Microsoft SQL Server-Erro na instalação “Could not find the Database Engine startup handle.”

2 08 2016

 

Em determinadas circunstâncias, no final da instalação do Microsoft SQL Server pode ser mostrada a seguinte mensagem de erro:

image

“Could not find the Database Engine startup handle.”

 

 

Cenário em que o erro foi mostrado:

  • S.O.: Windows 10 Home 64 bits (Windows NT 6.3 <X64> – Build 10586).
  • SQL Server: Microsoft SQL Server 2014 – 12.0.4100.1 (X64) Express Edition.

Leia o resto deste artigo »





SQL Server 2014 – Curso Completo

1 08 2016

imageDo autor Alberto Magalhães, o livro “SQL Server 2014 – Curso Completo” da editora FCA é uma publicação que tem por objetivo cobrir as principais funcionalidades e melhorias do SQL Server 2014, plataforma de base de dados da Microsoft.

Com 624 páginas, o conteúdo está muito bem estruturado e apresenta uma linguagem simples para que todos os interessados nesta tecnologia, como estudantes, programadores, administradores de bases de dados, consultores de ERP e outros profissionais da área possam aprofundar os seus conhecimentos.

O preço de mercado ronda os 40 Euros e está está em linha com as publicações do género. Ainda que neste momento já esteja disponível a versão 2016 do SQL Server, por ser ainda relativamente recente os fabricantes de software (como por exemplo a Primavera e a PHC) e a industria estão em fase de testes e a garantir a compatibilidade dos seus produtos com esta versão. Por questões relacionadas com segurança, risco e estabilidade, é comum a industria aguardar meses ou mesmo anos até adotar determinada versão de um produto ou tecnologia critica ou nuclear. Assim, este livro é altamente recomendado, apesar de não ser referente à última versão do produto.

 

Leia o resto deste artigo »





Microsoft SQL Management Studio-Alternativas gratuitas

10 01 2016

 

Por vezes, é necessário efetuar operações no servidor ou em bases de dados Microsoft SQL Server, num curto espaço de tempo. Seja para efetuar um update em uma tabela, executar um select, etc.

A opção mais óbvia e “segura” é utilizar o Microsoft SQL Management Studio, no entanto este pode não estar instalado. Nesse caso, é necessário descarregar (se for o caso), e proceder à instalação, o que pode implicar bastante tempo. O instalador tem pré-requisitos que têm que ser cumpridos antes da instalação propriamente dita, para além do tamanho do instalador e do facto de existirem várias versões.

 

 

Algumas aplicações, como sistemas de ERP por exemplo, que assentam sobre a plataforma SQL Server, não têm incorporada uma consola de acesso ao servidor de dados. Outros que no passado tinham, deixaram de ter ou passaram a restringir o acesso ao servidor de dados, para dar resposta ao Despacho n.º 8632/2014, nomeadamente ao ponto 3.1.3:

 

“Controlar direta ou indiretamente a base de dados que utiliza e o registo do n.º de reposições de cópias de segurança (backup) efetuadas, por exemplo, através de sistemas de controlo que validem a base de dados no fecho e arranque da aplicação, de forma a evidenciar eventuais manipulações ou alterações de dados na base de dados, por outra via que não a aplicacional”

 

O objetivo do ponto 3.1.3 do Despacho n.º 8632/2014 é forçar a que todas as alterações, inserções ou eliminações de dados tenham que ser efetuadas por via aplicacional por forma a garantir ao máximo a integridade e consistência dos dados, já que instruções executadas diretamente dentro da base de dados, como um update, insert ou delete, não têm qualquer tipo de controlo e validação ao nível das regras de negócio dos sistemas ERP. Não existindo por parte das aplicações, a possibilidade de acesso direto aos dados, seja por que motivo for, passa a ser necessário recorrer a aplicações externas, para executar instruções diretamente nas bases de dados, sempre que tal for necessário.

 

Leia o resto deste artigo »





Aceder ao conteúdo de base de dados SQL Server Compact (sdf)

24 09 2015

 

Para aceder facilmente ao conteúdo de uma base de dados SQL Server Compact (extensão *.sdf), poderá utilizar o SdfBrowser que está disponível em http://brain2cpu.com/#.

 

image

 

Leia o resto deste artigo »





Erro no processo de atualização do Microsoft SQL Server

6 06 2014

 

Ao actualizar o SQL Server para uma versão superior, poderá receber o seguinte erro:

Troubleshooting093-03

“There are no features selected for upgrade.”

 

Leia o resto deste artigo »





Projecto Colibri RCP 9

30 06 2013

O Projecto Colibri RCP 9, aplicação de facturação multiplataforma, disponível para Linux, Windows e Mac OS X, lançou a versão 9 que traz consigo algumas novidades, onde se destaca, na edição gratuita, a possibilidade de exportar o ficheiro SAFT com a nova estrutura de dados (1.02-Portaria 160/2013) que vai vigorar a partir de 1 de Julho de 2013.

 

image

 

 

Novas funcionalidades:

  • Módulo POS (não disponível na edição gratuita).
  • Ligação ao WebService da Autoridade Tributária, para comunicação de dados de facturação e documentos de transporte (não disponível na edição gratuita).
  • Integração com o WebService VIES quer permite que ao criar uma ficha de uma entidade, depois de indicar o NIF, o Colibri possa completar automaticamente os restantes dados como nome, morada, etc (não disponível na edição gratuita).
  • Factura Electrónica (não disponível na edição gratuita).
  • Integração com Google Maps (não disponível na edição gratuita).
  • Várias melhorias e resolução de problemas em todas as edições, que podem ser consultadas aqui.

 

O módulo POS , que opcional nas edições intermédias, é uma das novidades com maior impacto para o utilizador. Com um design minimalista, este módulo poderá ser utilizado em empresas ligadas ao retalho, com “frente de loja”, para o registo de documentos de venda de forma simplificada e rápida. Com o recurso a um ecrã touchscreen permite que o utilizador, mesmo não possuindo nenhum conhecimento da aplicação registe rapidamente uma venda, podendo imprimir o documento numa impressora de talões, e inclusive utilizar uma gaveta de dinheiro.

 

 

O comparativo de funcionalidades por edição pode ser consultado aqui.

 

 

Imagens do Projecto Colibri 9 em Mac OS X

Lista de empresas

listaempresas

 

 

 

Motores de base de dados suportados

motoresbd

 

 

 

Ambiente de trabalho do Colibri

ambientetrabalho

 

Leia o resto deste artigo »





SQL Server-Como resolver problemas relacionados a conflitos de Collation

9 03 2013

Excerto de um excelente artigo sobre collations no SQL Server.

 

Fonte: Blog Gustavo Maia Aguiar

 

Esse é um dos erros comuns quando trabalhamos com colunas textuais em operações de concatenação ou quando colunas textuais são utilizadas em operações de junção (JOINs) ou em combinação de resultados distintos (UNION). Nesse artigo descreverei porque isso acontece e alternativas para contornar ou resolver esse erro.

 

Um pouco sobre collation

Não sei se todos os que recebem essa mensagem sabem propriamente porque ela acontece e o que é o tal da collation. No fim das contas o que é importa é resolver o problema (mesmo sem saber exatamente qual era), mas penso que resolver o problema sabendo do que se trata é melhor do que resolvê-lo sem saber do que se trata. Assim sendo, farei uma breve descrição do que é collation.

 

Definir collation pode ser um pouco difícil, mas para tornar esse conceito simples, prefiro dizer que collation é a forma como tipos textuais serão armazenados, comparados e ordenados. A escolha da collation influenciará nesses três aspectos e a partir disso é que algumas facilidades podem ou não estar disponíveis. Uma collation que faça distinção entre maiúsculas e minúsculas considerará a letra "A" e a letra "a" como caractéres diferentes. Uma collation que faça distinção entre acentos também considerará a letra "Á" diferente da letra "A". Se a collation não faz distinção entre maiúsculas e minúsculas e nem acentos, então poderemos considerar que as letras "A", "a", "Á", "á", "À", "à", "Ã" e "ã" são equivalentes. Há um artigo muito bom publicado por Mauro Pichiliani explicando mais sobre collations. Recomendo que os interessados dêem uma lida. O artigo pode ser acessado através do link http://imasters.uol.com.br/artigo/262. Para aqueles que querem escovar bits e byte em torno desse assunto, o livro Inside SQL Server 2005 – The Storage Engine será de grande valia.

Leia o resto deste artigo »








Seguir

Get every new post delivered to your Inbox.

Junte-se a 532 outros seguidores

%d bloggers like this: