Primavera Pssst e Tlim-Novidades da versão 8.30 SR4

19 09 2018

A Service Release 4 (SR4) da versão 8.30 do Primavera Pssst e Tlim foi disponibilizada em Maio deste ano e trouxe um conjunto de novidades, com destaque para novas funcionalidades relacionadas com o Regulamento Geral de Protecção de Dados (RGPD) e IVA. Em breve irei publicar novos conteúdos no Blog relativamente a este assunto.

 

Poderá descarregar esta versão no artigo: Primavera Pssst e Tlim–Downloads

 

xbanners_1400

 

Fonte: Primavera KnowledgeBase

Foram disponibilizadas novas versões dos produtos POS Integrator, Pssst! e Tlim nas quais se destacam as seguintes novidades:

 

Pssst! e Tlim:

  • Regulamento Geral de Proteção de Dados – Estão agora disponíveis nesta versão as funcionalidades que garantem a segurança e privacidade dos dados pessoais de pessoas singulares, das quais se destacam:
    • Log de acessos a informações pessoais de clientes e operadores;
    • Portabilidade dos dados através da exportação para ficheiros CSV;
    • Cópia de ficheiros para assistência técnica com anonimização de dados pessoais;
    • Garantia do direito ao esquecimento, bloqueando o acesso não autorizado a dados.
  • Diferenciação das taxas de IVA por preçário – Nesta versão fica disponível a parametrização de uma taxa de IVA por preçário. Esta funcionalidade permitirá o uso da aplicação em estabelecimentos com o serviço simultâneo de restaurante e takeaway.
  • Motivo de Isenção de IVA associado ao preçário – Nesta versão, e em complemento da funcionalidade anterior, passa a ser possível associar um Motivo de Isenção de IVA a cada preçário. Esta funcionalidade permite que lojas situadas em zonas francas possam alternar de forma ágil entre a venda com IVA e a venda com Isenção de IVA.

Leia o resto deste artigo »





ebook Primavera – Guia Prático IVA da Restauração

1 07 2016

 

Fonte: PrimaveraBSS

 

Clique na imagem e preencha o formulário para descarregar o documento.

image

Leia o resto deste artigo »





IVA da Restauração-Alteração em 01/07/2016

22 06 2016

Este artigo tem como objetivo reunir informação diversa relativamente à alteração do IVA da Restauração, que vai entrar em vigor em 01/07/2016.

 

image

 

Última edição do artigo: 04/07/2016

 

 

—————————————–

Fonte: Gestão de Restaurantes

Infografia – O que precisa saber sobre o novo IVA da Restauração

Tags Infografia, Inovação, IVA Restauração, Negócio, Restaurante, Software Faturação, Taxa de IVA21 Junho, 2016   

O Orçamento do Estado para 2016 introduziu uma redução da taxa de IVA na restauração de 23% para 13%, com entrada em vigor a 1 de julho de 2016. O seu restaurante já está preparado para cumprir com a nova legislação e tirar o máximo partido desta alteração?
Nesta infografia, veja tudo o que precisa saber para responder às alterações do IVA da Restauração!

 

image

Para além de saber o que muda, é muito importante garantir que o seu software de faturação também está pronto para refletir estas alterações. Sabia que há soluções que garantem o acompanhamento automático das alterações legais e fiscais?

 

 

 

Leia o resto deste artigo »





Restauração às voltas com aplicação do IVA

16 06 2016

Fonte: Correio da Manhã

 

(clique na imagem para a abrir em tamanho maior)

IMG_1500

Leia o resto deste artigo »





Orçamento de Estado para 2016 (OE2016)–Alterações no IVA

10 05 2016

 

Fonte: www.oje.pt

Limitação das bebidas na taxa de IVA da restauração: 13 ou 23%?

Limitação das bebidas na taxa de 13% aplicável à restauração não se aplica ao take away e às entregas ao domicílio.

A proposta do Orçamento do Estado para 2016 reintroduz a aplicação da taxa de 13% aos serviços de alimentação e bebidas. Contudo, por constrangimentos orçamentais, o Governo acabou por ter que limitar a sua proposta, mantendo a aplicação da taxa normal às bebidas alcoólicas, refrigerantes, sumos, néctares e águas gaseificadas ou adicionadas de gás carbónico ou outras substâncias, quando servidas em restaurantes ou estabelecimentos similares.

Simultaneamente, propõe o Governo fazer regressar à taxa de 13% o usualmente denominado “take away” e as entregas de refeições ao domicílio.

IVA-na-restauração

Sucede que nestes últimos casos não se exceciona a aplicação da taxa às bebidas, pelo que, sendo a proposta aprovada nestes termos, se um consumidor consumir uma pizza e um refrigerante num restaurante terá que suportar IVA a 13% na pizza e a 23% no refrigerante, mas, se os levar para casa, suportará 13% de IVA sobre o conjunto.

Admitimos que se trate de um lapso, ainda a tempo de ser corrigido. Ainda assim, ilustra bem a complexidade que se irá introduzir na aplicação desta solução à área da restauração, com inúmeras situações que, por certo, escapam neste momento à conceção do legislador.

 

Leia o resto deste artigo »





Primavera Express-Actualização disponível implementa o novo Regime de IVA de Caixa

28 09 2013

A Primavera disponibilizou à poucos dias uma nova actualização para o Express, que passa para a versão 7.5001.1313, preparada para o Regime de IVA de Caixa. O manual da aplicação, em PDF, que pode ser encontrado em Menu Iniciar > Programas > PRIMAVERA EXPRESS v7.50 > Manuais, foi também devidamente actualizado.

Esta actualização, uma vez que implementa alterações mais complexas na aplicação, obriga a que a base de dados seja também compatibilizada. O processo é descrito de seguida.

Após descarregar e instalar a actualização (menu Ajuda > Procurar actualizações), irá ser mostrado o assistente Setup and Go:

1

Carregue em Próximo para avançar, tanto no primeiro ecrã, como no segundo.

2

Aqui são mostradas as empresas presentes no sistema, assim como a versão da base de dados. Carregue em Próximo para continuar, nos 2 passos seguintes

3

Leia o resto deste artigo »





Web Seminar Primavera-Novo Regime de IVA de Caixa

13 09 2013

Já se encontra disponível no portal da Primavera, a sessão de esclarecimento que decorreu ontem, sobre o ‘Novo Regime de Iva de Caixa’. Pode ser visualizada aqui.

 

image

 

Leia o resto deste artigo »





IVA de Caixa-Infografia

22 08 2013

Infografia sobre o Novo Regime de Iva de Caixa

 

a69b4a63cbd5a0d606202c76bbb2bfe6

Leia o resto deste artigo »





Novo Regime de IVA de Caixa

2 08 2013

Em 1 de Outubro de 2013 entrará em vigor um novo Regime de IVA, denominado “Regime de IVA de Caixa” ou “RIC”, aprovado pelo Decreto-Lei nº 71. Este novo regime, para além das evidentes vantagens irá ter impacto nos ERP’s pois os documentos de venda e liquidação vão sofrer alterações por forma a cumprir com todos os requisitos do Decreto-Lei nº 71, no que diz respeito a menções obrigatórias, e comunicação de documentos de liquidação à AT.

 

 

Fonte: www.sage.pt

Para ajudá-lo a avaliar se a sua empresa tem vantagens em adoptar o Regime de IVA de Caixa, criamos e disponibilizamos aqui o Simulador Sage, gratuito para todas as empresas, sejam ou não clientes Sage. Faça já a sua simulação aqui

 

 

Leia o resto deste artigo »





Primavera disponibiliza micro site sobre o novo regime de IVA de Caixa

17 07 2013

 

Acessível através do endereço www.ivadecaixa.com, a Primavera disponibiliza um micro site com informações sobre o novo regime de IVA de Caixa. Adicionalmente está disponível um simulador, em Excel, que permite aferir se este novo regime poderá ser ou não uma mais valia para a sua organização.

 

Novo Regime de IVA de Caixa

 

Se estiver interessado em assistir ao Webinar que a Primavera está a preparar, registe-se aqui.

 

image

Leia o resto deste artigo »





Calcule o IVA sobre o lucro

12 07 2013

Fonte: www.phc.pt

Aquando da aquisição de um artigo em segunda mão, uma vez que o mesmo já teve a respetiva tributação em sede de IVA, no momento da revenda do artigo, o valor do imposto a pagar não incide sobre o valor da totalidade da venda, mas sim sobre a diferença entre o valor de venda e o valor da compra (lucro).

 

Leia o resto deste artigo »





Aprovado IVA de caixa para empresas que faturem até 500.000€

9 05 2013

Fonte: http://www.dinheirovivo.pt/Economia/Artigo/CIECO156441.html

O Conselho de Ministros aprovou hoje o regime de IVA de caixa, ao qual poderão aderir as empresas qcom um volume de negócios anual até 500 mil euros. Esta medida entra em vigor a 1 de outubro deste ano.

20130509-224757.jpg

Este regime de IVA de caixa, que permite às empresas entregarem ao Estado o imposto somente depois da cobrança das faturas que emitam, irá abranger cerca de 85% do tecido empresarial, disse hoje o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais.

Leia o resto deste artigo »





Nova lei das faturas: o que tem de saber

19 07 2012

Fonte: www.dinheirovivo.pt

Cinco perguntas e respostas sobre a nova medida contra a evasão fiscal que vai permitir às famílias abater no seu IRS até 250 euros do IVA pago na compra de produtos e/ou serviços. Tire as suas dúvidas aqui.

1. O consumidor tem sempre vantagem em ter fatura?
Na esmagadora maioria dos casos, quer o cliente peça ou não a fatura, o IVA está incluído no preço final que paga. E nestes casos passa a haver uma vantagem adicional em guardá-la. Mas subsiste uma franja de atividades em que este “encargo” com o IVA continua a conseguir ser, muitas vezes. contornado. Exemplo: as pequenas obras em casa (em que pode haver a tentação de não pedir fatura para não acrescentar 23% ao orçamento), em reparações “particulares” de carros, entre outros. Uma obra que custe 10 mil euros passa a 12.300 euros com fatura – e o contribuinte só vai reaver 115 euros através da dedução em IRS. Nestes casos, o incentivo é fraco: quem foge ao fisco poupa mais se evitar o IVA logo à cabeça.

2. Quantas faturas preciso de ter para atingir os 250 euros?
Muitas. Nos serviços e produtos sujeitos à taxa de IVA de 23% (que são a maioria), será preciso juntar faturas no valor total de 26.637 euros para conseguir abater ao IRS os 250 euros previstos. De uma forma mais simples: por cada 100 euros de gastos, pode deduzie 94 cêntimos do IVA no IRS. Mas o fisco vai ajudar os contribuintes a fazer as contas porque como passa a ter acesso aos elementos das faturas mensalmente, calcula automaticamente o valor dedutível das faturas emitidas para cada pessoa.

Leia o resto deste artigo »





Primavera Express – Alteração da taxa de IVA normal, para 23%

26 12 2010

imageComo é do conhecimento geral, o Governo decidiu alterar a taxa de IVA normal em 2 pontos percentuais. Esta alteração implica preparar todas as aplicações de facturação para o efeito, de modo a estarem conforme a legislação em vigor.

 

Neste post pretendo explicar como fazer essa alteração automaticamente no Primavera Express, através de uma instrução SQL, poupando assim todo o trabalho que seria necessário, especialmente no caso de existirem muitos artigos.

 

 

Esta actualização deverá ser feita em várias fases:

 

  1. Fazer cópia de segurança da base de dados, antes de qualquer alteração.
  2. Na tabela de taxas de IVA, criar a nova taxa de 23%.
  3. Alterar todos os artigos, serviços e portes para as novas taxas.
  4. Caso o utilizador assim o entenda, reflectir, ou não, nos preços dos artigos a subida da taxa de IVA.
  5. Caso utilize, alterar os descritivos das contas correntes.
  6. Alteração de documentos convertidos.

 

 

1. – Veja este post para fazer cópia de segurança da base de dados, uma vez que caso seja feita alguma alteração incorrecta, poderá ser necessário repor a mesma.

 

 

 

2. – Aceda a Tabelas > Artigos > Taxas de IVA, e crie a nova taxa de IVA.

Clique em Novo para criar uma nova taxa. O campo IVA é simplesmente o código da taxa, podendo não corresponder à taxa propriamente dita. Coloque a descrição e a Taxa. Grave para terminar.

image

 

Leia o resto deste artigo »





Primavera Express – Como Manter os Preços Finais, Apesar da Subida do IVA

28 06 2010

image Na sequencia do post anterior sobre os procedimentos para a alteração das taxas de IVA no Primavera Express surge agora um novo a explicar como baixar todos os preços  de venda (sem IVA), de modo a que a subida do IVA não se reflicta no cliente final. Este é um processo automático que pode ser executado de forma muito mais rápida do que editando individualmente cada ficha de artigo, especialmente quando existem muitos artigos.

 

Esta é uma opção muito comum, por exemplo nas grandes cadeias de hipermercados, sempre que existe uma alteração do IVA, para demonstrarem ao consumidor através dos departamentos de marketing, o seu compromisso com os baixos preços. Um outro motivo para a não alteração dos preços finais, está relacionada com o facto de, em algumas empresas/lojas, ser muito complicado alterar de um dia para o outro tabelas de preços, etiquetas , folhetos, e tudo o resto que faça referencia a preços.

Como Fazer?

Tal como mencionado acima, os pressupostos para executar este procedimento são:

  1. O utilizador utiliza o PVPX na ficha do artigo, sem IVA incluído. O IVA é somado a esse valor no momento da venda.
  2. O utilizador deseja que o preço final para o cliente, se mantenha, apesar da subida do IVA.

 

Para começar, se ainda não o fez, veja este post onde é explicado todo o processo para a alteração das taxas de IVA, nomeadamente o primeiro ponto, muito importante, onde é explicado como fazer uma cópia de segurança, antes de qualquer alteração. O utilizador deverá utilizar este procedimento por sua conta e risco, já que este processo é executado dentro da base de dados, não existindo portanto qualquer tipo de validação ou garantia de consistência da informação, quando mal executado.

 

Para poder comparar e verificar se a alteração foi feita correctamente, poderá simular uma venda com vários artigos à taxa actual (antes de 30/06/2010), de diferentes taxas (se existirem) e anotar o seu total.

image

 

Leia o resto deste artigo »





Primavera Express – Como Proceder Para a Alteração das Taxas de IVA

24 05 2010

image

NOTA: Se deseja informações sobre como efectuar a alteração da taxa de IVA normal, em 1 de Janeiro de 2011, de 21% para 23%, no Primavera Express, veja este post criado para o efeito.

Como é do conhecimento geral, o Governo decidiu alterar as 3 taxas de IVA em 1 ponto percentual, já em Julho de 2010, juntamente com outras medidas de combate ao défice. Esta alteração implica preparar todas as aplicações de facturação para o efeito, de modo a estarem conforme a legislação em vigor.

 

Neste post pretendo explicar como fazer essa alteração automaticamente no Primavera Express, através de uma instrução SQL, poupando assim todo o trabalho que seria necessário, especialmente no caso de existirem muitos artigos.

 

 

Esta actualização deverá ser feita em várias fases:

 

  1. Fazer cópia de segurança da base de dados, antes de qualquer alteração.
  2. Na tabela de taxas de IVA, criar as taxas ainda não existentes.
  3. Alterar todos os artigos, serviços e portes para as novas taxas.
  4. Caso o utilizador assim o entenda, reflectir, ou não, nos preços dos artigos a subida da taxa de IVA.
  5. Caso utilize, alterar os descritivos das contas correntes.
  6. Alteração de documentos convertidos.

 

 

1. – Veja este post para fazer cópia de segurança da base de dados, uma vez que caso seja feita alguma alteração incorrecta, poderá ser necessário repor a mesma.

 

 

 

2. – Aceda a Tabelas > Artigos > Taxas de IVA, e crie as novas taxas de IVA, caso ainda não existam.

image

 

Leia o resto deste artigo »








%d bloggers like this: