ERP – Conceitos Gerais (Glossário)

8 06 2019

Neste artigo partilho alguns dos principais conceitos gerais (glossário) comuns a qualquer sistema ERP. Poderá encontrar aqui uma ajuda para compreender estes sistemas, cada vez mais complexos e essenciais em qualquer organização.

 

Enterprise resource planning (ERP) module Construction flow icon art vector design

 

 

______________________________________________________________

Fonte: www.primaverabss.com

 

A

Acerto da incidência – Quando o valor da base de incidência calculada pelo sistema numa fatura difere do valor apresentado no resumo de IVA da fatura do fornecedor (normalmente por métodos de arredondamento diferentes) surge a necessidade de se proceder ao acerto do IVA correspondente.

Acerto do valor – Quando o valor do imposto calculado pelo sistema numa fatura difere do valor apresentado pelo fornecedor na sua fatura (normalmente por métodos de arredondamento diferentes) surge a necessidade de se proceder ao acerto do IVA correspondente.

Antiguidade – Nas contas a receber, a análise de antiguidade de saldos é uma ferramenta de gestão fundamental. Enquanto ferramenta analítica ajuda a determinar a saúde financeira dos clientes de uma empresa e, portanto, a saúde do seu negócio.

Anulação – A anulação de um meio de pagamento "desativa" o documento para que ele não se possa usar mais.

Anulação de cheque – A anulação de um cheque "desativa" o cheque para que não possa ser usado como um cheque em branco. Por outras palavras, deixa de ser possível preencher o cheque para o dar a alguém através do preenchimento do campo do beneficiário, da introdução de um valor e da sua assinatura.

Armazém – Um armazém é um edifício/lugar/campo para o armazenamento de materiais.

Artigo – Também designado de item, produto ou bem, o artigo é o elemento que identifica de forma unívoca o produto ou serviço envolvido numa transação.

Assinatura – Nalguns países, os documentos emitidos por uma empresa têm de conter textos obrigatórios, bem visíveis na impressão, que podem variar de acordo com o documento. Estes textos são impressos sob o termo de assinatura.

B

Beneficiário – Representa a entidade que beneficia de um determinado acontecimento. No caso do processo de retenções identifica a entidade que vai beneficiar de um pagamento por via da retenção que se torna efetiva.

BOM (lista de materiais) – Compilação dos artigos que são usados no fabrico de um produto.

Bruto – Corresponde ao valor total de bens e serviços, sem descontos nem impostos.

C

Caixa – Refere-se a pequenas quantias de dinheiro mantidas, por exemplo, numa gaveta de uma máquina registadora. Há várias razões para se manter dinheiro “em caixa”: para poder ter troco em pagamentos de clientes e/ou para pagar pequenas compras que são realizadas em dinheiro.
Cada compra com dinheiro em caixa deve ser documentada da mesma forma que outras receitas e despesas do negócio. Quando o valor em caixa se torna demasiado grande, deve ser feito um talão de depósito para transferir os fundos para o banco.

Caixa postal – A caixa postal é um caixa localizada nas instalações de uma estação de correios que pode ser endereçada de forma única e exclusiva.

Câmbio – Representa o valor da moeda de um país expressa em moeda de outro país. Por outras palavras, a taxa à qual uma moeda pode ser trocada por outra. Por exemplo, quanto maior a taxa de câmbio por um euro em termos de ¥ 1, menor é o valor relativo do iene.

Capital social – O dinheiro investido que, em contraste com capital de terceiros, não é reembolsado aos investidores no curso normal dos negócios. Representa o capital de risco apostado pelos proprietários através da compra de ações ordinárias da empresa (ações ordinárias).
O valor do capital social é calculado através da estimativa de tudo o que é propriedade da empresa, valor ao qual é subtraída a soma de todas as obrigações da empresa. No balanço da empresa, o capital social é listado como capital dos acionistas, ou capital dos proprietários.

Cheque – Tecnicamente, um cheque é um título de crédito que instrui a instituição financeira a pagar uma determinada quantidade de uma moeda específica, a partir de uma conta de transações e que deve ser entregue num balcão ou noutra entidade. O beneficiário do cheque pode ser uma pessoa física ou jurídica. Especificamente, os cheques são títulos à ordem, e não são, na generalidade, simplesmente devidos ao portador (ao contrário dos títulos ao portador), mas devem ser pagos ao beneficiário. Em alguns países, o beneficiário pode endossar o cheque, o que permite especificar um terceiro a quem aquele deve ser pago.

Cheque emitido – Promissória de pagamento emitida a um fornecedor. Ver cheque.

Cliente – A entidade que recebe ou consome produtos (bens ou serviços) e tem a capacidade de escolher entre diferentes produtos e fornecedores. Ver também comprador.

Cliente comercial – A entidade que recebe ou consome produtos (bens ou serviços) e tem a capacidade de escolher entre diferentes produtos e fornecedores. Ver também comprador.

Cliente de faturação – Cliente designado na fatura como a entidade a quem a fatura deve ser enviada para pagamento. Pode ser (ou não) a entidade a quem os bens ou serviços são entregues.

Código de barras – Um código de barras é uma representação gráfica de dados numéricos ou alfanuméricos.

Código da taxa de retenção – A base de cálculo e a base líquida são definidas no código de imposto retido na fonte. Podem definir-se tantos códigos de impostos retidos na fonte conforme o exigido para cada tipo de imposto retido na fonte.

Comprador – Parte que adquire, ou se compromete a adquirir, a propriedade (no caso de bens) ou benefício ou uso (no caso de serviços), em troca de dinheiro ou outra retribuição sob um contrato de venda. Ver também cliente.

Condição de envio – As condições de vendas ou contrato de transporte que especifica o meio de transporte.

Condição de pagamento – Condição a especificar a forma em que um troca comercial será efetuada. Normalmente, essas condições especificam o período permitido para um comprador pagar o montante devido. Pode também exigir o pagamento antecipado de dinheiro, em numerário na entrega, um período de 30 dias ou mais, ou outras disposições semelhantes de pagamento diferido.

Conta – Uma conta define uma relação formal com um banco, entidade, parceiro etc. para fornecer serviços regulares, negócios e outras transações financeiras.

Conta bancária – Uma conta existente numa instituição financeira. A instituição financeira guarda o dinheiro da pessoa, levando a um saldo positivo. Também se pode tratar de uma conta de crédito ou empréstimo de dinheiro através da qual o banco empresta dinheiro, levando a um saldo negativo ou débito. Ao contrário de uma conta de corretagem, que permite ao investidor comprar e vender ações, uma conta bancária é utilizada para a poupança. Os tipos de contas bancárias incluem contas de poupança e contas correntes.

Contabilidade – O registo sistemático e abrangente de transações financeiras relativas a um negócio. Contabilidade também se refere ao processo de resumir, analisar e relatar essas transações.

Contas a pagar – A área de contas a pagar gere os processos que estão relacionados com os valores que a empresa deve aos fornecedores de produtos e serviços comprados a crédito. Este item aparece no balanço da empresa como um passivo corrente, uma vez que a expectativa é de que a obrigação será liquidada num prazo inferior a um ano. Quando as contas a pagar são liquidadas, tal representa um fluxo de caixa negativo para a empresa.

Contas a receber – A área de contas a receber gere os processos que estão relacionados com os valores que a empresa tem a haver com os clientes de produtos e serviços pendentes de débito. Este item aparece no balanço da empresa como um ativo corrente, uma vez que a expectativa é de que a obrigação será liquidada num prazo inferior a um ano. Quando as contas a receber são pagas, tal representa um fluxo de caixa positivo para a empresa.

Controlo de stock – Este mapa permite monitorizar os movimentos de stock de um determinado artigo sob forma de mapa de controlo.

Conversão – Ato de converter um valor noutro.

Cotação – Um pedido de orçamento/cotação corresponde ao documento utilizado na solicitação de preços e cotações de entrega que atendam às especificações mínimas de qualidade para uma quantidade específica de produtos específicos e/ou serviços. A cotação de vendas corresponde à resposta do fornecedor ao cliente que pediu um orçamento.

Custeio – Representa o valor por unidade base que o sistema estima para o artigo em causa.

Custo unitário – Os custos incorridos por uma empresa para produzir, armazenar e vender uma unidade de um determinado artigo. Os custos unitários incluem todos os custos fixos (instalações e equipamentos) e todos os custos variáveis (mão de obra, materiais, etc.) envolvidos na produção.

D

Data de vencimento – Data em que a obrigação deve ser paga. Em alguns países também é denominada de dia lei.

Descarga – Retirar a carga de um meio de transporte.

Descoberto – Um descoberto bancário permite a um cliente levantar fundos ou fazer pagamentos a partir da sua conta de depósito à ordem, num montante que excede o saldo dessa conta.
Os descobertos bancários podem ser de dois tipos, consoante resultem de um contrato celebrado entre o cliente e a instituição de crédito, ou sejam autorizados por iniciativa da instituição:

  • Facilidade de descoberto: é um contrato expresso, pelo qual a instituição de crédito permite ao cliente dispor de fundos que excedem o saldo da respetiva conta de depósito à ordem, até um limite definido no respetivo contrato;
  • Ultrapassagem de crédito: trata-se de um saque a descoberto aceite tacitamente pela instituição de crédito, sem que tenha sido previamente contratado, que permite a um cliente dispor de fundos que excedem o saldo da sua conta de depósito à ordem ou o limite máximo de uma facilidade de descoberto acordada.

Desconto – Descontos e subsídios são reduções efetuadas ao preço base de bens ou serviços.
Eles podem ocorrer em diversos pontos do canal de distribuição: no preço de venda (definido pelo retalhista e muitas vezes associado ao produto com uma etiqueta), ou na lista de preço (que é cotado para um potencial comprador, geralmente de forma escrita).

Descrição do artigo para o terceiro – Descrição do artigo para um terceiro envolvido na transação. Esta descrição pode diferir da descrição interna da empresa por, a título de exemplo, se encontrar escrita noutra língua.

Despesas – Muitos bancos cobram taxas nominais para vários serviços, como solicitar um comprovativo de depósito, um cheque contador ou a obtenção de um documento. As tarifas bancárias constituem geralmente uma parte importante de receitas para o banco, especialmente para agências regionais e locais.

Devolução – No caso das compras, o documento de devolução de material é usado para devolver o material entregue aos fornecedores ou para reverter uma transação de compra de um item, total ou parcialmente.
No caso das vendas, o documento de devolução de material é usado para dar entrada de material devolvido pelos clientes, ou para reverter uma transação de vendas de um item, total ou parcialmente. Devido às determinações legais, não é possível apagar ou fazer quaisquer alterações contabilísticas relevantes a estes documentos.

Devoluções de material pendente – Corresponde ao valor pendente em devoluções de material em aberto. Uma devolução representa o movimento de material que deve gerar um movimento financeiro do tipo nota de crédito para realizar o respetivo acerto na conta corrente da entidade envolvida. Valores pendentes de devoluções indicam que existem notas de crédito por fazer.

Dias pendentes – É uma métrica de contas a receber ou a pagar em relação às vendas ou compras. No caso das vendas, um valor elevado significa que o total de contas a receber de uma empresa em percentagem das vendas é alto, o que não é um bom sinal.

Dívida – Montante de dinheiro emprestado por uma parte a outra. Muitas empresas/pessoas usam a dívida como um método para fazer grandes compras que eles não poderiam pagar em circunstâncias normais. Um acordo de dívida dá permissão à entidade que pede o empréstimo de o receber sob a condição de que ele seja pago de volta numa data posterior, geralmente com juros.

Documento de aviso – Refere-se ao processo de fazer um pedido para o pagamento de uma dívida. Este processo, no contexto de negócios, refere-se ao processo de cobrança através do qual uma empresa ??comunica com os clientes que não têm cumprido as suas obrigações.

E

Emissão de cheque – Emissão de promissória de pagamento a um fornecedor. Ver cheque.

Empresa – A empresa identifica uma entidade legalmente independente dentro do sistema.

Encomenda – Uma solicitação confirmada de uma entidade a outra para comprar, vender, entregar ou receber bens ou serviços nos termos e condições especificados. Quando aceite pela parte recetora, uma encomenda torna-se num contrato juridicamente vinculativo.

Encomenda de compra – Um documento gerado pelo comprador que autoriza a transação de compra. Quando aceite pelo vendedor, torna-se um contrato vinculativo para ambas as partes.
A encomenda de compra estabelece as descrições, quantidades, preços, descontos, condições de pagamento, data de expedição, o desempenho ou outros termos e condições associadas, e identifica um vendedor específico. Também chamado de ordem.

Endereço – Um endereço é um conjunto de informações, apresentadas num formato normalizado, usado para descrever a localização de um edifício, apartamento, estrutura ou terreno, usando geralmente como referência os limites administrativos e nomes de rua, juntamente com outros identificadores, tais como números de casa ou apartamento. Alguns endereços também contêm códigos especiais para auxiliar no encaminhamento de correio e pacotes, como uma caixa ou código postal.

Endereço do envio – É o endereço físico onde se pretende que as mercadorias sejam entregues.

Endossado – Nalguns países, o beneficiário pode endossar o cheque, o que permite especificar um terceiro a quem deve ser pago. Ver cheque.

Entidade – Entidade que participa ou está envolvida numa transação comercial.

Entidade de faturação – Entidade designada em guias de remessa, faturas, etc. como a entidade a quem a fatura deve ser enviada para pagamento. Pode ser (ou não) a entidade a quem os bens ou serviços são entregues.

Entidade de negócio – Um acordo comercial está sujeito à existência de, pelo menos, duas partes relacionadas que se constituem como entidades de negócio.

Entidade retida – Representa a entidade que foi alvo de retenção. Por exemplo, numa fatura para um fornecedor sujeito a retenção, a entidade retida é o próprio fornecedor, já no caso de uma fatura a um cliente a entidade retida é a própria empresa.

Entrada de dinheiro – Nas operações de negócios correntes, é possível receber pagamentos de clientes ou outros pagamentos ocasionais na forma de dinheiro. Essas operações são registadas pelo sistema no livro caixa e são controladas e validadas como qualquer outro pagamento. Recibos em dinheiro são lançados diretamente numa conta de clientes.

Entrada de material – É o documento que acompanha a entrada de material durante a entrada física de material ou mercadorias num armazém. É um movimento de material que é usado para mercadorias recebidas de fornecedores externos ou da fábrica. Todo o material recebido resulta num aumento do stock no armazém.

Envio – Ação pela qual um serviço ou artigo coberto por um contrato ou encomenda é oferecido e recebido pelo titular da encomenda.

F

Família – Caraterização do artigo em grandes famílias. Por exemplo, numa empresa de materiais para a hotelaria podemos ter os artigos agrupados em artigos de cozinha, artigos de escritório, decoração, elétricos, etc.

Fatura – Uma fatura é um documento detalhado emitido por vendedores e fornecedores externos de bens ou serviços prestados a uma empresa. Normalmente, esta enumera a quantidade de cada item, os preços, as horas trabalhadas, a descrição do serviço e um endereço de contacto para o pagamento. Enquanto algumas despesas podem ser pagas a partir de um fundo geral ou conta de fundos de maneio, uma fatura normalmente é paga através de um departamento de contas a pagar até à data de vencimento acordada.

Fatura autoliquidada – É uma fatura que também documenta um recibo de pagamento em dinheiro ao invés de uma fatura ou promessa de pagamento.

Filial – Filial é uma loja (normalmente comercial) que está subordinada a uma casa mãe.

Fluxo de caixa – Medida das entradas e saídas de caixa causadas pelas operações de negócios principais. A componente de operações de fluxo de caixa reflete quanto dinheiro é gerado pelos produtos ou serviços de uma empresa. Geralmente, as alterações feitas em caixa, bancos, contas a receber e contas a pagar são refletidas na caixa das operações. A classificação de cada tipo destas operações é feita usando fluxos de caixa.

Formato transferência – Internacionalmente existem diversos protocolos para comunicar ao banco uma ordem de transferência a crédito. Cada um destes protocolos tem associado um conjunto de regras e formatos a que um determinado ficheiro deve obedecer.

Fornecedor – Uma entidade que fornece bens ou serviços. Um fornecedor comercial pode ser distinguido de um subempreiteiro porque este último geralmente acrescenta valor aos produtos para entrega.

Fornecedor comercial – Uma entidade que fornece bens ou serviços. Um fornecedor comercial pode ser distinguido de um subempreiteiro porque este último geralmente acrescenta valor aos produtos para entrega.

Fornecedor de faturação – Fornecedor designado na fatura como a entidade a quem a fatura foi enviada para pagamento. Pode ser (ou não) a entidade a quem os bens ou serviços são entregues.

G

Gerida por saldo – Um tipo de pagamento que seja gerido por saldo indica que apenas se pretende gerir o valor/saldo do mesmo e não as perdas individuais, como por exemplo o numerário.

H

I

Incidência – O montante dos proveitos sujeitos a imposto. Este valor é encontrado subtraindo os descontos devidos ao valor bruto.

Incoterm – As regras Incoterms ou Condições Comerciais Internacionais são uma série de condições comerciais publicadas pela International Chamber of Commerce (ICC) amplamente utilizadas em transações comerciais internacionais, ou em procedimentos de aquisição de bens e serviços.

J

K

L

Lançamento – Registo de um movimento no sistema.

Lançamento de imposto – Nos documentos em que o imposto é elegível, a gravação destas transações despoleta automaticamente um movimento na área de impostos.

Limite de crédito em dias vencidos – Define o momento em que as faturas que ultrapassam o nº de dias indicado sobre a data de vencimento contam para o total em aberto do cliente. Se o valor destes pendentes ultrapassar o valor de crédito, o cliente deixa de poder fazer mais pedidos.

Liquidação – A liquidação de valores pendentes é um processo de negócio que envolve a transação de valores para cumprir obrigações contratuais, como as decorrentes de operações a crédito.

Líquido – Refere-se ao montante que sobra após serem feitas todas as deduções. Assim que se atingir o valor líquido, nada mais é subtraído.

Local de carga – Representa o ponto físico em que os bens são carregados.

Local de descarga – O ponto de descarga representa o endereço que as partes combinaram como destino dos artigos indicados.

M

Mapa – Um documento contendo informações organizadas numa narrativa, gráfico ou forma tabular, elaborado em ad hoc, periódico, de retorno, regular, ou como exigido de base. Os mapas podem indicar períodos específicos, eventos, ocorrências ou assuntos, e podem ser comunicados ou apresentados na forma oral ou escrita.

Material – Bens transacionáveis tangíveis (por oposição a serviços que são intangíveis).

Matrícula – A matrícula do veículo é um metal ou placa de plástico ligada a um veículo a motor ou reboque para fins de identificação oficiais. O identificador de matrícula é um código numérico ou alfanumérico que identifica o veículo no banco de dados da região emissora.

Meio de pagamento – Meio pelo qual o pagamento deve ser feito, como: dinheiro, cheque ou cartão de crédito, etc.
Motivo de isenção Representa o motivo pelo qual uma determinada operação não está sujeita a impostos.
Movimentos de inventário Este mapa permite monitorizar todos os movimentos de stock agrupados por artigo de forma contínua.

N

NIB – O Número de Identificação Bancária (NIB) é um elemento de informação normalizado, utilizado na identificação de contas bancárias, que permite uma maior segurança e rapidez na realização da transferência a crédito de fundos.

NIF – Identifica uma empresa no registo das entidades nacionais ou fiscais. Associada à empresa está a moeda em que a empresa opera e, naturalmente, os seus registos junto das finanças e outros operadores comerciais.

Nota ao destinatário – Nota a enviar ao destinatário de uma transação.

Nota de crédito – Formulário ou carta enviada por um vendedor a um comprador, afirmando que um certo montante foi creditado na conta do comprador. Uma nota de crédito é emitida em várias situações para corrigir um erro, como quando: (1) uma quantia faturada é excessiva; (2) a taxa de desconto correta não é aplicada; (3) os bens se encontram estragados ou danificados ainda dentro do período de garantia; ou (4) os bens não atendem às especificações do comprador e, consequentemente, são devolvidos.

Nota de débito – Documento utilizado por um comprador para informar um fornecedor da quantidade e valor dos bens a serem devolvidos e solicitando que o valor seja devolvido ao comprador. A nota de débito é usada frequentemente para retornar bens a crédito. O fornecedor emite uma nota de crédito para o comprador indicando que as mercadorias foram recebidas e que o comprador não terá que pagar por elas. Também pode ser usado como documento retificativo de fatura.

Número da porta – A numeração de casas é um sistema que consiste em atribuir um número único a cada edifício de uma rua ou área, com a intenção de tornar mais fácil a sua localização. O número da porta faz muitas vezes parte do endereço postal. O termo refere-se ao número de qualquer edifício (residencial ou não) ou terreno baldio com uma caixa de correio.

O

Ordem transferência – Nesta operação, o cliente emite uma ordem de transferência de crédito do banco, fornecendo as informações requeridas pelo banco, numa forma aprovada por este ou de outra forma consoante tenham acordado (por exemplo, via banca online).

P

Preço de venda – A quantidade de dinheiro a pagar no momento, ou adiantado, pelo produto ou serviço a transacionar.

Preço unitário – Os preços dos bens com base no custo por unidade de medida.

Preços de compra – Pode ser considerado como o preço que se paga por tudo o que é comprado.

PS2 – Corresponde ao formato normalizado do Banco de Portugal para transferências interbancárias a crédito.

Q

R

Recibo – Um recibo é uma confirmação por escrito de que um artigo especificado, ou uma soma de dinheiro, foi recebido. Um recibo regista a compra de bens ou serviços. Não é o mesmo que uma fatura.

Reconciliação – A conciliação bancária é um processo que explica a diferença entre o saldo bancário mostrado no extrato bancário de uma organização, como fornecido pelo banco, e o montante correspondente mostrado nos registos contabilísticos da própria organização num determinado ponto no tempo.
Tais diferenças podem ocorrer, por exemplo: porque um cheque (ou uma lista de cheques) emitido pela organização não foi apresentado ao banco; ou a transação bancária, como um crédito recebido, ou uma acusação feita pelo banco, ainda não foram registadas nos livros da organização, ou seja, o banco ou a própria organização cometeram um erro.
Pode ser fácil reconciliar a diferença ao olhar para as transações mais recentes, para o extrato bancário, ou para os registos contabilísticos da própria organização (livro caixa) e ver se alguma combinação deles coincide com a diferença a ser explicada. Caso contrário, pode ser necessário fazer corresponder cada transação em dois dos conjuntos de registos desde a última reconciliação e ver que operações permanecem incomparáveis. Os ajustes necessários devem ser feitos no livro caixa, ou quaisquer diferenças temporárias registadas para ajudar em reconciliações futuras.
Por esta razão, e para minimizar a quantidade de trabalho envolvido, é uma boa prática a realização deste procedimento em intervalos razoavelmente frequentes. As conciliações são geralmente realizadas por um software especializado, embora a compreensão do que ocorre seja importante para uma conciliação bem sucedida.

Regime de impostos – O regime de impostos indica o conjunto de impostos a que uma entidade pode estar sujeita. Este conjunto pode depender da situação da empresa ou da localização da sede da mesma.

Reservado – Quantidade que se encontra em encomendas pendentes de entrega. O valor é representado na unidade base.

Resumo de entidades – Na criação de um documento para a geração de uma ordem de pagamento ao banco podem ser escolhidos pendentes de vários fornecedores. O resumo de entidades dá-nos o valor total a ser pago, agrupado por fornecedor, com aquela transferência.

Retenção – Imposto deduzido no início do fluxo de pagamentos nalguns países e pagos às autoridades fiscais em nome da pessoa empresa sujeita ao imposto.

S

Saída de material – É o documento que acompanha a saída de material durante a saída física de material ou mercadorias de um armazém. É um movimento de material que é usado para enviar material para os clientes ou para outro armazém. Todo o material enviado resulta numa diminuição do stock no armazém.

Saldo da entidade de faturação – Representa o saldo em conta corrente da entidade de faturação associada ao fornecedor. O saldo em conta corrente corresponde ao somatório dos valores pendentes dos documentos financeiros.

Saldo de conta – Existem dois tipos de saldo de conta:

  • Saldo contabilístico: corresponde ao resultado de todos os movimentos a crédito e a débito efetuados na conta;
  • Saldo disponível: corresponde ao montante que pode ser utilizado sem que tal implique o pagamento de juros ou quaisquer outros encargos.

Saldo de inventário – Representa o total de inventário nos diversos armazéns.

Saldo financeiro – Saldo financeiro é a demonstração contabilística que evidencia os totais anuais (ou do período em questão) das receitas e despesas executadas, bem como os saldos das disponibilidades (caixa e bancos) que serão passados para o exercício seguinte.

Saldo médio – Corresponde ao saldo médio de uma conta calculado ao longo de um período de tempo.

Sede – Sede centralizada onde empresas com diversas instalações ou ativos espalhados pelo país e/ou pelo mundo coordenam a gestão global da empresa.

Stock negativo – A existência de stock negativo acontece quando, por exemplo, as saídas de material são inseridas antes das entradas de material correspondentes e, por razões organizacionais, o material já se encontra fisicamente localizado no armazém. Esta opção pode ser ativada/desativada nos parâmetros do módulo de materiais se o primeiro movimento de um material for um movimento de saída. Logo que as entradas de mercadorias sejam lançadas, o saldo do stock deve corresponder ao stock físico, ou seja, o saldo do stock deve deixar de ser negativo.

T

Talão de depósito – Trata-se de um pequeno formulário escrito utilizado para depositar fundos na sua conta. Um talão de depósito indica a data, o nome do depositante, o número da conta do depositante e os valores de cheques, dinheiro e moeda a serem depositados. O funcionário do banco normalmente verifica os fundos recebidos contra os valores indicados no talão de depósito. O talão de depósito é processado por forma a indicar que foi recebido e entregue o montante pedido ao cliente.

Tipo de operação – Instrução incluída numa ordem de transferência a crédito bancária para indicar a operação que está a ser efetuada.

Tipo de transferência – Indica o tipo de transferência bancária que vai ser realizada. Um pendente com um fornecedor que tenha sido já marcado para pagamento com um meio de pagamento sujeito a transferência eletrónica só fica liquidado com a emissão da respetiva ordem de transferência ao banco.

Transferência de caixa – O ato de transferência de dinheiro de um lugar para outro, o que pode ocorrer eletronicamente ou fisicamente.

U

V

Valor de entrada de material – Representa o valor de entradas de material ainda não faturadas.

Valor liquidado – Indica o valor que será ou que foi liquidado por uma determinada transação. Este valor abate ao valor pendente original.

Valor pendente – Indica o valor total em documentos financeiros que ainda não foi liquidado. Ver liquidação.

Valor pendente financeiro – Representa o saldo contabilístico de uma conta, seja ela uma conta de terceiros, de um banco ou de uma caixa.

Vencido – Quantias em dívida de dinheiro e outros meios de pagamento que não foram pagas até à data de pagamento acordada.

Vendedor – Vendedor ou agente (estando ou não sob o controlo direto de uma empresa) autorizado a angariar negócios para uma empresa, sendo compensado normalmente através de uma comissão ou salário, ou uma combinação de ambos.

W

X

Y

Z

Anúncios

Ações

Information

3 responses

24 06 2019
Jorge Lima

Boa Tarde,
Será que me pode ajudar?
Pedido: Tem os manuais de formação de Portugal para os diferentes módulos? Como obter com urgência? Urgente era mesmo de logística. Existem para a versão v10?
Grato antecipadamente

24 06 2019
XpecialGUEST

Boa tarde,
Actualmente já não existem manuais (PDF), nem tão pouco manuais diferenciados para cada país. Existem no entanto muitos outros recursos que pode explorar:

Videos (v9.x):
https://pt.primaverabss.com/pt/education/#formacao-docentes

PRIMAVERA Help Center:
https://helpcenter.primaverabss.com/v10/com-usar/

Ficheiro de Ajuda do ERP v8.x:
https://invisibleflamelight.wordpress.com/2014/11/27/erp-primavera-ficheiro-de-ajuda/

Primavera KnowledgeBase (PKB):
https://invisibleflamelight.wordpress.com/2015/09/16/como-aceder-e-utilizar-o-portal-primavera-knowledgebase/

Canal da Primavera no YouTube:
https://www.youtube.com/user/PRIMAVERABSS/videos

Manual Primavera Express:
https://www.primaverabss.com/pkb/UserFiles/Downloads/AST/Manuais/Manuais/Express750_PT.pdf

Vídeos Primavera Express:

Webinar Primavera ERP v10:

Outros recursos:
https://pt.scribd.com/search?content_type=documents&page=1&query=primavera&language=13

Tenha em conta que muitos dos conteúdos existentes, referentes à versão 9 e versões anteriores do ERP, podem ser comuns à versão 10.

26 06 2019
Jorge Lima

Obrigado

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: