Primavera Express–Reparação da instalação

17 08 2015

Em determinadas circunstâncias poderá ser necessário proceder à reparação da instalação do Primavera Express, como forma de resolver problemas de instabilidade da aplicação. Estes problemas podem verificar-se com o decorrer do tempo e normalmente são mais frequentes em sistemas em que o utilizador instala/desinstala aplicações com uma frequência maior que o habitual.

 

Uma vez que alguns componentes utilizados pelo Primavera (principalmente os que são de outros fabricantes) podem ser também utilizados por outras aplicações, pode acontecer que ao remover uma aplicação, seja removido um componente utilizado pelo Primavera. De forma inversa, na instalação de aplicações “não Primavera” podem ser substituídos ficheiros utilizados pelo Primavera, por outros ficheiros com versões diferentes das versões esperadas pelo Primavera.

 

Mais recentemente tem acontecido que  os antivírus erradamente identificarem e colocam em quarentena ficheiros utilizados pelo Primavera, provocando comportamentos anormais e erros na aplicação.

 

 

A reparação da aplicação permite:

– Reconstruir as entradas do Primavera no Registo do Windows.

– Disponibilizar os componentes (com as versões corretas/esperadas pelo Primavera) que estejam em falta, corrompidos, ou que não se encontrem registados (por exemplo DLLs) no Windows.

– Repor outros ficheiros essenciais ao bom funcionamento do Primavera Express.

 

 

Antes de iniciar a reparação deverá efetuar uma cópia de segurança da pasta do Primavera (normalmente localizada em C:\Program Files (x86)\PRIMAVERA\SGX750) e também uma cópia da(s) Base(s) de Dados.

A reparação do Primavera Express poderá ser efetuada através da opção  “Adicionar ou remover programas” disponível no Painel de controlo do Windows.

image

 

 

Leia o resto deste artigo »





Primavera Express-Consultar margem de lucro

12 08 2015

 

Pressupostos:

  • Todas as compras e entradas de stock de artigos devem ser registadas através de um documento de Entrada de Stock.
  • Para apurar a margem devem apenas ser selecionados os artigos onde é pretendido efetuar essa análise, isto é, artigos que têm preços de custo definidos (tirando as devidas exceções em que o custo é 0), caso contrário o valor das margens poderá influenciar o utilizador em erro, no caso de existirem artigos em que o custo real não foi definido.
  • Todas as entradas de artigos em stock devem ser valorizadas (a preço de custo).
  • Como forma de aproximar os custos da mercadoria dos custos reais, os custos e descontos indiretos como descontos financeiros, despesas de transporte, encargos com compras, taxas alfandegárias, custos de armazenamento, etc., o utilizador pode equacionar refletir esses custos indiretos no custo do artigo. Exemplo: fatura de compra de 2 artigos diferentes (1 unidade de cada artigo, com peso e dimensão semelhantes), com custo de 10 EUR cada, e custo adicional com o transporte de 5 EUR. O custo a registar no Primavera, considerando o transporte seria de 12.50 EUR para cada artigo (5 EUR de custos de transporte a dividir por 2 artigos). Logicamente que ao optar por refletir custos indiretos no custo do artigo, deixará de ser possível apurar o custo liquido do artigo.
  • Deve ser efetuado um Recálculo de Stocks com alguma frequência, principalmente quando o utilizador suspeita que determinado custo ou stock está errado. O objetivo é garantir que os valores de custo e stocks estão corretos: Inventário > Utilitários > Recálculo de stocks. Active a opção “Actualizar P.C.M. nos documentos de venda” e “Recalcular todos os movimentos de Stock”. Carregue em Processar para finalizar. Artigo relacionado.

 

 

 

 

Configurações:

Para melhor controlo de margens, deverá ativar a opção “Aviso de preço de venda inferior ao P.C.M., no Administrador > selecionar a empresa > Parâmetros da Empresa > Vendas > Editor.

image

image

 

 

No documento ES (Tabelas > Inventário > Documentos) alterar a sugestão do preço unitário para PCU. Desta forma, ao dar entrada de stock de um artigo, a aplicação vai sugerir sempre o último preço de custo do artigo.

image

Leia o resto deste artigo »





Primavera Express em Windows 10

8 08 2015

O Windows 10 foi recentemente lançado, e como é habitual, numa primeira fase, os fabricantes de software e hardware procedem a testes de validação e eventuais alterações nos seus produtos para garantir (ou não) que os seus produtos são oficialmente compatíveis com as novas versões dos Sistemas Operativos. Até os fabricantes se pronunciarem sobre este assunto, existe sempre um risco associado a colocar aplicações criticas sobre sistemas operativos muito recentes.

 

Embora a documentação do Primavera Express refira que este tem como requisito mínimo “Microsoft Windows XP SP3 ou superior” a PrimaveraBSS, esta já se veio pronunciar, e informou que desaconselha a instalação dos seus produtos nesta nova versão do Windows, uma vez que se encontra a efetuar os devidos testes.

 

Teste de instalação do Primavera Express em Windows 10

Cenário de teste:

Primavera Express: v07.6000.1220
Sistema Operativo: Windows 10 Home Single Language 64bits (Build 10240)

 

Na primeira instalação do Primavera Express poderá ser despoletada a seguinte página web, a indicar quais os pré-requisitos do produto, no caso de um deles não ser detetado. No teste que fiz, o Microsoft .NET Framework 3.5 não foi detetado, sendo que é disponibilizado um link para descarregar o mesmo.

1001

Após a instalação, que foi bem sucedida, ao voltar a efetuar nova tentativa de instalação do Primavera Express, a mesma foi concluída com sucesso, embora tivesse sido mostrada uma mensagem de registo ou remoção de registo, relativamente a um ficheiro.

Leia o resto deste artigo »





SAFT–Erro ao validar o ficheiro na AT

22 07 2015

Em determinadas circunstâncias, ao validar o ficheiro SAFT na AT, poderá ser mostrado o seguinte erro:

 

image

“O ficheiro seleccionado não está de acordo com o formato exigido.

Erro: Linha: X; coluna: Y; An invalid XML character (Unicode: 0x1e) was found in the element content of the document.”

 

 

Ao editar o ficheiro SAFT com o Notepad, após localizar a linha referenciada no erro, não existia nada de estranho ou anormal. Esta linha diz respeito ao nome de um determinado cliente. O cliente foi criado no Primavera recentemente.

image

O Analisador SAF-T PT da CentralGest também não detetou nenhum erro.

 

 

 

Para uma análise mais aprofundada do ficheiro SAFT (XML), foi utilizado o Notepad++. Após localizar a linha em questão, e ativar  a opção Show All Characters em View > Show Symbol,  o problema foi detetado.

image

 

Leia o resto deste artigo »





Certificação de Software (Despacho nº 8632/2014)–O que vai mudar na versão 9.1 do ERP Primavera

19 06 2015

Fonte: www.alvo.com

 

Mais de 40.000 utilizadores Primavera têm de migrar para a v9.1 para cumprir legislação.

 

Certificação de Documentos

Todos os documentos de vendas que são entregues ao Cliente têm de ser certificados. Ex:Orçamentos, Facturas Proforma, Encomendas, Guias de Transporte, etc.

Séries de documentos

As séries passam a ser por ano fiscal e, assim que criadas, não podem ser alteradas, apenas inactivadas. Devem existir séries por cada estabelecimento da empresa.

Leia o resto deste artigo »





Certificação de Software – O que muda com as mais recentes normas (Despacho n.º 8632/2014)?

9 06 2015

Fonte: www.primaverabss.com

O reforço das regras de certificação é uma realidade cuja dinâmica decorre de legislação e instruções administrativas publicadas pelo Governo Português e pela Autoridade Tributária e Aduaneira (AT).

 

image

Leia o resto deste artigo »





Primavera Tlim Express-Configuração de periféricos

7 06 2015

 

Antes de iniciar uma utilização real do Tlim, deverá efetuar uma série de configurações ao nível dos periféricos.

 

 

Impressora

No teste que fiz, utilizei uma impressora EPSON TM-T88 III com porta série. Uma vez que estava a utilizar um computador portátil, e normalmente estes não têm porta série, utilizei um conversor ATEN UC232A.

 

A impressora poderá ser instalada diretamente no Windows, como uma impressora normal, com o nome que desejar. Em alternativa, com determinadas impressoras, basta saber a que porta estão ligadas, e não é necessário instalar no Windows. Basta na configuração do Tlim, definir a porta. Neste exemplo optei por instalar a impressora no Windows.

image

 

 

Em Sistema > Configurações > Periféricos > Portas > carregue em Detectar para que o Tlim detecte e liste todas as portas existentes sistema. Posteriormente localize a porta onde se encontra a impressora que pretende utilizar.

image

 

 

No separador anterior, em Impressoras, defina o Destino da impressão (porta identificada anteriormente), assim como o Driver e Charset. Active as opções Def  (impressora por defeito) e Act (impressora ativa).

image

Tenha em conta que a impressora que está a utilizar, poderá não existir listada nos Drivers da aplicação. Tal não significa que não possa eventualmente funcionar com outro driver. No meu teste, experimentei vários drives de impressão até encontrar um que fizesse a melhor impressão possível ao nível da velocidade, dimensão dos caracteres, área de impressão ocupada, quer na diagonal, quer na vertical, assim como o local de corte de papel (se disponível na impressora).

 

 

Para testar a impressora poderá efetuar um documento de venda. Para esse efeito, escolha, à esquerda, a família, ao centro o(s) artigo(s), e por fim carregue em Registar. Posteriormente carregue no botão verde, e carregue novamente no botão verde na janela que permite definir o cliente.

image

Leia o resto deste artigo »








Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 427 outros seguidores