Filamento de Impressão 3D Moebyus-Análise

27 08 2018

Moebyus Machines, S.L.A Moebyus, fabricante espanhol de Impressoras 3D, acessórios, componentes e filamento, enviou-me 1 bobina de 500 gramas de filamento PLA (1,75 mm de diâmetro), cor Dark Orange. Utilizei este filamento numa impressora Blocks Zero. O preço deste filamento é de 14,50 EUR. Os portes de envio para Portugal tem o custo de 6,5 EUR.

 

Para além de PLA, o material mais utilizado na Impressão 3D doméstica, a Moebyus também produz filamento de outros materiais como ABS, HIPS, PETG, PVA, TPE, TPU e Wood. Quanto ao diâmetro a Moebyus disponibiliza 1,75mm e 3mm.

 

IMG_2918

 

 

O embalamento do filamento, como é habitual, é efetuado a vácuo, com uma saqueta de sílica para absorver humidade.

IMG_2919

 

O processo de utilizar um novo filamento funciona normalmente pelo método de tentativa e erro até encontrar os parâmetros ideais, como temperatura, velocidade, etc. O intervalo de temperaturas indicadas pelos fabricantes é por norma bastante alargado. Neste caso a Moebyus indica que este filamento deve ser utilizado entre 190º e 230º. No meu caso, entre 235 e 240º verifiquei que a qualidade era satisfatória para mim, por isso imprimi quase sempre neste intervalo de temperaturas, apesar de anteriormente ter tentado outras temperaturas inferiores, com resultados menos positivos. Ao nível da velocidade imprimi quase sempre, em média, a 40mm/s.

 

IMG_2923

Na impressão deste barco, denominado de 3DBenchy e utilizado normalmente para aferir a qualidade da impressão, utilizei primeiramente um outro filamento roxo, e só depois o filamento cor de laranja.

 

O enrolamento do filamento na bobina, apesar de não ser tão perfeito como por exemplo nas bobinas BQ Easy Go, não revelou problema algum e nenhuma impressão das várias dezenas que fiz foi interrompida por problemas desta ordem.

Leia o resto deste artigo »





EUMAKEIT-Utilize as bobinas de filamento para criar novos objetos

21 07 2018

Os utilizadores da tecnologia de impressão 3D FDM (Fused Deposition Modeling), a tecnologia mais comum na industria de impressão 3D, em que são utilizadas bobinas de filamento, estão habituados a deitar as bobinas para o lixo, quando estas já não têm filamento.

 

IMG_9922

 

E se fosse possível aproveitar as bobinas para construir novos objetos? É precisamente isso que se propõe fazer o inovador projeto EUMAKEIT da EUMAKERS, fabricante italiano de filamento para impressoras 3D. Um conceito muitíssimo interessante que permite dar uma nova vida às bobinas, que por norma, quando o filamento termina, pouca ou nenhuma utilidade têm.

 

IMG_9905

 

Para além desta característica das bobinas deste fabricante, é importante referir que estas são acompanhadas de um suporte que pode ser utilizado com as bobinas da EUMAKERS e com bobinas de outros fabricantes (desde que tenham até um determinado tamanho). Extremamente útil para utilizar as bobinas em situações em que a impressora não vem acompanhada de um suporte de bobinas (como no caso da Impressora BQ Witbox Go! por exemplo), quando o suporte de bobinas da impressora não está preparado para determinadas bobinas, ou em outras situações. A base do suporte tem 2 fitas adesivas para que o suporte fique estável e não se mova. As fitas não deixam resíduos nem estragam as superfícies e podem ser reutilizadas várias vezes.

 

IMG_9906

 

Alguns filamentos da EUMAKERS são acompanhados por esta bobina especial, que é composta por vários elementos. A bobina pode ser decomposta em 8 componentes e o suporte em 2, o que dá um total de 10 componentes, conforme a imagem em baixo  demonstra. Quando a bobina já não tiver filamento é possível desmontar a mesma em várias partes e utilizar essas mesmas partes para construir novos objetos, juntamente com a impressão de outras peças. A EUMAKERS disponibiliza no seu site uma série de projetos, algumas deles que se podem converter em autenticas obras de design. Desde suportes para tablets, headphones, cápsulas de café e rolos de papel de cozinha, até amplificadores de som para iPhone e copos para a escova de dentes, entre outros.

 

IMG_1833

 

 

É designer e pretende colaborar com este projeto? Basta ter uma ideia criativa e propor à EUMAKERS a publicação do seu projeto.

 

 

image

 

Com alguns itens extra, é ainda possível ir mais longe. Que tal combinar a impressão de peças 3D, com componentes da bobina e alguns componentes elétricos para criar candeeiros?

 

image

imageimage

imageimage

Times_Square_1_03Gravity_01

Boombox_01Flippy_01

Blossy_01headphone_holder_EUMAKERS_01

Leia o resto deste artigo »





Sakata3D – Análise ao filamento PLA CHROMA-850 e PLA 850

28 05 2018

No seguimento do artigo Sakata3D – Filamento para Impressão 3D (que deve ler como introdução a este artigo), testei o filamento PLA que a Sakata3D me enviou, que foi utilizado para a impressão de algumas dezenas de modelos. Cada uma das 2 bobinas, PLA CHROMA-850 e PLA 850, tem o peso de 1 Kg e o filamento tem 1,75 mm de diâmetro (este poderá variar +/- 0,03mm).

 

O PLA é o material mais utilizado na impressão 3D doméstica que utiliza tecnologia FDM. É seguro porque tem como base materiais orgânicos renováveis, não produz odores e está disponível numa variedade muito alargada de cores. O grau de dificuldade na sua utilização é muito reduzido. Não é necessária plataforma de impressão aquecida e o warping (deformação/contração) é mais reduzido comparativamente a outros materiais. Também o baixo custo, comparativamente a outros materiais mais avançados, é uma vantagem do PLA. Este material também tem a vantagem de ser amigo do ambiente, já que é biodegradável (em determinadas condições de compostagem) tendo assim um baixo impacto ambiental.

 

O PLA da Sakata3D, baseado na matéria prima Ingeo PLA 3D850, é um PLA avançado, com melhores propriedades térmicas e mecânicas, comparativamente ao PLA standard.

 

IMG_0893

 

Nas 2 bobinas não encontrei nenhum problema relacionado com o enrolamento do filamento. Nenhuma das impressões foi abortada por problemas relacionados com esta questão.

 

No que diz respeito à aderência do filamento à plataforma de impressão e ao warping, mais uma vez nada a registar. A minha impressora, uma Blocks Zero, não tem plataforma de impressão aquecida e todas as impressões foram efetuadas sem problemas. Embora não seja obrigatório quando estamos a utilizar PLA, uma plataforma de impressão aquecida pode ser útil em determinadas situações, nomeadamente em modelos com dimensões maiores onde existe tendência para warping nas extremidades. Assim, se a sua impressora possuir uma mesa aquecida e se a pretender utilizar com este filamento, a temperatura desta deverá situar-se entre os 50°C e 70°C.

 

IMG_0912

 

Apesar deste filamento poder ser utilizado até velocidades na ordem dos 200mm/s, quase sempre imprimo, em média, a 40mm/s, o que também aconteceu com este filamento. A aderência das camadas entre si é perfeita. A quase totalidade das impressões foram efetuadas com layer de 0,2mm.

 

Quanto à temperatura do extrusor, a Sakata3D recomenda que esta se situe entre 190ºC e 230ºC. Escolhi a temperatura de 225ºC que me pareceu ser a mais adequada e que aparentemente permitiu obter melhores resultados. Apesar de não ter efetuado qualquer teste com rigor científico, fiquei com a sensação que o PLA que testei é bastante rígido.

 

 

 

 

Algumas fotos dos artigos que imprimi com o filamento PLA CHROMA-850

Relativamente a esta bobina importa referir que a minha impressora tem uma área de impressão relativamente reduzida (12cm x 14cm x 12cm) e que por esse motivo pode ser difícil de “acertar“ nas impressões escolhidas para ver o resultado em que a cor transita de uma para outra na mesma impressão. O cenário perfeito para utilizar este filamento seria utilizar uma impressora com uma grande área de impressão, nomeadamente em altura (eixo Z), e imprimir modelos suficientemente altos para utilizar várias tonalidades do filamento.

 

Nesta imagem poderá visualizar a diferença de tonalidades das cores, entre as várias camadas da bobina.

IMG_0962

Leia o resto deste artigo »





Sakata3D – Filamento para Impressão 3D

4 05 2018

A inovação na tecnologia de Impressão 3D tem sido enorme nos últimos anos. Uma maior e melhor oferta está agora disponível no mercado a preços mais baixos. Esta evolução estende-se obviamente ao filamento de Impressão 3D. A variedade de materiais e cores disponíveis tem vindo a aumentar cada vez mais. Os fabricantes têm feito um esforço muito grande para melhorar a experiencia de utilização desta tecnologia e eliminar ou reduzir problemas do passado.

 

Recentemente neste blog abordei duas melhorias relacionadas com o filamento, não propriamente ligadas à qualidade do mesmo, mas relacionadas com as bobinas. Neste artigo escrevi sobre o sistema Easy Go da BQ, que diminui problemas relacionados com o enrolamento do filamento nas bobinas. Neste outro artigo abordei como a EUMAKERS, um fabricante de filamento, criou uma nova bobina que permite que esta seja decomposta em várias partes e estas sejam reaproveitadas na sua totalidade para criar novos objetos ou integrar projetos de impressão.

 

image

 

A Sakata3D Filaments é uma marca pertencente à empresa espanhola POLIMERSIA GLOBAL, S.L., sediada em Granada, que produz uma ampla gama de filamento, com vários materiais como PLA e ABS e diâmetros (1,75 e 2,85mm). Recentemente esta empresa apresentou ao mercado um produto diferenciador. Embora não tenha a certeza se será o primeiro fabricante mundial a oferecer um filamento com várias cores numa só bobina, é de facto a primeira vez que encontro este produto no mercado, apesar de no passado ter procurado em vários fabricantes e lojas por este tipo de filamento. De certo que as bobinas PLA CHROMA-850 e PLA DUO-850 marcam pela diferença e permitem criar objetos únicos, com várias cores e transições curtas e suaves entre elas. O objetivo da maior parte dos utilizadores que procuram este tipo de filamento é certamente criar objetos decorativos, como vasos por exemplo, com as dimensões suficientes onde fique visível no resultado final a transição entre várias tonalidades de cores.

 

A Sakata3D não utiliza PLA normal para produzir as suas bobinas. É utilizado PLA especial, da NatureWorks Ingeo, que tem características térmicas e mecânicas superiores ao PLA normal, no caso dos produtos da série 850. O PLA dos produtos série 870 é ainda mais avançado e pode substituir o ABS, sem a complexidade e requisitos adicionais que a impressão deste material por norma exige. Chega mesmo a superar largamente o ABS no que diz respeito à resistência térmica e propriedades mecânicas, conforme o gráfico seguinte demonstra (clique na imagem para a abrir em tamanho maior).

 

Sa33

 

Um outro produto diferenciador da Sakata são os produtos REFILL. Este filamento está enrolado, mas sem a bobina. O objetivo é utilizar sempre a mesma bobina “universal”, denominada de MasterSpool, compatível com o filamento de vários fabricantes, e passar a comprar apenas o filamento. O que se consegue com este sistema é, por um lado reduzir o custo do filamento uma vez que este não inclui a bobina, e por outro criar um sistema mais ecológico que evite o desperdício da maior parte das bobinas (exceção para algumas bobinas de alguns fabricantes como a EUMAKERS) em que no final da sua utilização, estas não têm qualquer utilidade e acabam por ir parar ao lixo. O link para descarregar a MasterSpool (ficheiro STL) para posteriormente imprimir está disponível na página dos produtos REFILL, nomeadamente o REFILL-850, mas também poderá aceder através deste link. Mais informações sobre o projeto MasterSpool aqui.

 

IMG_0892

 

A POLIMERSIA GLOBAL, S.L. enviou-me 2 bobinas de 1 Kg para análise (ambas de PLA e diâmetro 1,75mm). A bobina de PLA CHROMA-850, multicor (consigo identificar 4 ou 5 tonalidades distintas), tem o custo de 26,99 Euros. Para uma bobina “especial”, o preço pedido é muito bom. Afinal estamos a falar de um produto que sai fora do tradicional e não será de todo fácil de encontrar no mercado. O único senão é que não é possível escolher nem as cores que vão fazer parte da bobina nem a quantidade de cada cor. Talvez no futuro isso possa ser diferente. Este artigo só está disponível para compras através da Internet. A outra bobina é de cor purple e tem o custo de 25,75 Euros, um valor que está ajustado com o valor que normalmente é praticado.

 

As bobinas, tal como é habitual, vêm embaladas a vácuo. Está presente uma saqueta de sílica gel para absorver a humidade e manter o filamento seco. O enrolamento do filamento na bobina parece ter bastante rigor. Não se esperam problemas a este nível. Aliás, este ponto parece ser levado muito a sério pela Sakata, segundo o que é enunciado aqui.

 

IMG_0893

Leia o resto deste artigo »





Filamento PLA BQ Easy Go

8 03 2018

De entre as muitas variáveis que podem fazer com que uma impressão 3D seja mal sucedida, ou não tenha o resultado esperado, está o entrelaçamento do filamento nas bobinas.

 

Imagine que vai imprimir um determinado modelo e que o tempo estimado para a conclusão do mesmo são 15 horas. O mais certo é que durante todo o este tempo o utilizador não fique junto à impressora a observar o processo de impressão. É comum acompanhar apenas os primeiros minutos para garantir que as primeiras camadas são impressas corretamente e depois deixar a impressora fazer o seu trabalho. Agora imagine que após as 15 horas estimadas, verifica que a impressão não foi concluída com sucesso porque a impressora deixou de conseguir puxar o filamento da bobina por este estar entrelaçado. É no mínimo frustrante, para além da perda de tempo e do consumo de filamento que vai diretamente para o lixo.

 

image

 

Quem conhece o mundo da impressão 3D há algum tempo certamente já passou por esta situação desagradável. Faz parte do processo de aprendizagem associado a esta tecnologia que tem muito de “tentativa e erro”.

 

Nas bobinas com este problema, para impedir que isto aconteça, o utilizador tem que estar constantemente junto da impressora para manualmente ir desbloqueando o filamento à medida que tal vai sendo necessário. Ainda que seja possível fazer isto, em certas circunstâncias não é de todo viável ficar preso o tempo todo à impressora, principalmente em trabalhos de impressão de muitas horas.

 

image

 

Consciente deste problema, comum a vários fabricantes, a BQ passou a disponibilizar uma nova gama de bobinas de filamento denominadas de Easy Go. Segundo a BQ as novas bobinas são produzidas com um novo sistema de enrolamento que é dos mais rápidos e inovadores do mundo, contando com um sistema de sensores de fibra ótica para definir o enrolamento do filamento na bobina de forma rápida e precisa.

Leia o resto deste artigo »





Análise-Filamento para Impressoras 3D EUMAKERS

3 01 2018

Artigo relacionado: Eumakers-Fabricante Italiano de Filamento para Impressoras 3D

 

O filamento produzido pela EUMAKERS, em Itália, é um filamento de qualidade premium que utiliza materiais food-safe.

A bobina de 1 kg vem embalada a vácuo, selada numa embalagem de plástico, contendo no seu interior uma saqueta de sílica para absorver a humidade. A bobina vem dentro de uma caixa de papelão, que inclui ainda um saco de armazenamento, com fecho, para colocar a  bobina sempre que esta não for utilizada.

Durante a utilização dos vários filamentos que me foram enviados para análise (diâmetro de 1,75 mm) não detetei nenhum problema com o produto, nomeadamente no que diz respeito à  aderência do filamento à plataforma de impressão, nem deformação (warping). As impressões ficaram bastante consistentes e com qualidade uniforme.

 

EUMAKERS_logo (1)

 

Na bobina de 1 kg de filamento, com 4 cores (250 g x 4), apenas detetei um pequeno contratempo derivado do facto de numa das várias impressões que fiz a impressora não ter conseguido continuar a puxar o filamento, o que fez com que uma impressão que já tinha iniciado à várias horas, tenha ficado completamente inutilizada. A impressora “imprimiu” várias camadas, sem filamento. É necessário referir que esta bobina tem 4 filamentos distintos, de cores diferentes. Apesar das extremidades de cada um dos filamentos estarem devidamente “presas” com autocolante, para evitar o entrelaçamento, esta situação ocorreu. Nada de grave, no entanto algumas horas de impressão foram perdidas. Não sendo muito comum, esta situação também acontece com filamentos de outros fabricantes. Ou porque o filamento não foi devidamente alinhado durante a sua colocação na bobina ou, mais comum, quando é necessário guardar uma bobina depois de ter sido parcialmente utilizada, não existindo o cuidado de prender a extremidade.

 

IMG_9025

A impressora utilizada para testar o filamento da EUMAKERS foi a Blocks Zero e as configurações utilizadas no Cura (versão 15.02.1) foram: layer 0.2 mm (à exceção do barco vermelho em que a impressão foi efetuada com layer de 0.1 mm); velocidade de 40 mm/s ou inferior (velocidade recomendada pela EUMAKERS para a grande maioria dos filamentos que produz); sem plataforma de impressão aquecida. Apesar de a temperatura de impressão recomenda se situar entre os 190 °C e os 210 °C, imprimi, como normalmente, a 220 °C.

 

  

Especificações técnicas do PLA Basic

image

 

 

Fotos de impressões efetuadas com o filamento PLA Basic Multi-color

IMG_9054

IMG_9058

IMG_9061

IMG_9084

IMG_9085

Leia o resto deste artigo »





Eumakers-Fabricante Italiano de Filamento para Impressoras 3D

20 11 2017

Sediada em Itália a Eumakers é um fabricante de filamento para Impressão 3D que se tem destacado pela variedade da sua oferta em relação aos seus concorrentes. Produz 92 filamentos diferentes que se dividem nas categorias Basic (PLA “normal”), Fluorescent, Pearly, Metallized, Metallic, Iridescent, Glossy, Glitter, Photoluminescent e Recycled/Bio. A variedade da oferta é realmente impressionante. Neste momento a Eumakers possui a maior variedade de cores no mercado.

 

EUMAKERS_logo (1)

 

Como termo de comparação, a BEEVERYCREATIVE, fabricante português,  tem disponíveis 13 cores de PLA, 3 de TPU-FLEX, 2 cores PETG e 3 cores de NYLON (no total disponibiliza 21 produtos). A BQ, espanhola, oferece 17 cores de PLA, não produzindo filamento de outros materiais. Estes 2 fabricantes apenas produzem filamento de 1.75mm, algo que é perfeitamente compreensível já que, para além do filamento, desenvolvem e comercializam impressoras que apenas estão preparadas para este diâmetro. A Eumakers mais uma vez se destaca já que para além de 1.75mm, disponibiliza também filamento com diâmetro de 2.85mm. Embora não fabrique, a Eumakers vende impressoras de vários fabricantes como Ultimaker, BQ, BEEVERYCREATIVE e WASP sendo que alguns dos modelos comercializados estão preparadas para utilizar filamento com diâmetro 2.85mm. Outra diferença em relação a outros fabricantes de filamento está no facto de a Eumakers produzir bobinas de PLA Basic com 2 cores (de 500g cada) e com 4 cores (de 250g cada).

Interessado em vender filamento com a sua marca e o seu logótipo? A Eumakers também fabrica filamento para outras empresas que não tenham capacidade produtiva mas que desejem ter filamento com marca própria.

 

Outra das particularidades da Eumakers é o facto de parte das peças de algumas bobinas  poderem ser reaproveitadas para construir diversos objetos, juntamente com a impressão de modelos 3D (ficheiros STL) que são disponibilizados. Um conceito muitíssimo interessante que permite dar uma nova vida às bobinas que, sem filamento, têm pouca ou nenhuma utilidade (exemplos na imagem em baixo e também aqui). Outro detalhe que não foi deixado ao acaso é o facto de, para além da saqueta de sílica gel (que é habitual encontrar nas bobinas de outros fabricantes), ser também enviado um saco de armazenamento, com fecho, para colocar a  bobina sempre que esta não for utilizada. O PLA é um material que pode ver as suas propriedades alteradas quer pela temperatura quer pela humidade. A atenção ao detalhe vai ainda mais longe. Existem tabelas com a temperatura ideal a que cada produto deve ser utilizado nas impressoras dos fabricantes Ultimaker e WASP assim como estão disponíveis perfis do Cura, otimizados para a utilização de filamento da Eumakers nas impressoras BQ Witbox e Hephestos.

 

Banner_Facebook_EUMAKEIT_1200x628_rev.01

 

Em Portugal o filamento da Eumakers pode ser encontrado na Ponto Z, think3D, Diverte e na Print4fun3D. Poderá também comprar filamento diretamente à Eumakers, no entanto há que ter em conta o eventual custo dos portes de envio e a demora na entrega (neste momento existe a oferta da entrega no caso da compra de 4 ou mais bobinas).

Na loja online da Eumakers o preço de 1 bobina de PLA Basic (1 Kg) é de 29.50 Euros + impostos o que perfaz o valor de €35.99. Não esquecer que podem ainda ser adicionados a este valor os portes de envio (que variam entre 17.05 e 24.99 Euros no caso de envio para Portugal). Na Ponto Z o valor de cada bobina é de 36.29 Euros. A diferença de valor, que é mínima, acaba por compensar a compra na Ponto Z já que poderá adquirir diretamente na loja (que se situa em Viseu) ou através do envio por transportadora GLS ou CTT, com valor de portes muito inferior ao valor praticado pela Eumakers.

 

11Capture

Leia o resto deste artigo »








%d bloggers like this: