‘Big Brother’ fiscal ou ‘Casa dos Segredos 2013’

18 10 2012

 

Fica aqui um artigo de opinião muito interessante, publicado hoje no Jornal de Negócios, acerca das novas regras que entram em vigor em 2013, relativamente à obrigatoriedade de comunicação de dados de facturação e transporte às Finanças.

 

 

Fonte: www.jornaldenegocios.pt

 

Obter ou criar procedimentos de controlo que permitam testar os ficheiros, é fundamental para que as empresas não forneçam dados errados às autoridades tributárias.

Em 2013 entram em vigor procedimentos para um autêntico Big Brother Fiscal. Um controlo da Autoridade Tributária com a colaboração dos agentes fiscalizadores da GNR, em que se pretende combater a fraude e evasão fiscais na venda de bens em Portugal através da obtenção de informação relativa às facturas e aos documentos de transporte.

Em janeiro de 2013, a Autoridade Tributária passará a receber, para cada venda de bens ou prestação de serviços realizada em Portugal, informação on line, ou até dia 8 do mês seguinte para as empresas já obrigadas a preparar o ficheiro SAF-T nos termos da Portaria nº 321-A/2007 (alterada pela Portaria nº 1192/2009).

A Autoridade Tributária disponibilizará uma aplicação informática que irá "ler" ao ficheiro SAF-T a informação que consta de cada factura emitida pela empresa, incluindo número de identificação do emitente e do adquirente, número da factura e data de emissão, valor tributável, taxas aplicáveis, IVA liquidado e o motivo justificativo da não aplicação do imposto (quando aplicável).

A partir de maio de 2013, as empresas terão também de enviar à Autoridade Tributária, previamente ao início do transporte, a informação relativamente ao mesmo.

E desta forma, permitir-se-á um controlo total da circulação de mercadorias e a aplicação de contra ordenações sempre que se verifique o incumprimento da legislação.

 

Leia o resto deste artigo »

Anúncios




Como definir um cliente como Consumidor Final

7 09 2012

O SAFT e a certificação de software têm vindo a definir um conjunto de regras e linhas de orientação pelas quais as aplicações informáticas de facturação têm de se guiar.

 

Uma das questões que actualmente podem ser levantadas é como configurar uma aplicação, para utilizar um cliente genérico, isto é, não identificado. Pelas mais variadas razões, em muitos sectores e áreas de negócio, não existe interesse  nem necessidade em criar um cliente no sistema, com os seus dados “reais”, para cada transação. Por exemplo, na área da restauração, retalho e similares, ou quando o documento a emitir é uma VD, em que não é necessário controlar uma conta corrente, quando os valores transaccionados são baixos, quando é um cliente esporádico, etc.

 

Algumas aplicações no mercado (certificadas, e não certificadas pela AT), têm o comportamento de não permitem, em determinadas circunstâncias, gravar um documento para clientes, sem que o número de identificação fiscal (NIF) seja definido. Desta forma o utilizador vê-se obrigado a preencher esse campo com algo, muitas das vezes ao acaso, já que poderá não ser feita uma validação aos dados que são introduzidos pelo utilizador.

 

image

Leia o resto deste artigo »





BaaraSoft Factura–Software de facturação para Mac OS X

24 06 2011

Nota: A BaaraSoft procura um representante ou colaborador em Portugal. Para mais informações utilize o endereço de email: info@baarasoft.com

 

Factura, da empresa espanhola BaaraSoft é uma aplicação de facturação, multiplataforma, que está disponível para Mac OS X (Intel e PowerPC G4 – G5) e para Windows (XP, Vista e 7). O Factura é multi-idioma estando disponível nas línguas: português, castelhano, catalão, euskara e galego.

 

Embora não esteja certificada pelas Finanças, esta aplicação emite o ficheiro SAFT-PT adequando-se desta forma à maior parte das micro e pequenas empresas portuguesas.

 

ecraprincipal

 

O Factura gere clientes, fornecedores, compras, vendas e stocks. Apesar da sua simplicidade e do baixo valor a pagar pela licença de utilização (60 Euros), a aplicação tem algumas funcionalidades interessantes como a possibilidade de agendar facturação para datas futuras (avenças), poder configurar etiquetas de artigos, importar e exportar artigos, enviar emails directamente do Factura, gerar códigos de barras em várias normas e agendar cópias de segurança. Conta ainda com assistentes que permitem transformar vários documentos directamente em Facturas.

 

Quanto à personalização da aplicação, para além de várias opções para esse efeito, existem ainda vários modelos pré-definidos para emitir os documentos, podendo o utilizador, através de um editor próprio poder alterar os modelos existentes se assim o desejar. A possibilidade de inserir um logótipo nos documentos não foi esquecida, sendo esta uma operação extremamente simples.

 

 

A BaaraSoft tem 1 licença do Factura para oferecer ao primeiro visitante que deixar um comentário onde identifique qual a outra aplicação, para além do Factura, que a BaaraSoft produz.

 

Leia o resto deste artigo »





Nova atualização do Primavera Express (versão 06.4001.1094, 08-11-2010)

29 11 2010

 

image_thumb19

 

Esta nova versão (06.4001.1094) disponibilizada no dia 8 de Novembro de 2010, veio corrigir um erro detectado ao nível do ficheiro SAF-T (PT).

 

O download poderá ser feito aqui, utilizando os dados de registo do utilizador.

 

Como em qualquer outra actualização de software, a actualização do Primavera não implica a perda de dados existentes, no entanto as boas práticas mandam que alguns cuidados sejam tidos em conta para evitar possíveis problemas, nomeadamente fazer cópias de segurança das bases de dados e de mapas, no caso de ter alterado ou criado algum novo.

 

Leia o resto deste artigo »








%d bloggers like this: