Feira TECHNOLOGY HUB em Milão-Mini guia para visitantes

20 06 2018

Decorreu de 17 a 19 de Maio de 2018, em Milão, a TECHNOLOGY HUB. Esta feira tecnológica tem um grande enfoque na inovação, tecnologia e no design. A maior parte dos expositores estão relacionados com  a área da tecnologia de impressão aditiva  (Impressão 3D), mas também em tecnologias como drones, iOT, realidade virtual, realidade aumentada, Industria 4.0, robótica entre outras. Para além de encontrar nesta feira muitas empresas que nos seus expositores dão a conhecer a sua área de atuação e os seus produtos e serviços, poderá ainda participar nos mais variados workshops e conferencias (todos, ou quase todos, em italiano).

 

A edição que agora terminou teve 7.353 visitantes, 147 expositores e 112 workshops. A edição de 2019 da TECHNOLOGY HUB ainda não tem data definida, no entanto, tal como nas edições anteriores, deverá realizar-se entre os meses de Abril e Junho.

 

IMG_1300

IMG_1255

 

O acesso ao evento é gratuito se fizer o registo no site do mesmo. Basta imprimir o ticket, que tem um QR Code, e mostrar o mesmo na entrada. Se não fizer o registo, o bilhete terá um custo de 15 EUR para 1 dia. Estudantes universitários têm acesso gratuito de qualquer forma. Basta mostrar o cartão de estudante e preencher um formulário à entrada.

 

 

 

Algumas fotos do evento

IMG_1249

IMG_1257

IMG_1269

IMG_1281

IMG_1261

IMG_1252

IMG_1299

IMG_1291

IMG_1280

IMG_1276

IMG_1265

IMG_1293

IMG_1283

IMG_1292

IMG_1263

IMG_1248

IMG_1290

IMG_1296

IMG_1289

IMG_1295

 

Se ainda não conhece Milão, nem Itália, esta feira pode ser um ótimo pretexto para o fazer. Reserve pelo menos 3 dias para visitar a feira e conhecer a cidade e algumas atrações nas redondezas, como por exemplo o Lago de Como ou Verona.

 

Se já conhece Milão, gostaria de visitar a feira, tem apenas 1 dia disponível e pretende gastar muito pouco dinheiro, fique a saber que é possível ir e voltar (a Portugal) em apenas 1 dia. Parece de facto pouco tempo, e acaba por ser, mas é tempo suficiente para visitar a feira com calma (sem assistir a workshops) e ainda deverá conseguir visitar por exemplo a Duomo ou o Estádio Giuseppe Meazza, também conhecido como San Siro, onde joga o AC Milan e o Inter de Milão.

 

 

 

Mini guia para visitar Milão em 1 dia (modo low cost)

Neste guia vou dar algumas dicas, baseadas na minha experiencia pessoal de visitar Milão por 3 vezes (voando a partir do Porto) e a feira TECHNOLOGY HUB.

 

Estacionamento no aeroporto

Se optar por ir de carro até ao aeroporto do Porto, pode optar por um dos vários parques low cost, nomeadamente o P9 da ANA, em que o valor, dependendo de alguns fatores, pode começar nos 3 EUR por dia. Neste parque a reserva terá que ser efetuada obrigatoriamente através da Internet. Após pagar e imprimir o voucher, basta mostrar o QR Code que está no mesmo, que a cancela abrirá e todo o processo será automático. À entrada poderá ser mostrada a indicação que o parque está cheio (mesmo que verifique que existem lugares por ocupar), no entanto conseguirá entrar na mesma porque esta indicação tem em conta as reservas anteriormente efetuadas. É impresso um ticket que terá de ser mostrado à saída. O P9 é ao ar livre e a pé demora entre 5 e 10 minutos até chegar ao aeroporto.

image

Parque na Parking ANA: 3 EUR

Pode efetuar a sua reserva em www.aeroportoporto.pt

 

 

 

Avião

Através de companhias low cost como a Ryanair, dependendo das datas, é possível viajar para Milão por um valor relativamente baixo. Em Milão existem 3 aeroportos. A Ryanair voa para o Aeroporto de Bérgamo (também conhecido como ORIO AL SERIO) e Malpensa, ambos a cerca de 1 hora do centro de Milão (de autocarro). O facto de muitas das companhias, principalmente as low cost, voarem para aeroportos secundários, afastados do centro, traduz-se normalmente em bilhetes mais baratos. Ao reservar tenha sempre em conta que podem existir vários voos por dia para Milão e que logicamente deverá reservar o voo que parte mais cedo do Porto, e regressar no voo que parte mais tarde de Milão. A Ryanair voa para Milão a partir do Porto, partindo às 6:25 e aterrando em Bérgamo às 09:55. De Milão, parte às 21:30 do Aeroporto de Malpensa, aterra no Porto às 23:05. Para maximizar o tempo disponível em Milão, é necessário aterrar num aeroporto e voltar através de um outro. Isto no caso de escolher a Ryanair, a partir do Porto.

Certamente existem outras alternativas de voos, em outras companhias, muito embora não seja possível voar para o aeroporto mais central de Milão, Linate, a partir do Porto, já que atualmente nenhuma companhia de voos regulares faz este percurso.

image

Bilhete de avião na Ryanair: cerca de 40 EUR (ida e volta)

 

 

 

Transfer

(do aeroporto para o centro da cidade e do centro da cidade para o aeroporto)

Após aterrar em Milão, deverá dirigir-se para a zona exterior onde estão os autocarros que fazem o transfer para vários destinos, nomeadamente para a Estação Central de Milão. Existem várias empresas a efetuar este transporte. Uma das mais conhecidas é a Terravision. Nesta, o valor do transfer é de 5 Euros para ir de Bérgamo para o centro de Milão (Estação Central de Milão) e 8 Euros para ir do centro de Milão (Estação Central de Milão) para o aeroporto de Malpensa. Poderá adquirir o bilhete no site da Terravision, diretamente à entrada do autocarro, ou ainda num balcão da Terravision no aeroporto.

Resultado de imagem para terravision milan

Transfer na Terravision: 5+8 EUR=13 EUR 

 

 

 

Metro

A melhor forma de ir de A para B é na maior parte dos casos, andar de metro. Existem muitas estações espalhadas pela cidade. Vai necessitar de um mapa do metro, em papel (logicamente no metro não irá ter sinal GPS). Compre os bilhetes numa máquina automática. Se necessitar de ajuda procure um colaborador do metro (por norma existem vários nas estações). Um bilhete urban ticket custa 1,5 Euros e permite viajar no metro durante 90 minutos. O daily ticket tem o custo de 4,5 EUR e permite utilizar o metro, sem restrições, durante 1 dia.

A feira tem lugar no MiCo – fieramilanocity e a forma mais fácil de lá chegar é através da linha M5, estação de Portello.

Resultado de imagem para metro milan

 

Metro (ATM): 1,5 EURx4=6 EUR

 

Total de uma visita a Milão (modo low cost): 62 EUR

A este valor, que é uma estimativa, terá que eventualmente somar outros gastos, nomeadamente alimentação, etc..

 

 

 

Atracões

Milão é uma mega cidade. Dependendo do tempo disponível, existem  atrações para todos os gostos. Em baixo sugiro apenas 3, tendo em conta o tempo disponível para uma visita de 1 dia a Milão, e também pelo facto de todas as atrações serem facilmente acedidas através da rede de metro, por ficarem “a caminho” da feira ou por não ser necessário caminhar muito após sair do metro.

A Catedral de Milão, mais conhecida por Duomo, é uma das maiores atrações da cidade, pela sua magnitude e beleza.

Resultado de imagem para duomo milan

 

A Galeria Vittorio Emanuele II, construída em 1865 por por Giuseppe Mengoni, reúne as mais conceituadas lojas e restaurantes da cidade. Fica mesmo ao lado da Duomo. Aqui poderá encontrar as marcas mais luxuosas do mundo. Milão é considerada uma das capitais da moda, a par de Londres, Nova York e Paris.

Passeio pela Galeria Vittorio Emanuele II em Milão

 

Estádio de San Siro, casa do AC Milan e o Inter de Milão. No passado chegou a ser o maior estádio do mundo, chegando a ter capacidade para 140 mil pessoas, capacidade que entretanto foi sendo reduzida por questões de segurança.

Resultado de imagem para san siro

 

 

O que de facto é importante é planear a visita a Milão muito bem, nomeadamente os horários de todos os meios de transporte a utilizar. Utilizar o Google Maps ajuda imenso, principalmente para planificar a utilização mais eficiente do metro. Sem contar com eventuais imprevistos, terá cerca de 6 a 8 horas para estar no centro da cidade. Tempo mais que suficiente para visitar a Duomo por fora (penso que a visita ao interior é paga e deve ser demorada), as Galeria Vittorio Emanuele II, que são mesmo ao lado da Duomo, a feira de tecnologia e ainda o Estádio San Siro. Neste último, a entrada tem o valor de 17 EUR e a duração da visita é de cerca de 1 hora. Para chegar ao estádio é muito fácil, já que existe uma estação de metro muito próxima (linha lilás, M5).

Deve ainda fazer o planeamento com alternativas e planos B. Por exemplo, irá constatar que existem vários autocarros da Terravision a sair da Estação Central de Milão com destino ao Aeroporto de Malpensa. Se não conseguir apanhar um, poderá existir outro passado meia hora ou uma hora por exemplo. Tenha em conta a possibilidade de os autocarros não terem lugares disponíveis (por esse motivo deverá comparecer algum tempo antes da partida para tentar garantir lugar). Deverá logicamente ter outras preocupações como com os tempos de deslocação, a hora do fecho da porta de embarque do avião, etc..

 

 

www.technologyhub.it

Email: info@technologyhub.it
Tel: +39 02 332039460

Anúncios

Ações

Informação

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: