Primavera Pssst! e Tlim-Novidades v8.30 SR8

23 08 2019

A Service Release 8 (SR8) da versão 8.30 do Primavera Pssst! e Tlim traz como principal novidade a possibilidade de instalação destes 2 produtos em sistemas operativos Linux baseados na distribuição Debian, como o Ubuntu, uma distribuição muito popular em todo o mundo. Até agora o Pssst! e Tlim, apesar de estarem disponíveis para Linux, funcionavam dentro de um sistema operativo minimalista, fechado, que “apenas” tinha como função executar as aplicações da Primavera e não permitia ao utilizador instalar e executar outras aplicações ou interagir com o sistema operativo.

 

Se um utilizador de um sistema com Pssst! ou Tlim em Linux pretendesse utilizar, por exemplo, um navegador web, uma suite de produtividade ou um software de email, tal não era possível. A partir de agora, tal como acontece em Windows, o Pssst! e Tlim podem coexistir no sistema operativo Linux com outras aplicações em simultâneo. Passam a existir 2 possibilidades diferentes de executar o Pssst! e Tlim em Linux. Através da distribuição própria da Primavera que já inclui as aplicações, como aconteceu até agora, ou através da instalação destas aplicações em outras distribuições Linux baseadas em Debian 32 bits.

 

debian-logo

 

Apesar de ter alguns pontos negativos, em comparação Windows ou macOS (o sistema operativo da Apple), o Linux é um sistema seguro, fiável e robusto que pode ser encontrado numa multiplicidade de equipamentos. Embora seja pouco utilizado no segmento Desktop, é amplamente utilizado em servidores e outros equipamentos como Smart TVs, relógios de ponto, drones, routers e outros equipamentos de rede, sistemas de entretenimento em aviões, entre outros.

 

O WinREST e PingWin, desenvolvidos pelo GrupoPIEXD, Projecto Colibri e ETPOS são alguns exemplos de software de ponto de venda desenvolvido em Portugal preparado para Linux.

 

A Primavera disponibiliza um manual de instalação, que, para além de conter todas as instruções para a instalação das aplicações Pssst! e Tlim, também explica como instalar o Ubuntu.

Manual de Instalação Pssst! & Tlim – SO Linux Debian 32bits

 

xbanners_1400

 

De realçar que o Ubuntu, assim como outras distribuições Linux para Desktop, são, por norma, gratuitas. Assim, é possível ter um sistema informático completo que inclui um sistema operativo (neste caso substituto do Windows), software de faturação Primavera e suite de escritório LibreOffice (que até determinado ponto substitui o Office da Microsoft) totalmente legal e a custo 0.

 

Apesar de ser um processo simples, a instalação do Pssst! e Tlim em Linux implica mais passos comparativamente à instalação em Windows. A instalação de periféricos, como impressoras USB, pode exigir a execução de alguns comandos no terminal do Linux. Mesmo para os utilizadores que não têm qualquer experiencia na utilização do Linux e do terminal, são operações simples de executar.

 

Leia o resto deste artigo »





Primavera Pssst! e Tlim-Lista de equipamentos compatíveis e certificados

16 01 2019

Qualquer sistema de ponto de venda necessita de um conjunto de recursos de software e hardware para funcionar e cumprir as suas funções. Ao nível de software existe o sistema operativo, normalmente Windows ou Linux, o software de faturação de ponto de venda, como por exemplo Primavera, XD, Wintouch, PHC, Zone Soft ou WinREST, e controladores, que fazem a ponte entre os dispositivos e o restante sistema.

 

Primavera-psst-tlim-1024x700

 

Ao nível de hardware e periféricos, a lista de dispositivos que podem fazer parte de um sistema POS pode ser imensa. O mais usual, para além do próprio POS, que é normalmente um computador que incorpora um ecrã táctil, é uma impressora de talões, uma gaveta de dinheiro e um visor de cliente. Existem no entanto muitos outros equipamentos que podem integrar um sistema de ponto de venda, como balanças, etiquetadoras, leitores de códigos de barras, sistemas de videovigilância, leitores de cartões magnéticos e terminais de pagamento, entre outros.

 

Os terminais de contagem de dinheiro são outro equipamento que começa a ser cada vez mais utilizado nos pontos de venda, nomeadamente quando existem muitos colaboradores e muitas transações em numerário. Embora tenha um custo considerável, comparativamente a todo o restante sistema, este equipamento garante o controlo do saldo de caixa, já que evita o manuseamento do dinheiro “em caixa” por parte dos colaboradores, minimizando ou eliminado assim o risco de fraude e desvios. Ao mesmo tempo valida a autenticidade das notas e moedas, elimina erros nos trocos e reduz o tempo necessário para mudanças de turno.

 

image

 

Neste artigo pretendo partilhar a lista de equipamentos nos quais foi testada a compatibilidade com o Pssst! e Tlim, com relevância para os equipamentos certificados pela Primavera. Esta lista permite ao implementador, ou ao cliente final, conhecer a lista de equipamentos onde existe a certeza relativamente à sua compatibilidade com o Pssst! e Tlim. Acontece muitas vezes o utilizador, ou vendedor/parceiro, ter dúvidas sobre os equipamentos a adquirir para funcionarem em conjunto com determinado software, mais ainda quando a aplicação de faturação vai ser instalada em ambiente Linux. A compra de um equipamento ou periférico, sem a prévia análise sobre a sua compatibilidade com o restante sistema, pode levar a perdas, não só de tempo, mas também perdas financeiras.

 

 

—————————————————————–

Fonte: Primavera Business Software Solutions

 

Lista de equipamentos certificados e compatíveis com Pssst! e Tlim

Os seguintes equipamentos são compatíveis com os produtos Pssst! e Tlim. Os equipamentos certificados pela PRIMAVERA BSS encontram-se assinalados com um "*".

Os detalhes sobre a configuração destes equipamentos certificados podem ser conhecidos no documento: Equipamentos compatíveis e certificados.

 

Equipamentos Pontos de Venda

  • Asus All-in-one PC – ET1611PUT

  • BIRCH CZAR

  • BIRCH PP7000D-T15

  • Bleep TS-915

  • Carisma PT7000D  *

  • Desire POS

  • Dynamic POS

  • Elitepad Tablet 1000 G2

  • ELO ESY15E1 (Apenas em ambiente Linux) *

  • EPS Alpha/Cubee

  • EPS Aures Galeo/Odysse

  • EPS IT-400

  • EPS OTEKsys OP15A

  • EPS Protech 6620

  • Equilibra MiniPOS

  • Equilibra Panel PC K785

  • Equilibra Panel PC K786

  • Equilibra POS 360

  • Equilibra POS 460

  • Equilibra\Libra 1100

  • ErgosTek K-8000 (Apenas em ambiente Linux) *

  • ErgosTek K-1050  *

  • ErgosTek K-1500

  • FEC PP9635A  *

  • FEC PP9635B

  • FEC Retail Smart MP-2410

  • Flytech POS335 (Apenas em ambiente Linux) *

  • Genérico Tablet PC – Linux *

  • Genérico Tablet PC 10” Atom N2600 – Windows 8

  • Genius WP-55

  • Go Infinity POS-3520

  • Hanasis HS-FLS10

  • HP POS RP2

  • HP POS RP78 (C2R94EA) (Apenas em ambiente Windows) *

  • Marques BM-500

  • maXtron POS-6620

  • maXtron PS3100

  • maXtron XPOS72

  • Mega POS MP-3435  *

  • OKPOS I-1500

  • OKPOS OPTIMUS

  • Partner PT-5705

  • Partner PT-5910

  • Partner PT-6210

  • Partner PT-6212

  • Partner PT-8800

  • POOSH POS SYSTEM (Apenas em ambiente Windows) *  

  • Protech PS3100 (Apenas em ambiente Linux) *

  • Protech PS3120

  • Sam4S SPT-4000

  • Sam4S SPT-4700 *

  • Sinocan F06-15

  • Toshiba ST-A10

  • Toshiba ST-C10

  • Toshiba WILLPOS C10

  • TSI15CEA

  • TYSSO POS-9000

Leia o resto deste artigo »





Primavera Pssst e Tlim–Downloads

26 12 2015

Última edição do artigo: 05-11-2019

 

Este artigo tem como objectivo fornecer mais informações acerca da disponibilização dos instaladores do Primavera Pssst e Tlim, nomeadamente a versão que a cada momento está disponível para download no Blog, versão dos manuais, entre outras informações. Prevê-se que este artigo venha a ser actualizado no futuro, com novas versões que venham a estar disponíveis.

 

image

 

Versões disponíveis para download:

Pssst! 08.3002.1617 (até 28-10-2019 esteve disponível a versão 08.3002.1509)

Tlim 08.3002.1617 (até 28-10-2019 esteve disponível a versão 08.3002.1509)

Estão também disponíveis para download versões anteriores destas aplicações.

 

Instaladores:

Windows: Sim

Linux (distribuição própria-imagem de disco): Sim (ficheiros .img para instalação e .upg para atualização)

Linux (instaladores *.deb para Linux baseado em Debian 32bits): Sim

 

Manuais:

Pssst! Versão 8.30 SR7 (Versão 1.5-Junho de 2019)

Tlim Versão 8.30 SR7 (Versão 1.5-Junho de 2019)

 

Ajuda:

Como aceder e utilizar o portal Primavera KnowledgeBase

Leia o resto deste artigo »





WINTOUCH Cloud Free

8 10 2015

O WINTOUCH Stratus, recentemente renomeado para WINTOUCH Cloud, disponibiliza agora uma versão gratuita. Esta versão destina-se essencialmente a start-up’s, profissionais liberais e micro empresas ligadas à área dos serviços, que emitam até 10 por mês.

 

image

WINTOUCH Cloud a ser executado no navegador Safari e OS X

 

 

Esta aplicação, totalmente em ambiente cloud e no modelo de comercialização SaaS, está alojada na plataforma Microsoft Azure. É possível aceder à WINTOUCH Cloud através de vários navegadores Web, em vários sistemas operativos como Linux, Windows e OS X.

 

Algumas limitações da versão Free:

  • 1 utilizador.
  • Até 10 documentos por mês.
  • Não é multi armazém.
  • Não é multi moeda.
  • Não dispõe dos módulos de Retalho e Restauração.
  • Não emite documentos do tipo Guias, Orçamentos e Encomendas.
  • Não tem gestão de stocks.
  • Não gere fornecedores.

A tabela completa de funcionalidades de todas as versões, pode ser consultada aqui.

 

 

Ciar uma conta Free no WINTOUCH Cloud

Primeiramente é necessário efetuar o registo no site www.wintouchcloud.com, especificar a versão Free, e aguardar por um email que tem um link para ativação da conta.

image

Após a ativação da conta, receberá um novo email com as credenciais de acesso a aplicação.

 

 

Leia o resto deste artigo »





Moloni Print Client (MPC) disponibilizado para Linux

28 03 2015

image

Disponível para Windows e OS X, passou a estar também disponível para Linux o Moloni Print Client que permite interligar o POS (Point of Sale/Ponto de Venda) Moloni com impressoras de talões e gavetas de dinheiro.

 

 

Este é mais um grande avanço na plataforma Moloni, que de distingue das demais plataformas de faturação na Cloud ao disponibilizar um módulo POS que é executado diretamente num navegador Web, com a possibilidade de impressão de documentos para impressoras de talões.

 

No mercado existem atualmente várias soluções de faturação online, porem o Moloni tem vindo a destacar-se devido às suas funcionalidades, tarifários, e constante inovação.

image

 

Leia o resto deste artigo »





Projecto Colibri – v10

14 12 2014

Foi disponibilizada a versão 10 da aplicação de faturação Projecto Colibri. Esta aplicação de faturação, multiplataforma (Windows, Linux e OS X), desenvolvida em Portugal, é certificada pela AT e está adaptada à nossa realidade e exigências fiscais, nomeadamente comunicação de Documentos de Transporte, Inventário e SAFT à AT (Autoridade Tributária) .

 

É uma das únicas aplicações neste segmento, em que a edição gratuita não tem limitações nem no volume de faturação, nem no numero de documentos.

 

Colibriv10

 

 

Novidades:

VERSÃO PROFISSIONAL
– Novo módulo WEB (Fase 1: POS).
– Exportação de tabelas em formato CSV.
– Preços de ARTIGO por UNIDADE de MEDIDA.
– Suporte para CÓDIGOS de BARRAS no BIRT.
– Emissão de relatórios nas vistas de REGISTO.
– Inventário de Existências (para comunicação à AT).

VERSÃO LICENCIADA
– RIC (Regime IVA de CAIXA).

TODAS AS VERSÕES
– Exportação de RECIBOS no SAFT.
– Gestão de VIATURAS nos documentos.
– Revisão do método de VERIFICAÇÃO de AVISOS.
– Revisão à forma de cálculo de TOTAIS nos RECIBOS.
– Suporte para IDENTIFICAÇÃO por CORES nas GRELHAS.
– Emissão de relatórios em vistas DETACHED (parametrizável).
– Suporte para PREÇO de CÂMBIO nas linhas dos documentos de entidades.
– Revisão ao separador EXPEDIÇÃO de documentos (melhoria na gestão do local de carga e descarga)
– Definição de propriedades da base de dados (possibilidade de parametrização extra na ligação).
– BACKUPS MANUAIS da base de dados (a partir do ECRÃ de LOGIN – EMPRESAS).
– Sugestão de utilizador de login (será sempre sugerido o ULTIMO user logado).

 

Leia o resto deste artigo »





Workshop – Raspberry Pi

18 03 2014

Vai decorrer na Biblioteca Municipal Manuel Alegre, em Águeda, dia 29 de Março de 2014 entre as 14:00 e as 17:00 o Workshop “Raspberry Pi – Introdução”.

 

image

Leia o resto deste artigo »





Projecto Colibri 9.4.2

30 01 2014

 

Foi disponibilizada no passado dia 28, a versão 9.4.2 do Projecto Colibri.

 

Untitled (3)

 

Melhorias e novidades:

 

LICENÇA PROFISSIONAL

  • Novo separador MOVIMENTOS em DOCUMENTOS: Passam a ser apresentados os MOVIMENTOS aos quais o documento DEU ORIGEM.

 

TODAS AS LICENÇAS

  • Actualização do driver JDBC MySQL.
  • Revisão interna e de metodos da API.
  • Revisão do processo de backup em MAC.
  • Correcção das datas de EXPEDIÇÃO.
  • Melhoria na exportação SAFT.
  • Correcção na exportação SAFT.
  • Facturação de guias globais.
  • Importação de códigos postais.
  • Controle de artigos inactivos. Passa a não ser possível gravar um documento que contenha ARTIGOS INACTIVOS.
  • Controle de entidades inactivas.Passa a não ser possível um gravar documento que contenha uma ENTIDADE INACTIVA.
  • Novas funcionalidades do POS: Foram feitas alterações importantes no funcionamento do POS, para além de uma revisão interna.

 

Leia o resto deste artigo »





Evento Linux 2013

31 08 2013

35Irá decorrer em Lisboa, dia 26 de Setembro de 2013, no Pólo Tecnológico de Lisboa – Lispolis, mais uma edição do evento Linux 2013 – XI Encontro Nacional sobre Tecnologia Aberta. Promovido pela Syone SBS Software e Caixa Mágica, este evento conta já com uma série de oradores confirmados.

 

A inscrição é gratuita e obrigatória, e é efectuada nesta página.

 

 

Organizações e oradores confirmados:

Christoph Dressel (Kwamecorp)
No Evento Linux 2013 Christoph Dressel irá falar-nos sobre a estratégia do FairPhone, sobre o smartphone em si e ainda acerca do seu OS aberto e do porquê dessa escolha.

Kim Hansen (Kwamecorp)
No Evento Linux 2013 Kim Hansen irá apresentar os detalhes técnicos do FairPhone e do seu OSS.

Raúl Oliveira (CEO da IPBrick)
Raúl Oliveira irá falar-nos sobre como o Open Source tem vindo a conquistar terreno e a ganhar espaço nas grandes empresas e organizações.

Leia o resto deste artigo »





CloudPT-A nuvem made in Portugal

15 08 2013

 

imageA CloudPT é um serviço gratuito, prestado pela Portugal Telecom, que permite a qualquer interessado  ter  um espaço de armazenamento na cloud, de 16GB, sem qualquer custo. Complementarmente, é também um serviço que permite sincronizar os ficheiros armazenados na CloudPT entre os dispositivos utilizados pelo mesmo utilizador  ou grupo de trabalho. É compatível com os sistemas operativos Linux ,Mac OS X e Windows, e também com tablets e smartphone com sistemas iOS e Android.

 

Tal como o Dropbox que é talvez o serviço de armazenamento na nuvem mais conhecido (que apenas oferece de base 2GB de espaço de armazenamento) é possível aumentar a capacidade de armazenamento, com um custo associado (neste momento ainda não foram disponibilizados os planos pagos). Segundo a equipa de desenvolvimento, está para breve.

 

CloudPT

 

Em quê que o serviço CloudPT se distingue dos demais? Em primeiro lugar é produzido em Portugal, pela equipa do Sapo, estando a PT por detrás de toda a infra-estrutura  no que diz respeito à rede de Data Centers onde os ficheiros são alojados (à qual se vai juntar o Data Center da Covilhã a ser inaugurado em Setembro de 2013). Adicionalmente, disponibiliza 16GB de armazenamento que é o suficiente para um utilizador “normal”, muito acima dos 2GB que o Dropbox disponibiliza de base. E também algo muito importante, que é o facto de a equipa estar sempre disponível e em contacto directo com os utilizadores, nas redes sociais, blog, e email. O feedback dos utilizadores, a resolução de problemas e sugestão de melhorias e novas funcionalidades é algo que é levado muito em conta pela CloudPT. Um exemplo é o blog onde já foram trocadas largas centenas de mensagens no curto espaço de existência do serviço.

 

 

Soluções Inovadoras PT – Cloud PT

 

 

Actualmente apenas é possível aderir ao serviço por convite, isto é, o utilizador regista o seu endereço de email na página cloudpt.pt, e mais tarde recebe um convite. No entanto, poderá receber um convite directamente de outro utilizador da CloudPT, e aí poderá começar a utilizar o serviço de imediato. Se desejar receber um convite, deixe um comentário com o endereço de email. Temos alguns convites para distribuir.

 

Rede de Data Centers da Portugal Telecom

Leia o resto deste artigo »





PingWin FO

6 08 2013

 

imageO PingWin é uma plataforma tecnológica desenhada especificamente para a área dos pontos de venda no retalho. Baseado na plataforma WinRest do Grupo PIE, o PingWin adapta-se a várias áreas de negócio, sendo uma aplicação muito simples e intuitiva.

 

Poderá descarregar o instalador do PingWin, edição Windows, aqui (ver nota 1). Tal como a instalação do WinRest, o PingWin poderá ser instalado de forma fácil e rápida. Não são necessárias configurações adicionais para que a aplicação fique de imediato operacional (em modo formação/demonstração).

 

São suportadas as arquitecturas X86, e ARM, o que significa que o PingWin está preparado para correr em plataformas alternativas como Raspberry Pi e Android, para além de Linux e iOS e Windows.

 

image

 

 

 

Algumas das Personalidades do PingWin:

image

 

 

Comuns a todas as versões software PingWin:

  • Gestão de vendas, compras, stocks e inventários.
  • Gestão de conta-correntes de clientes e de fornecedores.
  • Gestão de promoções, políticas de preços e de descontos em intervalos de datas pré-agendadas.
  • Controlo dos movimentos de caixa e dos meios de pagamento utilizados.
  • Controlo de assiduidade de empregados.
  • Configuração de documentos e relatórios.
  • Impressão de etiquetas com códigos de barras.

 

 

PingWin

 

 

Algumas imagens do PingWin FO (Front Office), edição Windows:

Ecrã principal

image

Leia o resto deste artigo »





Raspberry Pi

30 07 2013

O Raspberry Pi (RPi) é um micro-computador de baixo custo, do tamanho de um cartão de crédito, que tem vindo a ganhar muita notoriedade ao longo da sua curta existência. É um projecto que conseguiu sair da fase de protótipo, alcançar a produção em larga escala e neste momento é extremamente fácil encontrar este equipamento no mercado.

 

Desenvolvido e produzido no Reino Unido pela Raspberry Pi Foundation, da qual faz parte a Universidade de Cambridge,  o RPi tem como principal objectivo principal despertar e estimular o interesse pela programação e electrónica, nomeadamente ao nível do ensino escolar. Actualmente existem muitos  projectos à volta desta plataforma, mesmo a nível empresarial, tal é o seu potencial. Inclusive empresas nacionais têm demonstrado o seu interesse em implementar soluções sobre esta plataforma. O GrupoPIE que desenvolve o PingWin e a XDpeople são algumas das empresas que têm demonstrado interesse no desenvolvimento de produtos baseados neste micro-computador.

 

image

 

 

 

O Ziphius é um outro projecto português, de referencia, que faz parte da lista de “case studies” da Raspberry Pi Foundation.

Ziphius: Aquatic Drone

 

 

As possibilidades são infinitas com esta plataforma. Desde construir um media center para a sala de estar, baseado em XBMC até projectos mais complexos que permitem controlar robots, lâmpadas, sensores, etc. Os pinos (GPIO: general purpose input/output) podem ser programados para interagir com outros módulos e componentes electrónicos, permitindo um sem numero de possibilidades.

 

 

 

Neste momento existem 2 modelos do Raspberry Pi, o modelo A e o B. A grande diferença reside no facto de, este último ter mais uma porta USB, totalizando duas,  uma porta Ethernet para ligar um cabo de rede (100 Mbps), para além de ter 512 MB de memória RAM, o dobro do modelo A. Ambos os modelos têm um consumo energético muito reduzido.

 

image

image

Características do RPi (Modelo B)

  • Chip: Broadcom BCM2835 SoC full HD processador de aplicações multimédia
  • CPU: 700 MHz ARM1176JZF-S core (ARM11 family)
  • GPU: Dual Core VideoCore IV® Multimedia Co-Processor, 1080p30 decodificador h.264/MPEG-4 AVC
  • Memória (SDRAM): 512MB RAM
  • Portas USB 2.0: 2 portas USB
  • Saídas de vídeo: HDMI (rev 1.3 & 1.4) Composite RCA (PAL e NTSC)
  • Saídas de áudio: Conector de 3.5 mm, HDMI
  • Armazenamento onboard: SD / MMC / slot para cartão SDIO
  • Rede onboard: 1 porta ethernet
  • Power ratings: 500 mA (2.5 W)
  • Fonte de energia: 5 volt via MicroUSB ou header GPI
  • Tamanho: 85.60 mm × 53.98 mm
  • Sistema Operativo: Linux

 

 

O Raspberry Pi é constituído apenas pela motherboard,  em que o coração é um CPU ARM (ARM1176JZFS) que funciona à velocidade de 700Mhz. A sua capacidade de processamento permite executar aplicações de processamento de texto, cálculo, jogos, assim como vídeo de alta definição. Para colocar o Raspberry Pi em funcionamento é necessário um cartão SD, de 4GB Classe 4 ou superior, uma fonte de energia, e logicamente um teclado e um rato. Existem uma série de outros acessórios como caixas, conversores HDMI para DVI e VGA, adaptador WiFi, câmara, etc que podem ser facilmente encontrados no mercado.

 

 

A InMotion é uma das empresas portuguesas que vendem o RPi, para além de todos os acessórios e periféricos relacionados. Neste momento o valor do RPi, modelo B ronda os 45 Euros, a caixa transparente tem um custo de 10 Euros, assim como o transformador (o conector é mico USB, sendo um vulgar carregador de telemóvel, com pelo menos 700mA/5V serve para o efeito) e o adaptador wireless USB. Adicionalmente um conversor HDMI para VGA  custa cerca de 25 Euros. Quanto ao cartão SD, pode ser encontrado em qualquer loja de electrónica e informática pelo valor de 5 a 15 Euros, dependendo logicamente da marca (é recomendada a utilização de marcas reconhecidas, por, à partida, serem mais fiáveis), tamanho e classe (a classe indica quão rápido o cartão é). Adicionalmente poderá ser ligado um hub USB, com alimentação dedicada por forma a aumentar o numero de portas USB disponíveis.

 

 

O Raspberry Pi assenta sobre a plataforma ARM, o que significa que apenas suporta sistemas operativos baseados em Linux. Tem disponível uma loja de aplicações “Pi Store” onde poderá descarregar aplicações, como o LibreOffice, jogos, aplicações didáticas, etc. Como referido anteriormente, este projecto visa estimular a aprendizagem e o interesse pela tecnologia em geral e pela programação em especifico. A linguagem “oficial” do RPi é o Python, que tem uma curva de aprendizagem baixa.

 

 

 

 

Algumas imagens do RPi

RPi a correr Raspbian (sistema operativo “oficial”, baseado em Debian)

image

Este é um sistema operativo apenas com o essencial para uma primeira experiencia.

Leia o resto deste artigo »





Projecto Colibri RCP 9

30 06 2013

O Projecto Colibri RCP 9, aplicação de facturação multiplataforma, disponível para Linux, Windows e Mac OS X, lançou a versão 9 que traz consigo algumas novidades, onde se destaca, na edição gratuita, a possibilidade de exportar o ficheiro SAFT com a nova estrutura de dados (1.02-Portaria 160/2013) que vai vigorar a partir de 1 de Julho de 2013.

 

image

 

 

Novas funcionalidades:

  • Módulo POS (não disponível na edição gratuita).
  • Ligação ao WebService da Autoridade Tributária, para comunicação de dados de facturação e documentos de transporte (não disponível na edição gratuita).
  • Integração com o WebService VIES quer permite que ao criar uma ficha de uma entidade, depois de indicar o NIF, o Colibri possa completar automaticamente os restantes dados como nome, morada, etc (não disponível na edição gratuita).
  • Factura Electrónica (não disponível na edição gratuita).
  • Integração com Google Maps (não disponível na edição gratuita).
  • Várias melhorias e resolução de problemas em todas as edições, que podem ser consultadas aqui.

 

O módulo POS , que opcional nas edições intermédias, é uma das novidades com maior impacto para o utilizador. Com um design minimalista, este módulo poderá ser utilizado em empresas ligadas ao retalho, com “frente de loja”, para o registo de documentos de venda de forma simplificada e rápida. Com o recurso a um ecrã touchscreen permite que o utilizador, mesmo não possuindo nenhum conhecimento da aplicação registe rapidamente uma venda, podendo imprimir o documento numa impressora de talões, e inclusive utilizar uma gaveta de dinheiro.

 

 

O comparativo de funcionalidades por edição pode ser consultado aqui.

 

 

Imagens do Projecto Colibri 9 em Mac OS X

Lista de empresas

listaempresas

 

 

 

Motores de base de dados suportados

motoresbd

 

 

 

Ambiente de trabalho do Colibri

ambientetrabalho

 

Leia o resto deste artigo »





Projecto Colibri RCP 8

25 12 2012

Foi disponibilizada ontem, 24 de Dezembro, a versão 8 do Projecto Colibri. Esta nova versão dá resposta às novas regras relativas à Facturação que vão entrar em vigor em 2013.

 

1

 

 

Fonte: Projecto Colibri

Adiantamos desde já o que TODAS AS LICENÇAS (Gratuita, Licenciada e Profissional) irão oferecer:

Normalização de documentos criados por defeito na aplicação:
a) Criação de NOVOS documentos (ex: NOTA de DÉBITO / CRÉDITO).
b) Colocação em estado "INACTIVO" de documentos obsoletos (ex: VENDA a DINHEIRO, AVISOS de LANÇAMENTO).
c) Parametrização automática de documentos existentes (ex: FACTURA, GUIA de REMESSA).

Adequação de tabelas (ex: ISENÇÕES de IVA), novas parametrizações (ex: FISCO), optimização do ficheiro SAF-T-PT (por forma a incluir apenas os artigos e clientes referenciados pelos documentos exportados)

Esteja atento ao fórum e ao aviso de actualização existente na aplicação.

NOTAS:
– O envio de FACTURAS através de Webservice não estará disponível na versão 8.0.
– A implementação do envio de GUIAS está pendente de informação técnica por parte do fisco.
– NÃO está garantida a inclusão do envio de GUIAS em todas as versões (licenças) do Colibri.
– Documentos CRIADOS pelos utilizadores deverão ser revistos manualmente segundo as regras legais impostas.

 

 

www.projectocolibri.com

 

Leia o resto deste artigo »





Instalar o Colibri 7.0.2 no Ubuntu 12.04

10 09 2012

O Sistema Operativo Linux, embora com uma baixíssima quota de mercado, quando comparado com Windows e OS X, no que refere a computadores pessoais, e utilização a nível do desktop empresarial, tem vindo, lentamente, a ganhar alguma notoriedade, impulsionado pelo esforço de algumas empresas como a Canonical, que produz o Ubuntu, que actualmente é das distribuições mais conhecidas e suportadas. Mais concretamente no nosso país, o facto de alguns computadores pessoais, disponibilizados pelos programas e.escola e e.escolinha,  possuírem este sistema instalado, a distribuição nacional Caixa Mágica, e alguns projectos de implementação em grandes organizações, são impulsionadores que suscitam algum interesse e curiosidade junto das pessoas e empresas.

 

Uma das vantagens do Linux é que a grande maioria das distribuições direcionadas para computadores pessoais são completamente gratuitas. Acrescido que é um sistema onde os vírus e outro tipo de malware,  que tanto afecta os sistemas Windows, não serem “ainda” um problema. Além disso, o Linux normalmente requer menos recursos de processamento, o que significa que pode ser utilizado em computadores mais antigos. É um sistema operativo estável, com uma comunidade de utilizadores bastante grande que partilha o seu conhecimento e entreajuda.

 

 

Obviamente também existem  desvantagens quando comparamos o Linux com outros sistemas operativos. Uma dessas desvantagens é o facto de a grande esmagadora das empresas que produzem software não o fazerem para este sistema, por variadíssimos motivos que normalmente se prendem com o facto de este ainda representar uma percentagem muitíssimo pequena no mercado dos sistemas operativos. Quando falamos em software empresarial como ERP e aplicações de facturação, o cenário é ainda pior, existindo um reduzido numero de software-houses que produzem aplicações para esta plataforma.

 

A discussão à volta de qual o melhor sistema operativo, entre Windows, OS X, e Linux levanta frequentemente acesas discussões, entre os utilizadores destes três sistemas. Essencialmente, a questão não é qual o melhor dos três, porque são diferentes e coloca-los na mesma base de comparação é errado. Todos têm os seus pontos fortes e fracos. Cada um pode ser o melhor, tendo em conta as necessidades do utilizador ou de uma organização.

 

Para uma micro ou pequena empresa, que está a iniciar a sua actividade, sem orçamento para investir num computador “de última geração”, numa aplicação de facturação, suite de produtividade (o LibreOffice vem instalado por defeito, e pode ser uma alternativa ao Office da Microsoft), anti-vírus, entre outras aplicações, o Linux, juntamente com o Colibri pode ser uma opção a colocar em cima da mesa. Conseguem, ambos, disponibilizar todas as ferramentas de produtividade mais usuais, como navegação na internet, email, edição de documentos de texto e folhas de cálculo, e efectuar facturação que cumpre com todas as normas em vigor, impostas pela Autoridade Tributária.

 

 

Neste artigo irá ser demonstrado como instalar o Colibri 7.0.2 no Linux, mais concretamente na última versão da distribuição Ubuntu 12.04 – 32 bits (com todas as actualizações instaladas).

900-ambiente de trabalho

 

Leia o resto deste artigo »





XDPOS e XDREST–Aplicações para Ponto de Venda multiplataforma

15 07 2012

 

logoA XDpeople é uma empresa portuguesa, que desenvolve aplicações de facturação, multiplataforma, direccionadas para a área de retalho e restauração.

 

Compatíveis com os sistemas operativos Windows, Linux e Mac OS X, o XDPOS e XDREST estão certificadas pela Autoridade Tributária (AT) cumprindo assim toda a legislação em vigor no que respeita à utilização de software de facturação. Entre outros detalhes, a XDpeople merece especial destaque uma vez que será talvez a única a produzir, em Portugal, uma aplicação de facturação desenhada de raiz, para ponto de venda, compatível com Mac OS X.

 

 

No que toca a plataformas, para além dos 3 sistemas anteriormente referidos, a XDpeople desenvolve ainda aplicações que integram com o XDREST, que correm em Android e iOS. Por exemplo, num restaurante, existe a possibilidade de entregar ao cliente um Tablet, onde este poderá visualizar o cardápio, e efectuar a escolha  dos produtos que serão directamente enviados para o sistema central (veja a demonstração no 2º vídeo).

 

 

A compatibilidade com os periféricos normalmente utilizados na maioria dos pontos de venda como display de cliente, balança, impressora, gaveta de dinheiro é obviamente algo que não foi esquecido.

 

 

 

 

Algumas imagens do XDPOS e XDREST a correr em Mac OS X Lion

XDPOS

Aplicação a correr em Mac OS X – ecrã principal onde estão disponíveis todas as funcionalidades necessárias para o registo de uma venda

44

 

Leia o resto deste artigo »





X-Plane 10

21 02 2012

 

Depois de a Microsoft ter anunciado que iria descontinuar a produção do Flight Simulator, o X-Plane da Laminar Research é um simulador de voo que tem vindo a ganhar cada vez mais terreno. Disponível para as plataformas Desktop: Windows, Mac e Linux, e Mobile: iOS, Android e webOS este simulador conta com cada vez mais seguidores e com mais add-ons disponíveis quer pagos quer gratuitos.

 

A versão 10 tem poucas semanas e traz muitas novidades, sendo de destacar toda a melhoria gráfica ao nível dos cenários que são agora mais detalhados, ATC, e um melhor aproveitamento das capacidades de processamento do hardware.

 

Para descarregar a DEMO ou para comprar o X-Plane visite o site:

http://www.x-plane.com/

 

image

 

 

Screenshots do X-Plane 10 a correr na plataforma OS X (clique nas imagens para abrir em tamanho maior):

747-400 United_19747-400 United_12747-400 United_39737_9

Leia o resto deste artigo »





Linux Everywhere

1 12 2011

 

Relógio de Ponto Biométrico Safescan TA-850 a correr Linux…

 

IMG00023-20111125-1749





WinRest FrontOffice–Versão Demonstração

14 02 2011

imageO site http://www.winrest.com/ disponibiliza (o download poderá agora ser feito directamente neste link) para download versões de demonstração do reconhecido software WinRest FO (FrontOffice), líder de mercado no sector da restauração (restaurantes, bares, cafés, etc).

 

Este software tem como pontos fortes a sua simplicidade e estabilidade,  sendo por isso utilizado em muitas das principais referências na área da  restauração e similares, presentes quer em Portugal quer noutros países espalhados pela Europa, América do Sul, Ásia e África.

 

 

Alguns pontos interessantes:

  • Extremamente simples de instalar (o instalador da versão Windows tem pouco mais de 2MB). Entre instalar e começar a trabalhar na aplicação demora menos de 1 minuto.
  • É extremamente “leve”, o que permite ser instalado em computadores com recursos extremamente baixos.
  • Existem versões para Windows e Linux (o fabricante tem uma distribuição própria).
  • Utiliza um motor de Base de Dados proprietário, excluindo assim a complexidade  de um servidor SQL, como o SQL Server da Microsoft, com tudo de bom e de mau que isso pode trazer.
  • Interligação com vários periféricos, como por exemplo: sensor de temperatura; máquina de café; gaveta; impressora; balança; visor de cliente; TPA (terminal pagamento automático); câmaras de vídeo-vigilância; comandos; PDA’s,
  • O fabricante do WinRest mantem uma lista de hardware testado garantindo assim a compatibilidade e estabilidade do seu software com os POS’s e demais periféricos.
  • De base, não possui nenhum backoffice, o que implica que todas as operações de criação de tabelas (artigos e colaboradores por exemplo) e todas as configurações sejam feitas no próprio frontoffice, de forma simples e intuitiva, utilizando o ecrã táctil.

 

Download da versão Profissional – 2011/5.12  (certificada pela DGCI)

 

Ecrã principal:

image

 

 

 

Ecrã de Pedidos:

image

 

Leia o resto deste artigo »





Linux Everywhere

16 11 2009

 

Relógio de Ponto Biométrico DIMEP Biolite a correr Linux…

 

PIC_0015

 

PIC_0014








%d bloggers like this: