IMG_0718

 

Segundo o que tenho lido, ver TV completamente às escuras não é muito confortável  nem é o ideal para a nossa visão, podendo criar um impacto negativo, principalmente quando o brilho da televisão está configurado no máximo. Algumas televisões têm um sensor de luminosidade que adapta o brilho conforme o meio envolvente. Outras TVs, como alguns modelos da Philips por exemplo, vão ainda mais longe e possuem iluminação embutida na parte traseira da TV. Se não é o caso da sua televisão poderá comprar uma fita LED e colar na parte de trás do equipamento. Irá poder verificar que ver TV com iluminação traseira tornar-se-á numa experiencia mais imersiva, para além de diminuir o cansaço e fadiga dos olhos. Claro que isto só fará sentido se a TV estiver junto a uma parede, onde a iluminação LED se irá “espalhar”. Estas fitas podem ser colocadas em outros locais, como escadas, prateleiras, móveis, etc..

 

IMG_0721IMG_0722

 

Existem no mercado muitas fitas LED cujas características podem variar. Como tenho uma TV Samsung com 49 polegadas, optei por comprar uma fita com 1 metro de comprimento, que tem 30 LEDs e é alimentada via USB. O objetivo é que a fita obtenha energia a partir da televisão e por conseguinte se ligue automaticamente cada vez que ligar a TV e o oposto também aconteça.

 

Comprei esta fita, na Amazon, por 8,99 Euros (mais portes no valor de 3,99 Euros – uma vez que a encomenda não tinha o valor mínimo para a oferta dos custos de entrega). Demorou cerca de 3 ou 4 dias úteis a chegar até mim. Existem várias opções disponíveis. É possível escolher a fonte de alimentação: bateria, USB ou ambas. Também é possível  escolher o comprimento da fita. Na embalagem, para além da fita, vem ainda um comando (a pilha está incluída) e o respetivo receptor, que é muito pequeno e discreto, e também um manual, que deve consultar antes de colocar a fita. A montagem é muito simples. Basta retirar a película do autocolante da 3M, colar a fita de acordo com o desejado. Antes de colar a fita poderá fazer um teste com a fita ligada para ter a percepção sobre qual o melhor local onde deve colar a fita e posicionar o cabo que irá ligar a uma porta USB. De seguida a fita iluminar-se-á depois de a ligar através do comando. Se pretender cortar a fita, pelo menos no caso da fita que comprei, é possível, desde que tal seja feito nos sítios indicados para o efeito.

 

 

Na seguinte imagem é possível visualizar a fita colocada na TV. Na extremidade esquerda está o controlador (parte branca), o receptor dos sinais do comando e o cabo USB. Devido ao peso do controlador, dos 2 cabos, e eventualmente também ao facto de a superfície traseira da TV não ser completamente lisa, existe a tendência para a fita começar a descolar nesta extremidade. Eventualmente poderá resolver esta situação se garantir que a fita fica bem colada nesta extremidade, após pressionar a fita durante vários segundos de forma mais intensa. Em alternativa poderá utilizar um autocolante de dupla face, ou algo semelhante, para segurar o controlador. No meu caso utilizei um pequeno pedaço de UHU Patafix, que é uma massa adesiva reutilizável, tendo obtido bons resultados. Passados vários dias após a aplicação, o controlador estava no mesmo sitio e a fita não voltou a descolar.

IMG_0720

 

Esta fita é RGB, o que significa que pode utilizar cores diferentes. Pode também alterar o nível de intensidade da iluminação (existem cerca de 6 ou 7 níveis), assim como escolher um de 4 modos em que as cores vão mudando sem a intervenção do utilizador. Tenha em conta que a cor de cada botão, no comando, pode não corresponder exatamente à cor mostrada pela fita. Por exemplo o botão W que significa White (branco), parece mais um azul. O botão B, que significa Blue (azul), tem uma cor que se aproxima do roxo, no comando, quando a cor mostrada pela fita é azul. A cor da parede logicamente também poderá influenciar o resultado final.

 

 

 

Comando da fita LED.

IMG_0733

 

 

 

Algumas imagens da fita Simfonio aplicada na minha TV SAMSUNG, modelo UE49MU6505 (49") numa sala completamente escura (parede branca):

Fita desligada

IMG_0740

   

  

Cor laranja – intensidade máxima

IMG_0742

  

  

Cor verde – intensidade máxima

IMG_0745

   

   

Cor azul – intensidade máxima

IMG_0746

  

  

Cor branca – intensidade mínima

IMG_0749

  

  

Cor branca – intensidade intermédia

IMG_0750

  

  

Cor branca – intensidade máxima

IMG_0751

 

 

Inicialmente pensava que 1 metro de fita seria insuficiente, no entanto depois de testar achei que não seria necessário colocar 2 fitas na vertical. A iluminação que é “espalhada” na parede é feita de forma homogenia, tanto na vertical como na horizontal.

Se pretender ir mais além de uma simples fita de LEDs, então poderá gostar de saber que muitas televisões, como indiquei em cima, já possuem este sistema de forma nativa, como o Philips Ambilight. Para além de criar um ambiente mais imersivo, o sistema Ambilight (pode assistir a uma demonstração aqui) vai mais longe e cria um efeito luminoso dinâmico que acompanha as imagens que a televisão vai passando. Por exemplo se na TV estiver a passar a imagem de um campo verde com um céu azul então o sistema de iluminação traseira irá ficar azul na parte superior e verde na parte inferior. O sucesso do Ambilight é tal que existem uma série de projetos DIY, alguns baseados em Raspberry Pi, para recriar um sistema semelhante que seja compatível com qualquer TV.

 

Exemplo do sistema Ambilight em funcionamento (foto retirada da Internet)

Resultado de imagem para ambilight philips

 

Também já existem alguns produtos “chave na mão”, em que é quase tirar da caixa e instalar e em poucos minutos está a funcionar. Estes sistemas, como o DreamScreen por exemplo, podem ter um custo elevado, podendo custar tanto ou mais que uma TV de tamanho mais reduzido.

 

 

 

Páginas relacionadas:

https://abertoatedemadrugada.com/2018/04/ganha-uma-fita-led-rgb-para-tv.html

https://abertoatedemadrugada.com/2017/10/fitas-led-rgb-4x-5m-por-15.html

https://abertoatedemadrugada.com/2014/06/da-cor-aos-moveis-usando-uma-fita-led.html

https://abertoatedemadrugada.com/2017/09/fita-led-rgb-xiaomi-yeelight-16.html

https://abertoatedemadrugada.com/2016/12/ambilight-para-pc-por-menos-de-20.html

https://abertoatedemadrugada.com/2016/10/ambilight-com-raspberry-pi-para.html

https://abertoatedemadrugada.com/2015/01/ambivision-mais-um-ambilight-no.html

https://abertoatedemadrugada.com/2016/08/lightpack-2-quer-ser-um-ambilight-com.html

Anúncios

Ações

Informação

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: