Primavera Express v7.60–Introduzir o Modo de Pagamento por Transferência Bancária

11 05 2019

Artigos relacionados:

Primavera Express–Introduzir o modo de pagamento por transferência bancária

Primavera Express 7.5–Introduzir o modo de pagamento por transferência bancária

 

No passado já escrevi 2 artigos a explicar como introduzir o modo de pagamento por transferência bancária no Primavera Express. Inicialmente, em 2011, o artigo foi escrito para a versão 6.40. Posteriormente, em 2013, escrevi um novo artigo, desta vez para a versão 7.5. Escrevo agora este novo artigo para a versão 7.60. Como a aplicação vai sendo atualizada pela Primavera, a estrutura da base de dados é alterada com o passar do tempo, daí que as instruções SQL que funcionam numa determinada versão, possam eventualmente não funcionar noutras versões.

 

primavera

 

Para iniciar o processo, deverá seguir todos os passos descritos no artigo Primavera Express 7.5–Introduzir o modo de pagamento por transferência bancária, utilizando no entanto o ficheiro que pode descarregar aqui (password “invisibleflamelight.wordpress.com”), em vez do ficheiro que disponibilizei no artigo que escrevi em 2013. Após abrir o ficheiro, conforme expliquei no artigo que tem as instruções, poderá, se desejar, alterar o código do novo modo de pagamento, assim como a descrição (dados assinalados na imagem seguinte).

 

778

Leia o resto deste artigo »

Anúncios




Assista à gravação do Webinar Novidades Pssst! e Tlim

11 05 2019

Artigo relacionado: Primavera Pssst! e Tlim-Novidades v8.30 SR7

 

Se não assistiu em direto ao Webinar sobre as novidades da versão 8.30 SR7 do Pssst! e Tlim tem agora a oportunidade de visualizar a gravação do mesmo.

 

Webinar Novidades Pssst! e Tlim

 

Leia o resto deste artigo »





Primavera Pssst! e Tlim-Novidades v8.30 SR7

24 04 2019

Foi disponibilizada recentemente pela Primavera a Service Release 7 (SR7) da versão 8.30 do Pssst! e Tlim. Para além de várias novidades relacionadas com a produtividade, segurança e auditoria, esta versão tem várias funcionalidades com impacto na área fiscal, nomeadamente para os mercados de Portugal, Angola e Cabo Verde.

 

xbanners_1400

 

 

Inscreva-se no Webinar gratuito que vai decorrer no próximo dia 8 de Maio, para ficar a conhecer em detalhe as novidades da nova versão. Clique na imagem em baixo para efetuar o registo.

image

Leia o resto deste artigo »





PRIMAVERA realiza webinar gratuito para esclarecer sobre as faturas sem papel

5 03 2019

A emissão de faturas electrónicas, até ao momento mais comum em empresas de serviços que emitem faturação regular, como distribuição de água, eletricidade, gás e comunicações, chega agora a outros sectores de atividade, como o retalho. As empresas deste sector, um dos mais representativos na nossa economia, certamente são recordistas no que diz respeito ao número de faturas emitidas por ano.

 

A recente alteração da legislação em vigor veio promover a desmaterialização de documentos e ao mesmo tempo uma redução na utilização do papel (e outros custos relacionados como tinteiros, tonners, envelopes, etc.). No sector do retalho, depois do Continente, também o Pingo Doce já permite que o cliente adira à fatura electrónica e passe a receber todas as faturas no e-mail. No caso do Continente, os documentos também podem ser acedidos através da aplicação “Cartão Continente”.

 

A faturação electrónica tem claros benefícios, principalmente em sectores como o retalho e restauração por exemplo. Por um lado permite reduzir os custos com o papel e por outro permite aumentar a rapidez no atendimento. O operador não terá que aguardar que a impressora termine de imprimir o documento para passar para o cliente seguinte. Por vezes, principalmente nos hipermercados, “perdem-se” segundos preciosos neste processo. Ou porque o talão é grande, ou porque é necessário imprimir mais do que uma via do mesmo documento, ou ainda quando a impressora ou o processo de impressão é lento.

 

image

 

Se pretende ficar a conhecer mais sobre a faturação electrónica, assista ao Webinar gratuito “Faturas sem Papel”, promovido pela PrimaveraBSS. Esta sessão de esclarecimentos vai decorrer online, no próximo dia 8 de março, pelas 10:00 horas. Consulte os detalhes e faça a sua inscrição em baixo.

Leia o resto deste artigo »





Novas regras e obrigações fiscais

28 02 2019

A Wisedat, uma empresa nacional dedicada ao desenvolvimento de software empresarial, disponibilizou no seu Blog um excelente artigo que reúne um conjunto de novas regras e obrigações fiscais que se aplicam aos sujeitos passivos e demais contribuintes.

 

 

—————————————

Fonte: WISEDAT

18 Fevereiro, 2019 por Andreia Petornilho

 

Foi publicado em Diário da República o Decreto-Lei n.º 28/2019 de 15 de fevereiro, que impõem um conjunto de alterações para os sujeitos passivos e demais contribuintes.

 

image

 

São abordados diversos temas entre os quais destacamos:

  • A “fatura sem papel” e a fatura eletrónica;
  • Alterações/reajustamento nos Programas de faturação;
  • Conservação e o arquivo de documentos com relevância fiscal;
  • Novas regras e obrigações no contexto de fiscalização.

 

 

Combate à fraude

De forma a combater a economia informal, a fraude e a evasão fiscal, estão previstos os seguintes mecanismos:

  • Identificação do programa de faturação;
  • Estabelecimentos onde estão instalados terminais de faturação;
  • Obrigação de as faturas emitidas passarem a conter um código único de documento;
  • Identificação do local onde decorre a operação económica.

 

 

Obrigação de utilização de programa certificado

Estão obrigados a utilizar, exclusivamente programas informáticos certificados:

  • Tenham tido, no ano civil anterior, um volume de negócio superior a 75 000€ (em vigor durante o ano de 2019) e um volume de negócio superior a 50 000€ a partir do ano de 2020;
  • Utilizem programas informáticos de faturação;
  • Sejam obrigados a dispor de contabilidade organizada.

Leia o resto deste artigo »





Primavera Pssst! e Tlim-Entradas e Saídas de Caixa

22 02 2019

O rigor no controlo do caixa é fundamental em qualquer ponto de venda. O registo de todas as operações relacionadas com a caixa permitem uma correta gestão de todo o fluxo monetário do dinheiro. Neste artigo vou demonstrar como utilizar a funcionalidade que permite registar entradas e saídas em caixa no Primavera Pssst (o mesmo procedimento aplica-se ao Tlim).

 

Pri

 

Após o registo de vários documentos de venda, podemos verificar que o total de numerário em caixa (Caixa > Total) é de 78,95 EUR.

image

Em Caixa > Entradas/Saídas poderá escolher Entrada de Caixa ou Saída de Caixa. O registo destes movimentos é muito importante para que o valor em caixa corresponda sempre ao valor mostrado pela aplicação. Esta preocupação é fundamental, especialmente quando existem vários funcionários e vários turnos. Também numa eventual ação de auditoria e fiscalização por parte do Fisco é importante que o valor em caixa corresponda ao valor indicado pelas aplicações informáticas.

 

 

Registo de Saídas de Caixa

Ao efetuar uma saída de caixa, poderá, se assim o desejar, definir uma descrição para melhor identificar este movimento. Por exemplo, “Pagamento ao Fornecedor X”, com o valor de 17,46 EUR. Outra situação na qual é usual utilizar esta funcionalidade é quando é necessário retirar dinheiro da caixa para uma caixa central ou para um cofre (movimento também designado por “sangria de caixa”), para outra caixa, ou mesmo para depositar no banco.

image

É possível imprimir os documentos de saída de caixa, com a descrição da operação, data, hora, valor e outros dados.

image

Leia o resto deste artigo »





Fisco vai lançar programa gratuito para faturação digital

16 02 2019

Fonte: https://eco.sapo.pt

 

O Fisco vai criar uma aplicação gratuita para emissão de faturas. Poupam os comerciantes, que deixam de suportar custos com os programas certificados.

 

AT

 

Autoridade Tributária (AT) vai lançar uma aplicação de utilização gratuita para emissão de faturas. Trata-se de uma notícia animadora para os pequenos e médios comerciantes, que deixam de ter de suportar os custos dos programas certificados, mas uma notícia menos favorável para as empresas que fornecem software de faturação. A promessa é do Governo e surge um dia antes de entrar em vigor legislação que abre caminho para o fim das faturas em papel.

 

“Um conjunto maior de empresas fica obrigado a emitir faturas utilizando exclusivamente programas informáticos de faturação certificados, prevendo-se que a AT disponibilize, no futuro, uma aplicação de faturação para utilização gratuita”, lê-se num resumo em linguagem simplificada do decreto-lei do Governo, publicado esta sexta-feira em Diário da República.

Leia o resto deste artigo »








%d bloggers like this: