Aceder ao conteúdo de base de dados SQL Server Compact (sdf)

24 09 2015

 

Para aceder facilmente ao conteúdo de uma base de dados SQL Server Compact (extensão *.sdf), poderá utilizar o SdfBrowser que está disponível em http://brain2cpu.com/#.

 

image

 

Leia o resto deste artigo »

Anúncios




SQL Server 2012 – Curso Completo

29 08 2013

Editado pela conhecida editora FCA, o livro SQL Server 2012 – Curso Completo, da autoria de Alberto Magalhães,  é um excelente livro quer para iniciados em SQL Server, quer para utilizadores e administradores de bases de dados com nível intermédio e avançado. Este livro para além de apresentar e detalhar as novidades e melhorias introduzidas na última versão do SQL Server, é uma excelente forma de obter e melhorar os conhecimentos de qualquer administrador de base de dados ou qualquer outro profissional de TI que interaja com esta tecnologia.

 

Aborda temas desde a instalação, versões e edições, manutenção, monitorização, módulos existentes, entre outros tópicos. A linguagem e grafismo utilizados  pelo autor são extremamente acessíveis e concisos, o que ajuda na compreensão e assimilação dos assuntos abordados. Em suma, é um livro altamente recomendado.

 

Leia o resto deste artigo »





SQL Server-Como resolver problemas relacionados a conflitos de Collation

9 03 2013

Excerto de um excelente artigo sobre collations no SQL Server.

 

Fonte: Blog Gustavo Maia Aguiar

 

Esse é um dos erros comuns quando trabalhamos com colunas textuais em operações de concatenação ou quando colunas textuais são utilizadas em operações de junção (JOINs) ou em combinação de resultados distintos (UNION). Nesse artigo descreverei porque isso acontece e alternativas para contornar ou resolver esse erro.

 

Um pouco sobre collation

Não sei se todos os que recebem essa mensagem sabem propriamente porque ela acontece e o que é o tal da collation. No fim das contas o que é importa é resolver o problema (mesmo sem saber exatamente qual era), mas penso que resolver o problema sabendo do que se trata é melhor do que resolvê-lo sem saber do que se trata. Assim sendo, farei uma breve descrição do que é collation.

 

Definir collation pode ser um pouco difícil, mas para tornar esse conceito simples, prefiro dizer que collation é a forma como tipos textuais serão armazenados, comparados e ordenados. A escolha da collation influenciará nesses três aspectos e a partir disso é que algumas facilidades podem ou não estar disponíveis. Uma collation que faça distinção entre maiúsculas e minúsculas considerará a letra "A" e a letra "a" como caractéres diferentes. Uma collation que faça distinção entre acentos também considerará a letra "Á" diferente da letra "A". Se a collation não faz distinção entre maiúsculas e minúsculas e nem acentos, então poderemos considerar que as letras "A", "a", "Á", "á", "À", "à", "Ã" e "ã" são equivalentes. Há um artigo muito bom publicado por Mauro Pichiliani explicando mais sobre collations. Recomendo que os interessados dêem uma lida. O artigo pode ser acessado através do link http://imasters.uol.com.br/artigo/262. Para aqueles que querem escovar bits e byte em torno desse assunto, o livro Inside SQL Server 2005 – The Storage Engine será de grande valia.

Leia o resto deste artigo »





SQL–Converter texto em maiúsculas e minúsculas

29 08 2011

 

Na linguagem SQL, as funções UPPER e LOWER permitem converter texto para  maiúsculas e minúsculas. Esta é uma ajuda preciosa para uniformizar a informação dentro de uma base de dados, sem ter que percorrer todos os registos manualmente.

 

 

A estrutura desta instrução é a seguinte:

Converter o texto de um campo, para maiúsculas:

UPDATE TABELA
SET CAMPO = UPPER(CAMPO)

 

Converter o texto de um campo, para minúsculas:

UPDATE TABELA
SET CAMPO = LOWER(CAMPO)

 

 

SodaPopSmall500

 

 

Neste exemplo, vou converter em maiúsculas a localidade referente ao código postal, de todos os clientes do Primavera Express. Obviamente que poderá utilizar para outros campos, tendo apenas de mudar o nome do mesmo.

 

1º – Com o Primavera fechado, abra o Administrador e comece por fazer uma cópia de segurança (para ajuda veja este artigo).

 

2º – Depois de seleccionar a base de dados onde pretende aplicar esta instrução, carregue simultaneamente nas teclas CTRL+ALT+P para entrar Dentro de Ficheiros. Neste caso abri a tabela de clientes para comparar o “antes com o depois” de executar a instrução:

 

image

Leia o resto deste artigo »





Primavera Express–Exportar / Importar o PRIEMPRE

23 12 2010

imageNo seguimento do post onde foi abordado o processo de criar uma cópia de segurança do Primavera Express, e de todo o processo de migração ou reinstalação do PE (neste post), surge este novo que tem como objectivo explicar como fazer uma cópia de segurança do PRIEMPRE para posteriormente repor, no caso de reinstalar o sistema operativo e como consequência o Primavera Express, ou move-lo entre computadores.

 

O que é o PRIEMPRE e para que serve?

O PRIEMPRE é uma base de dados onde ficam guardadas algumas informações  do Primavera Express, como empresas presentes no sistema, utilizadores criados, perfis, entre outras.

 

Em que circunstâncias pode ser útil manter o mesmo PRIEMPRE quando o Primavera Express é transferido entre computadores, ou reinstalado?

Pode ser útil exportar o PRIEMPRE quando o utilizador quer manter, na nova instalação, os utilizadores e perfis, caso tenham sido criados anteriormente. Também poderá ser importante para manter as informações da empresa, como o nome, morada, NIF, capital social, etc. Embora nesse caso seja mais fácil e rápido voltar a preencher manualmente todos os campos.

Leia o resto deste artigo »





Como Importar Dados do Primavera Express Directamente Para Excel

1 05 2010

 

Ligando uma folha de cálculo a uma base de dados, podemos obter toda a informação, para posteriormente, com toda a liberdade e potencialidade que o Excel nos oferece, modificar e modelar os dados de uma forma eficaz e prática.

 

Para este exemplo foi utilizado o Excel 2003.

 

Menu Dados > Importar dados externos > Importar Dados

image

 

 

 

Escolha a opção “Nova ligação a servidor de SQL”. Importação de dados de outras fontes estão disponíveis através da opção “Ligar a uma nova origem de dados”

image

 

 

Leia o resto deste artigo »








%d bloggers like this: