GO-Global–Gratuito para utilização pessoal (um utilizador)

25 03 2011

imageAnteriormente já referido neste blog (ver artigo), o GO-Global tem desde à algum tempo uma versão gratuita, para uso pessoal, com o limite de um utilizador. Esta é uma excelente novidade que permite melhorar a produtividade, a custo 0, e sem nenhuma complexidade.

 

 

Se não leu o artigo inicial, e ainda não sabe o que é, o GO-Global, ele permite que possa aceder remotamente, pela rede interna (LAN), ou Internet (WAN) a uma aplicação instalada num computador, através de uma sessão independente, sem interferir com a sessão do utilizador onde a aplicação está instalada, utilizando a arquitectura cliente-servidor. É uma alternativa válida ao Citrix, e aos Serviços de Terminal da Microsoft, sistemas muito utilizados em ambientes empresariais, porém com custos de licenciamento, implementação e suporte muito elevados.

 

 

Imagine o seguinte cenário:

  • Na sede da empresa existe um computador com Windows XP, para utilização de uma aplicação de facturação. Existe sempre um utilizador a trabalhar constantemente na aplicação. O computador está ligado à Internet.
  • A empresa tem 1 filial, onde o computador também esta ligado à Internet.

Leia o resto deste artigo »

Anúncios




Graphon GO-Global

8 06 2009

image

O GO-Global da empresa Californiana Graphon permite de uma forma rápida, económica e simplificada implementar o conceito de processamento baseado em servidor e a publicação de aplicações para rede local e para a Internet.

 

Concorrente directo do Citrix  e dos Serviços de Terminal da Microsoft, o GO-Global é uma alternativa que ganha claramente em vários aspectos, a começar pela extrema simplicidade com que em alguns minutos é possível colocar a plataforma a funcionar, e também pelos seus reduzidos custos de licenciamento.

 

A grande vantagem que esta arquitectura permite é o facto de toda a gestão e processamento de aplicações ser centralizada, aumentando a eficacia e segurança, já que todo o processamento é feito do lado do servidor. Podem ser usados computadores baratos ou thinclients com pouco poder de processamento, mesmo com sistemas operativos diferentes do sistema operativo para o qual a aplicação a publicar foi desenvolvida, reduzindo desta forma custos tambem no licenciamento.

 

Leia o resto deste artigo »








%d bloggers like this: