Ambilight-Uma funcionalidade diferenciadora das TVs Philips

21 01 2020

ambilightjpgApesar de atualmente existirem vários fabricantes de televisões, a LG e a SAMSUNG lideram este mercado deixando outros fabricantes como a Hisense, Philips e Sony com uma quota de mercado inferior, apesar de serem marcas que possuem equipamentos com muita qualidade.

 

A escolha de uma televisão pode ser influenciada por vários critérios. Para além do preço, que é na maior parte das vezes o principal fator, a dimensão do ecrã, fabricante, tecnologia do painel (OLED, QLED, LED, etc.), resolução da imagem (FHD, 4K, 8K, etc…), design e sistema operativo, são algumas das das características que podem ser levadas em conta na decisão de optar por um determinado modelo em detrimento de outros.

 

1384894249vendatv1_fixed_big

 

À parte das televisões equipadas com tecnologia OLED, em que a qualidade da imagem se distancia de forma mais acentuada das televisões com outras tecnologias, todas as restantes televisões são relativamente "iguais". Para o utilizador “comum”, quando vai a uma grande superfície escolher uma TV e vê uma série de modelos lado a lado a passar o mesmo conteúdo, as diferenças a nível da imagem são na maior parte das vezes mínimas e pouco perceptíveis, mesmo em modelos cujos preços são mais dispares. A mesma situação relativamente ao som, design, software e acessórios. Na maior parte das vezes nenhuma característica é realmente muito diferente entre vários modelos.

 

No meio toda a oferta, onde é que a Philips se diferencia dos restantes fabricantes? Precisamente com o sistema Ambilight. Esta inovação (que já tem alguns anos) permite criar um ambiente mais envolvente e imersivo, através de um sistema de iluminação dinâmico que é projetado atrás da TV, de modo a fazer transparecer que a imagem transborda para fora da mesma. As cores são alteradas dinamicamente, conforme a imagem que está a ser mostrada no ecrã. Parece magia, mas não é. Na traseira da TV existe um sistema de iluminação que projeta luz na superfície que estiver atrás – normalmente uma parede.

 

Ao longo deste artigo poderá visualizar 4 vídeos que gravei para demonstrar as potencialidades do Ambilight.

 

Philips Ambilight

 

Leia o resto deste artigo »





Controle vários equipamentos ligados à sua Smart TV apenas com um comando

9 08 2018

Através de diferentes tecnologias é possível utilizar apenas um comando, o da TV, para controlar diversos equipamentos conectados à Televisão. Neste artigo vou explicar como controlar quer a MEOBox quer o Raspberry Pi  com o comando de uma Smart TV Samsung. Designado de Samsung One Remote, pela pouca informação técnica que consegui apurar, este possui várias tecnologias de comunicação, como infravermelhos (IR), radiofrequência (RF) e/ou Bluetooth (BT). Em relação ao Bluetooth consulte informações adicionais no final deste artigo.

 

Através do sistema Samsung Universal Remote e do HDMI-CEC, 2 tecnologias distintas, é possível controlar os dispositivos que estejam conectados à televisão. Com o One Remote, também designado por Smart Remote ou Smart Control, controlo não só a TV, mas também a MEOBox e o Raspberry Pi, um mini computador que está a correr o PiPplware, um sistema operativo para o Raspberry Pi baseado em Linux que inclui software de entretenimento como o KODI. Desta forma passei a utilizar um só comando para a TV, para a BOX da MEO e para o Raspberry Pi. É muito prático.

 

 image

 

 

Para este artigo foram utilizados os seguintes equipamentos:

  • MEOBox (modelo ARRIS VIP2262 V2)
  • Smart TV Samsung (modelo UE49MU6505U)
  • Comando da TV Samsung (modelo RMCSPM1AP1)
  • RaspBerry Pi 2 (modelo B)

 

 

O comando, que é bastante ergonómico, minimalista e prático, inclui um microfone para o utilizador, após pressionar um botão, dar instruções de voz para a TV como mudar de canal, alterar o volume, play, pause, alterar o source, etc.. Suponho que a não seja possível comunicar grandes quantidades de dados, nomeadamente voz, por infravermelhos, e provavelmente por causa disso o comando também utiliza tecnologia de radiofrequência. Outra vantagem da utilização da radiofrequência é que ao contrário da comunicação por infravermelhos, não tem que existir contacto visual entre o comando e a TV, para além do raio de ação ser maior.

 

IMG_2887

 

Com o One Remote não é possível efetuar todas as operações que são são possíveis com o comando da MEO, no entanto, tem as funcionalidades que utilizamos na maior parte das vezes, como mudar de canal, alterar o volume, aceder às gravações e ao guia da TV. Conseguirá até mesmo ligar a BOX da MEO com o comando da TV.

 

 

 

 

Configuração do sistema Universal Remote na Smart TV Samsung

Aparentemente, pelo que pude apurar em pesquisas, as BOXs da MEO não suportam HDMI-CEC. O sistema Samsung Universal Remote não utiliza o HDMI-CEC, mas sim o próprio emissor de infravermelhos do comando, no caso de comunicação com a MEO Box. Assim, este sistema é compatível com receptores de TV, DVD e Blu-ray Players, sistemas de Home Theatre, Apple TV, Google Chromcast, XBOX, PlayStation, etc.. Alguns dispositivos externos podem não suportar esta funcionalidade.

Para iniciar o assistente de configuração selecione na TV o dispositivo que pretende controlar com o comando da TV e escolha, carregando  no botão para cima no teclado direcional (roda), a opção Universal Remote.

IMG_2890

  

 

Carregue em Start.

IMG_2891

Leia o resto deste artigo »








%d bloggers like this: