NTP–Network Time Protocol

19 05 2012

O NTP – Network Time Protocol é um protocolo que tem como objectivo disponibilizar a data e hora correctas, através da rede, a sistemas que façam um pedido de sincronização.

Por determinadas e variadas razões, é importante manter a data e hora correctos e sincronizados, num sistema, ou em vários sistemas dentro da mesma rede, uma vez que muitas aplicações, serviços de sistema e de rede, registo de logs e auditoria e os próprios sistemas operativos, utilizam essa informação para o seu correcto funcionamento.

Banner servidor

A maior parte dos sistemas operativos dos computadores e servidores, e mesmo de dispositivos de rede, como routers, ou sistemas onde a hora/data é extremamente importante, como por exemplo, relógios de ponto, servidores de email, possuem já configurados, um ou mais servidores de NTP. Existem também vários clientes de NTP disponíveis para instalação nos mais variados sistemas operativos, com funcionalidades adicionais.

Poderá no entanto ser necessário alterar o servidor, em determinadas circunstâncias, como no exemplo seguinte, onde, por alguma razão (talvez por serem servidores muito solicitados), não era possível sincronizar a hora/data do Windows XP, com os dois servidores disponíveis por defeito: time.nist.gov e time.windows.com, embora o computador estivesse ligado à Internet e nenhuma firewall estivesse a bloquear a comunicação (o porto normalmente utilizado é o 123-UDP).

image

Foi inserido o servidor ntp02.oal.ul.pt e a sincronização passou a ser efectuada com sucesso.

Leia o resto deste artigo »

Anúncios




Serviços no Windows

5 05 2009

60457-109

Nos sistemas operativos da Microsoft, desde o Windows NT, os serviços são muito importantes para o  funcionamento do sistema operativo, outras aplicações e funcionalidades.

 

Os serviços são carregados e funcionam em segundo plano enquanto o Windows estiver em execução. Não é portanto necessário fazer logon no sistema para que eles arranquem. Mesmo sem nenhuma aplicação aberta, eles estão em processamento.

 

Dezenas de serviços, para as mais variadas funções podem estar a correr no Windows, quer nativos do próprio sistema operativo, quer de outros fabricantes de software, sem que o utilizador se aperceba disso. Deles dependem muitas aplicações, tecnologias, servidores, e outras funcionalidades, como Anti-Vírus, Firewall’s, gestão de redes Wireless, Windows Update, gestão de filas de impressão, Servidores de Bases de Dados SQL, protocolos de rede como DNS e DHCP, e por aí fora.

 

Leia o resto deste artigo »








%d bloggers like this: