SQL Server-Como explorar o conteúdo de um backup (.BAK) de uma base de dados (ou ficheiros MDF, NDF, LDF) sem ter de a repor

16 04 2017

Em determinadas situações seria útil poder explorar o conteúdo de um ficheiro de backup do SQL Server (ou de ficheiros offline MDF, NDF, LDF), sem ter que repor esse backup no servidor de dados. Por exemplo, quando a reposição de um backup se prevê  demorada, quando existem limitações de espaço de armazenamento ou limitações ao nível de recursos de processamento, etc. Pois bem, essa possibilidade existe recorrendo ao Ontrack PowerControls for SQL. Com esta aplicação é possível, não só explorar o conteúdo de ficheiros BAK, MDF, NDF e LDF, assim como repor tabelas entre um ficheiro de origem e a base de dados que está no SQL Server.

 

Ontrack PowerControls for SQL Demo

 

Após descarregar a aplicação (basta preencher este formulário) e instalar (a instalação completa instala várias aplicações, nomeadamente para SharePoint, Exchange, etc.) execute a aplicação “Ontrack® PowerControls™ for SQL” e escolha a opção “Run as Free Trial”. Durante 30 dias poderá executar a aplicação ainda que não com todas as funcionalidades ativas. Aparentemente a funcionalidade para repor tabelas entre a origem e o destino (sem ter que repor toda a Base de Dados) não está disponível no modo Trial. Posteriormente adicione um ficheiro BAK, MDF, NDF ou LDF.

 

SNAGHTML5176081

Carregue em Next para avançar para o passo seguinte.

 

Aqui poderá selecionar um servidor de dados SQL Server. Se apenas pretender explorar o ficheiro que anteriormente adicionou, sem comparar dados do mesmo com dados de uma base de dados existente num servidor de dados, ignore este passo, carregando em Skip.

SNAGHTML518ca0c

 

Por fim, poderemos explorar, na primeira metade do ecrã, as tabelas existentes na base de dados do backup (.BAK), e na segunda, as tabelas existentes na base de dedos que está em produção no SQL Server.

SNAGHTML51d0b6f

Leia o resto deste artigo »





Como alterar a password do user SA do SQL Server

7 04 2017

Em determinadas circunstâncias poderá ser necessário alterar a password de um utilizador do Microsoft SQL Server, como o SA por exemplo, no caso de não saber qual a password definida anteriormente. Em ambientes de produção, críticos, este procedimento deverá ser utilizado com precaução, uma vez que deve ser estudado previamente o impacto desta alteração, nomeadamente no caso de existirem serviços e aplicações onde a password anterior esteja a ser utilizada e onde certamente será necessário definir a nova password.

 

Existem várias formas de efetuar este procedimento (algumas estão dependentes do modo de autenticação no SQL Server e permissões) sendo que uma delas é interagir com o SQL Server através da linha de comandos do Windows, recorrendo às ferramentas e comandos do OSQL. Mais informações sobre o OSQL aqui.

 

Nota: este artigo foi elaborado em Windows 7 com SQL Server 2008 R2. Em versões superiores do SQL Server o OSQL foi substituído pelo SQLCMD.

Deverá executar a linha de comandos do Windows (CMD) como Administrador.

SNAGHTML280797ed

 

 

Posteriormente deve escrever e executar os seguintes comandos, substituindo o que está dentro de <>:

OSQL -S <nome da instância do SQL Server> –E

sp_password NULL, <nova password>, ‘sa’

go

image

Neste momento a nova password deverá ter sido definida.

Leia o resto deste artigo »





Timeout no arranque de serviços do SQL Server

13 12 2016

 

Em determinadas circunstâncias os serviços do SQL Server podem não arrancar automaticamente quando o Windows inicia. No meu caso passaram a existir problemas, no Windows 10, após uma determinada atualização recente (KB3201845). Mesmo após remover esta atualização e efetuar ao restart ao sistema, o serviço do SQL Server não arrancava automaticamente e como consequência o ERP Primavera não abria. Se o serviço fosse iniciado manualmente, aí sim, arrancava com normalidade. Após analisar os eventos do Windows detetei que existia um tempo limite de arranque que tinha sido atingido (ID do evento: 7009). O serviço tenta arrancar dentro de um determinado tempo estabelecido. Se não conseguir por qualquer motivo, deixa de tentar novamente.

image

Leia o resto deste artigo »





Windows-Ocultar utilizadores do ecrã de login

30 11 2016

Nem sempre é desejável visualizar no ecrã de login do Windows determinadas contas de utilizadores, nomeadamente contas que não são utilizadas por nenhum utilizador real, contas “não interativas” associadas a serviços e aplicações. Por exemplo, se no Windows for criada uma conta para o serviço PRIMAVERA Windows Services, certamente não existe qualquer interesse que os utilizadores visualizem e utilizem essa conta.

 

image

 

 

Através da edição do Registo é possível ocultar determinados utilizadores.

Aceda às contas de utilizador (carregue simultaneamente em Windows+R e execute o comando “control userpasswords2” ou “netplwiz”). Localize e anote o nome de utilizador que pretende ocultar.

image

 

 

Abra o editor de Registo de Windows (Windows+R e execute “regedit”)  e navegue até

HKEY_LOCAL_MACHINE\SOFTWARE\Microsoft\Windows NT\CurrentVersion\Winlogon.

Em cima de Winlogon, carregue com o botão direito do rato e adicione uma nova chave com o nome “SpecialAccounts”.

image

Agora clique em cima de “SpecialAccounts”, novamente com o botão direito do rato e crie uma nova chave com o nome ”UserList”.

Leia o resto deste artigo »





Desativar mensagem do Controlo de Conta de Utilizador (UAC) ao executar aplicações

19 09 2016

Em determinadas circunstâncias, ao executar determinadas aplicações no Windows, poderá ser mostrada a seguinte mensagem relacionada com o Controlo de Conta de Utilizador (UAC-User Account Control).

 

image

 

Se pretender que esta mensagem não seja mostrada todas as vezes que executa a aplicação (por exemplo porque confia no fabricante do programa), uma das hipóteses é baixar o nível do Controlo de Conta de Utilizador (UAC). Uma outra possibilidade é configurar o Windows para não mostrar esta mensagem, sem alterar o nível do UAC. Neste artigo vou explicar como proceder se optar por esta última opção.

 

O utilizador deve ter sempre em mente que, a operação de de configurar o Windows para não mostrar as mensagens do Controlo de Conta de Utilizador, deve ser precedida de uma avaliação do impacto e dos riscos de segurança que esta alteração pode acarretar, já que estamos a baixar o nível de segurança do Windows e permitir que sejam efetuadas alterações no sistema sem o consentimento do utilizador.

 

Leia o resto deste artigo »





Microsoft SQL Server-Erro na instalação “Could not find the Database Engine startup handle.”

2 08 2016

 

Em determinadas circunstâncias, no final da instalação do Microsoft SQL Server pode ser mostrada a seguinte mensagem de erro:

image

“Could not find the Database Engine startup handle.”

 

 

Cenário em que o erro foi mostrado:

  • S.O.: Windows 10 Home 64 bits (Windows NT 6.3 <X64> – Build 10586).
  • SQL Server: Microsoft SQL Server 2014 – 12.0.4100.1 (X64) Express Edition.

Leia o resto deste artigo »





SQL Server 2014 – Curso Completo

1 08 2016

imageDo autor Alberto Magalhães, o livro “SQL Server 2014 – Curso Completo” da editora FCA é uma publicação que tem por objetivo cobrir as principais funcionalidades e melhorias do SQL Server 2014, plataforma de base de dados da Microsoft.

Com 624 páginas, o conteúdo está muito bem estruturado e apresenta uma linguagem simples para que todos os interessados nesta tecnologia, como estudantes, programadores, administradores de bases de dados, consultores de ERP e outros profissionais da área possam aprofundar os seus conhecimentos.

O preço de mercado ronda os 40 Euros e está está em linha com as publicações do género. Ainda que neste momento já esteja disponível a versão 2016 do SQL Server, por ser ainda relativamente recente os fabricantes de software (como por exemplo a Primavera e a PHC) e a industria estão em fase de testes e a garantir a compatibilidade dos seus produtos com esta versão. Por questões relacionadas com segurança, risco e estabilidade, é comum a industria aguardar meses ou mesmo anos até adotar determinada versão de um produto ou tecnologia critica ou nuclear. Assim, este livro é altamente recomendado, apesar de não ser referente à última versão do produto.

 

Leia o resto deste artigo »








%d bloggers like this: