Sistemas de Navegação por Satélite

15 11 2018

Ainda que utilizemos o acrónimo GPS, que significa Global Positioning System (em português Sistema de Posicionamento Global), para descrever qualquer dispositivo, funcionalidade ou software que permita obter coordenadas e posicionar-nos num mapa, na realidade o GPS, desenvolvido e operado pelo Departamento de Defesa dos Estados Unidos, é apenas uma das tecnologias de localização existentes. Outros sistemas de posicionamento por satélite (Global Navigation Satellite System-GNSS) existem, como o GLONASS, Galileo, entre outros.

 

Galileo

 

Drones, smartphones, carros autónomos, câmaras fotográficas, trackers para animais e objetos são apenas alguns dos equipamentos que utilizamos todos os dias que incorporam tecnologia de geolocalização. Cada vez mais estes equipamentos são capazes de obter dados de localização provenientes de diferentes tecnologias. Esta possibilidade cria uma complementaridade que permite aumentar a precisão da localização, ainda que, como sabemos, a imprecisão de alguns sistemas (como o GPS) possa ser deliberada para utilização civil. Falo em concreto do sistema norte-americano, em que a precisão máxima está reservada para fins militares.

 

Clique na imagem seguinte para abrir em tamanho maior o infográfico que explica o que é o GPS.

How-GPS-Works-01-1

 

Este artigo tem como objetivo evidenciar as diferenças entre os vários sistemas existentes atualmente, sem entrar em detalhes técnicos. Muitos países optam por ter o seu próprio sistema, não ficando assim dependentes de outros países neste domínio. Para o utilizador existem vantagens nesta competição. Não nos podemos esquecer que, se em certas situações ter uma margem de erro de 5 ou 10 metros pode não representar problema algum, noutras circunstâncias, em que é exigida mais precisão, uma margem de erro menor pode ser muito importante. Estou a referir-me à condução autónoma por exemplo, cada vez mais uma realidade na qual a industria automóvel está a apostar. Saber se um veiculo está dentro da faixa de rodagem é algo que exige uma precisão muito maior, comparativamente à navegação turn-by-turn que todos utilizamos no dia a dia para ir de um local para outro, em que uma precisão menor não compromete na maior parte dos casos a funcionalidade à qual se destina um equipamento de GPS comum.
 

 

Sistemas de navegação por satélite:

GPS USA

GLONASS Rússia

Galileo União Europeia

QZSS Japão

BeidouChina

NAVICÍndia

 

 

Na imagem seguinte, retirada da Wikipedia, poderá visualizar uma tabela comparativa dos vários sistemas. Clique na imagem para a abrir em tamanho maior.

image

Leia o resto deste artigo »

Anúncios







%d bloggers like this: