Primavera ELEVATION Business Suite-Teste durante 30 dias

26 08 2013

 

O ELEVATION Business Suite, que rivaliza diretamente com o PHC FX, é a nova plataforma desenvolvida pela Primavera, desenhada em exclusivo para o ambiente Web (cloud), acessível a partir de um navegador. Recorre à tecnologia Microsoft Silverlight para apresentar ao utilizador um interface extremamente agradável, dinâmico e user friendly. Actualmente o Business Suite apenas contempla as áreas de Logística e Tesouraria, não sendo portanto, pelo menos para já, uma alternativa que possa substituir por completo o ERP “clássico”, uma vez que não inclui os restantes módulos.

 

image

 

Recorre ao modelo de licenciamento SaaS (Software as a Service), o que significa que o utilizador paga uma determinada quantia, periodicamente, para poder utilizar o serviço, não existindo desta forma um investimento inicial nem em licenciamento nem em infra-estrutura de hardware.

 

A actualização da aplicação, assim como a sua manutenção e cópias de segurança são assegurados pela Primavera, libertando assim o utilizador destas tarefas e custos associados. A rápida adequação do produto face às constantes alterações fiscais, é certamente uma mais valia para o utilizador, uma vez que a Primavera fica com essa responsabilidade.

 

ELEVATION Business Suite – Vendas

 

Como é que o utilizador pode aceder à aplicação? Simplesmente através de um sistema operativo e navegador compatível com o plug-in Silverlight (consultar lista no final do artigo), necessitando apenas que exista ligação à Internet, o que significa que em qualquer hora e em qualquer lugar, possa ter acesso aos seus dados, quer seja utilizador da plataforma Windows ou Mac OS X. Não é necessária qualquer instalação ou configuração adicional. O ELEVATION Business Suite não está preparado para ser utilizado em dispositivos móveis como tablets ou smartphones, devido mais uma vez à compatibilidade com o Silverlight, para além de que o interface não foi desenhado para a utilização em ecrãs tácteis.

 

Visualmente, não sendo “tão agradável” quando comparado com o PHC FX, no que refere ao interface, o Elevation tem um alto nível de customização, permitindo ao utilizador criar os seus próprios dashboards e indicadores de gestão. Tal como no ERP v8, está disponível o navegador que auxilia o utilizador a encontrar as tarefas que pretende utilizar, como favoritos e tarefas mais utilizadas.

 

 

Poderá testar o Business Suite durante 30 dias sem qualquer custo. Para o efeito é necessário preencher o formulário que se encontra no separador “Versão Demo”, nesta página e aguardar um contacto da Primavera com as instruções e credenciais de acesso ao User’Space, onde poderá testar o Business Suite, para além de poder descarregar e testar outros produtos da Primavera.

 

 

Algumas imagens do Business Suite no navegador Safari, no sistema Mac OX S

Ecrã inicial de autenticação

image

 

 

 

Escolha da empresa de trabalho

image

 

 

 

Navegador e ambiente de trabalho

image

 

 

 

Catalogo de Artigos

image

Leia o resto deste artigo »

Anúncios




Nova alteração à estrutura do ficheiro SAFT-Portaria n.º 274/2013

24 08 2013

 

Dia 1 de Outubro entra em vigor o novo Regime de IVA de Caixa (Decreto-Lei n.º 71/2013), o que implica que a estrutura do ficheiro SAFT sofra novamente alterações para acomodar os documentos de liquidação (recibos). Nessa sequencia foi publicada a Portaria n.º 274/2013, no passado dia 21 de Agosto.

 

Clique na imagem para consultar a Portaria n.º 274/2013

image

Leia o resto deste artigo »





Mudar de ERP? A ART de saber como…

18 08 2013

 

Clique no imagem para abrir o documento “Mudar de ERP? A ART de saber como” da autoria da ARTSOFT.

image

Leia o resto deste artigo »





ARTSOFT-AS GEST STARTUP sem custos durante 12 meses

17 07 2013

imageA software house portuguesa ArtSoft disponibilizou sem custos, a aplicação AS GEST STARTUP para empresas que estejam no processo de constituição. Durante os 12 primeiros meses a aplicação não terá custos de utilização.

 

Esta aplicação é naturalmente direccionada para micro e pequenas empresas, sem orçamento para TI. A aplicação cumpre com todas as normas legais em vigor, nomeadamente, emissão do ficheiro SAFT, certificação de software e comunicação de documentos de transporte à AT.

 

Assente na tecnologia de base de dados Pervasive PSQL o AS GEST STARTUP é uma aplicação que funciona em ambiente monoposto, monoempresa e multi-utilizador. O licenciamento é anual.

 

 

Características Principais (a lista completa pode ser encontrada aqui):

  • Gestão de Clientes;
  • Gestão de Fornecedores;
  • Gestão de Artigos e Stocks;
  • Registo de Documentos;
  • Gestão de Contas Correntes;
  • Relatórios e Análises.

 

 

Segundo a ArtSoft “o projecto “enquadra-se na política de responsabilidade social da ArtSoft“, refere Bruno Barroso, director de marketing da empresa.”

 

 

Poderá descarregar uma versão de demonstração do  AS GEST aqui.

Algumas imagens do AS GEST:

Ambiente de trabalho

image

 

 

 

Ficha de cliente

image

Leia o resto deste artigo »





Calcule o IVA sobre o lucro

12 07 2013

Fonte: www.phc.pt

Aquando da aquisição de um artigo em segunda mão, uma vez que o mesmo já teve a respetiva tributação em sede de IVA, no momento da revenda do artigo, o valor do imposto a pagar não incide sobre o valor da totalidade da venda, mas sim sobre a diferença entre o valor de venda e o valor da compra (lucro).

 

Leia o resto deste artigo »





Novo regime de mercadorias com período de adaptação até Outubro

28 06 2013

 

image

Fonte: http://economico.sapo.pt/

Novas regras de comunicação prévia ao fisco de qualquer transporte entram em vigor segunda-feira mas com período de adaptação (NOTA À IMPRENSA).

 

 

O sistema de comunicação electrónica dos documentos de transporte entra em vigor no próximo dia 1 de Julho. Mas haverá um período de adaptação até 15 de Outubro, durante o qual não serão aplicadas quaisquer sanções no caso de ausência de comunicação electrónica prévia dos documentos de transporte. A informação acaba de ser publicada no Portal das Finanças e surge após uma nova onda de críticas à nova lei, nomeadamente de associações empresariais, que pretendiam um novo adiamento da entrada em vigor das novas regras, cuja data já foi alterada duas vezes.

 

"Para facilitar a adaptação gradual das empresas ao novo regime, o Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais determinou que até ao dia 15 de Outubro não serão aplicadas quaisquer sanções no caso de ausência de comunicação electrónica prévia dos documentos de transporte, desde que a comunicação esteja regularizada até àquela data", lê-se no comunicado.

Leia o resto deste artigo »





Instalar o Colibri 7.0.2 no Ubuntu 12.04

10 09 2012

O Sistema Operativo Linux, embora com uma baixíssima quota de mercado, quando comparado com Windows e OS X, no que refere a computadores pessoais, e utilização a nível do desktop empresarial, tem vindo, lentamente, a ganhar alguma notoriedade, impulsionado pelo esforço de algumas empresas como a Canonical, que produz o Ubuntu, que actualmente é das distribuições mais conhecidas e suportadas. Mais concretamente no nosso país, o facto de alguns computadores pessoais, disponibilizados pelos programas e.escola e e.escolinha,  possuírem este sistema instalado, a distribuição nacional Caixa Mágica, e alguns projectos de implementação em grandes organizações, são impulsionadores que suscitam algum interesse e curiosidade junto das pessoas e empresas.

 

Uma das vantagens do Linux é que a grande maioria das distribuições direcionadas para computadores pessoais são completamente gratuitas. Acrescido que é um sistema onde os vírus e outro tipo de malware,  que tanto afecta os sistemas Windows, não serem “ainda” um problema. Além disso, o Linux normalmente requer menos recursos de processamento, o que significa que pode ser utilizado em computadores mais antigos. É um sistema operativo estável, com uma comunidade de utilizadores bastante grande que partilha o seu conhecimento e entreajuda.

 

 

Obviamente também existem  desvantagens quando comparamos o Linux com outros sistemas operativos. Uma dessas desvantagens é o facto de a grande esmagadora das empresas que produzem software não o fazerem para este sistema, por variadíssimos motivos que normalmente se prendem com o facto de este ainda representar uma percentagem muitíssimo pequena no mercado dos sistemas operativos. Quando falamos em software empresarial como ERP e aplicações de facturação, o cenário é ainda pior, existindo um reduzido numero de software-houses que produzem aplicações para esta plataforma.

 

A discussão à volta de qual o melhor sistema operativo, entre Windows, OS X, e Linux levanta frequentemente acesas discussões, entre os utilizadores destes três sistemas. Essencialmente, a questão não é qual o melhor dos três, porque são diferentes e coloca-los na mesma base de comparação é errado. Todos têm os seus pontos fortes e fracos. Cada um pode ser o melhor, tendo em conta as necessidades do utilizador ou de uma organização.

 

Para uma micro ou pequena empresa, que está a iniciar a sua actividade, sem orçamento para investir num computador “de última geração”, numa aplicação de facturação, suite de produtividade (o LibreOffice vem instalado por defeito, e pode ser uma alternativa ao Office da Microsoft), anti-vírus, entre outras aplicações, o Linux, juntamente com o Colibri pode ser uma opção a colocar em cima da mesa. Conseguem, ambos, disponibilizar todas as ferramentas de produtividade mais usuais, como navegação na internet, email, edição de documentos de texto e folhas de cálculo, e efectuar facturação que cumpre com todas as normas em vigor, impostas pela Autoridade Tributária.

 

 

Neste artigo irá ser demonstrado como instalar o Colibri 7.0.2 no Linux, mais concretamente na última versão da distribuição Ubuntu 12.04 – 32 bits (com todas as actualizações instaladas).

900-ambiente de trabalho

 

Leia o resto deste artigo »








%d bloggers like this: