11 dúvidas de quem muda de Software de Faturação

5 12 2017

Fonte: www.vendus.pt

 

11 dúvidas de quem muda de Software de Faturação

 

Autoridade Tributária

Posso mudar de programa de faturação a qualquer altura?
Sim. Não necessita aguardar pelo final do mês ou do ano fiscal para o fazer.

O que devo ter em atenção obrigatoriamente quando mudar de software?
Verifique se:

    • O programa de faturação é certificado pela AT (consulte a lista);
    • Dispõe das funcionalidades que necessita (ex: gestão de stocks, conta corrente de clientes, entre outros);
    • Se adapta ao seu equipamento.

    Muitos softwares permitem que experimente de forma gratuita por um período de tempo. Peça uma demonstração ou crie uma conta e experimente emitindo, se possível, faturas teste (sem validade fiscal).

     

     

     

    SAF-T

    Posso ter mais do que um software de faturação?
    Sim. Pode emitir documento a partir de mais do que um software, com o mesmo NIF. No entanto, confirme que ambos são certificados e as séries de faturação são diferentes.

     

    Como se processa o envio do SAF-T junto das Finanças, nesse caso?
    Poderá continuar a comunicar as faturas no E-fatura do mesmo modo. Submeta um SAF-T de cada vez. A AT permite que submeta vários SAF-T.

     

     

     

    Séries de Faturação e Documentos

    Ao mudar de software, a série deve começar no 1 ou continuar a partir do último documento emitido no software anterior?
    Deverá sempre começar a partir do número 1, certificando-se de que as séries são diferentes. Deverá verificar se o número após a identificação do documento é diferente da série que tem agora. No Vendus, por exemplo, para uma fatura emitida com o número FT 01P2017/1, o código da série é 01P2017 (deverá ser diferente entre softwares). Alguns softwares permitem que crie as suas séries. Outros criam automaticamente. Neste último caso, se verificar que o número de série é igual, peça à equipa técnica para alterar.

     

    Posso ter mais do que uma série de faturação?
    Sim. O número das séries pode diferir por localização e software de faturação. Isto significa que poderá acontecer em 2 casos:

    • Ter mais do que um software de faturação;
    • Ter mais do que uma loja.

     

    Preciso retificar uma fatura emitida do software anterior. Como faço?
    Poderá emitir uma Nota de Crédito no novo software, indicando nas Observações a que fatura se refere. Poderá também emitir uma fatura manual.

    Leia o resto deste artigo »





    HansaWorld Standard Accounts-Aplicação de Faturação e Contabilidade gratuita para todos os tipos de negócio

    9 11 2017

    A HansaWorld é uma empresa Irlandesa que produz software empresarial para várias áreas de negócio. Especificamente para o mercado português é disponibilizada a suite Standard Accounts, gratuita, embora com funcionalidades Premium que são pagas em regime de subscrição. Mais recentemente foram disponibilizadas aplicações no mesmo modelo de licenciamento do Standard Accounts:  o Standard Hotel, para gestão de unidades hoteleiras e o Standard CRM para gestão de relacionamento com clientes.

     

    http://standard-accounts.com/por

     

    image

     

    O Standard Accounts tem os módulos de Faturação (compras e vendas) e Contabilidade. A aplicação é certificada pela AT, exporta o ficheiro SAFT e ficheiro de Inventário para comunicação à Autoridade Tributária, assim como cumpre com outros requisitos legais como a comunicação de documentos de transporte à AT (funcionalidade paga). Muito provavelmente esta aplicação será caso único no mercado português, uma vez que disponibiliza os  módulos de faturação (compras e vendas) e contabilidade, de forma gratuita e sem limite de transações. A qualquer momento é possível evoluir para o Standard ERP, sem qualquer perda de dados, que é orientado para organizações de maiores dimensões com outras necessidades.

     

     

    Algumas imagens do Standard Accounts

    Ficha de entidade

    image

     

     

    Ficha de artigo

    image

     

     

    Documento de venda

    image

     

     

    Layout de documento de venda

    image

     

     

    Plano de Contas da Contabilidade

    image

     

     

    Registo de documento contabilístico

    image

     

     

    Balancete analítico

    image

     

     

    Assistente de comunicação do Inventário à AT

    image

    Leia o resto deste artigo »





    Primavera Express–Nova atualizaçao importante

    4 11 2017

    Foi disponibilizada ontem uma nova versão do Primavera Express (07.6000.1287) que traz consigo o novo certificado emitido pela AT (o certificado atual é válido até dia 18-11-2017). O certificado em questão é apenas utilizado em clientes que comuniquem documentos de venda e/ou transporte diretamente à AT, em tempo real, via web service. A comunicação de dados via ficheiro SAFT não sofre qualquer impacto derivado da expiração do certificado que atualmente está em vigor.

     

    Para a esmagadora maioria dos utilizadores do Primavera Express a nova versão criará certamente mais impacto no facto de, a partir de agora, e dando resposta à Portaria 302/2016 de 2 de dezembro de 2016, passarem a estar sujeitos às regras da certificação de software novos tipos de documentos como Orçamento, Fatura Pró-Forma, Cotação e outros documentos que possam ser equivalentes. Após a instalação da última versão, deixará de poder alterar determinados dados de documentos já gravados (preços, descontos, quantidades, etc.), tal como já acontecia anteriormente com os documentos financeiros.

     

    No Primavera Express, em Tabelas > Vendas > Documentos, poderá consultar em cada documento qual o seu tipo. São afetados por esta alteração documentos com o campo “Tipo Doc.” definido como “Pedido Cotação” e “Cotação”.

    Capture

     

     

    Comunicado da Primavera enviado dia 03-11-2017

    Fonte: PrimaveraBSS

     

    Atualize o PRIMAVERA EXPRESS até 18/11/2017!

    Caro(a) Cliente,

    A PRIMAVERA informa que deverá atualizar a versão do PRIMAVERA EXPRESS por duas razões:

    1) Para proceder à atualização do Certificado emitido pela Autoridade Tributária até 18/11/2017, data a partir da qual expira o certificado atualmente em vigor. Caso esta data de validade seja ultrapassada, o PRIMAVERA Express não será capaz de efetuar a comunicação online de faturas nem a emissão de documentos de transporte.

    2) Para dar resposta à Portaria 302/2016 de 2 de dezembro de 2016, que prevê um novo formato de assinatura e comunicação de documentos do tipo Working Documents (Pedido de Cotação e Cotação).

    No ponto 2, informamos que estas alterações têm implicações apenas nesses tipos de documentos, onde os mesmos passam a ser sempre assinados e cumprem com os pressupostos definidos pela Autoridade Tributária (AT) no que respeita à assinatura de documentos, tal como já acontece com os documentos Financeiros.

    Como na mesma série não podem coexistir documentos assinados e documentos não assinados, irá implicar a criação de novas séries para estes tipos de documentos. Pode consultar o artigo de ajuda para criação de séries aqui.

    Poderá efetuar a atualização do seu software, seguindo a mensagem que será disponibilizada diretamente no produto, tal como ilustrado abaixo.

     

    Leia o resto deste artigo »





    Vendus–Gestão de tamanhos e cores

    28 09 2017

    Já analisado neste artigo do Blog, o Vendus passou a gerir variações de artigos (“dimensões”). Esta funcionalidade é muito importante na gestão do inventário em  determinados setores de negócio como por exemplo lojas de roupa e sapatarias uma vez que permite gerir tamanhos e cores, resultando assim que possa ter preços, gestão de existências e códigos de barras diferenciados por combinação tamanho/cor.

     

    Vendus - Tamanhos e Cores

     

    Leia o resto deste artigo »





    Primavera–Webinars

    26 07 2017

    Neste artigo partilho a gravação de alguns dos mais recentes Webinars da PrimaveraBSS, com destaque para o Webinar SAF-T (PT) e Introdução à Faturação.

     

    Clique nas imagens para aceder aos conteúdos.

    Webinar SAF-T (PT)

     image

     

    Webinar Introdução à Faturação

    image

    Leia o resto deste artigo »





    Restauração “apaga” legalmente mais de 500 milhões de IVA

    4 03 2017

    Fonte: Expresso

    (clique nas imagens para abrir em tamanho maior)

    image

    image

    image

    Leia o resto deste artigo »





    Software de gestão: a transformação de um produto em serviço e o impacto na Contabilidade

    20 12 2016

    Um artigo muito interessante sobre a evolução da industria do software de gestão…

     

    Fonte: Toconline

     

    Artigo na revista Contabilista de Novembro 2016

    image

     

    Os produtos em DOS:

    A grande massificação da utilização do software de gestão empresarial ocorreu nas décadas de 80 e 90, com a banalização da micro informática e a utilização de redes locais com maior fiabilidade, que passaram a permitir o trabalho colaborativo. Os sistemas eram na sua generalidade pouco integrados e os documentos chegavam quase na sua totalidade aos escritórios de contabilidade em papel para serem processados manualmente. Os operadores realizavam quase a totalidade das operações recorrendo apenas ao teclado do computador, a utilização do rato neste tipo de interfaces era quase residual.  

     

     

    O aparecimento do Windows:

    A primeira grande transformação da forma de trabalho com o software de gestão empresarial surge com a possibilidade de utilização do rato e a mudança do sistema operativo DOS para Windows na década de 90. Esta mudança de sistema operativo tornou possível a utilização de ambientes gráficos de maior resolução, acabando definitivamente com a limitação da conhecida matriz 80×25.

    Esta grande transformação, criou uma oportunidade para novas empresas entrarem no mercado com produtos de software de gestão mais apelativos e fáceis utilizar. Os novos produtos, representavam também relatórios impressos de maior qualidade gráfica e um aspeto bastante mais profissional. Alguns dos produtores, com a inércia normal da atividade demoraram a reagir, e perderam terreno, abrindo oportunidades para o aparecimento de novas empresas no mercado.

    Leia o resto deste artigo »





    Ordem dos Contabilistas perde para fabricantes de software

    2 08 2016

    Fonte: www.computerworld.com.pt

    Um tribunal de Lisboa obriga a organização a revelar o processo de decisão de fornecimento do software TOConline e AFE. O caso está a ser acompanhado por comissão parlamentar.

     

     image
     

    O Tribunal Administrativo de Lisboa obrigou a Ordem dos Contabilistas Certificados (OCC) a conceder as informações a um grupo de 28 fabricantes de software de gestão, sobre o processo de decisão de fornecer aos membros da organização profissional o software TOConline e AFE. Estes foram desenvolvidos pela OCC, mas os fabricante alegam que ela está legalmente impedida de comercializar produtos.

    Leia o resto deste artigo »





    Finanças bloqueiam software de faturação do Grupo PIE por fuga ao fisco

    1 08 2016

    Fonte: http://tek.sapo.pt

     

    A Autoridade Tributária comunicou que revogou a licença dos programas de faturação “CR Mais” e “WinPlus”, depois de ter identificado um mecanismo que permitia eliminar as faturas já emitidas.

     

    image

    Leia o resto deste artigo »





    PingWin-Hotel

    11 07 2016

    O PingWin, desenvolvido pelo GrupoPIE, pode assumir diversas “personalidades”, conforme a área de negócio e respetivas especificidades onde a aplicação está a ser utilizada (sapatarias, talhos, mini mercados, etc.). Uma dessas personalidades é a “Hotel” que permite que a aplicação possa tratar as especificidades deste sector, nomeadamente a gestão de reservas, processos de check-in e check-out, tabelas de preços, exportação de dados para o SEF, etc..

     

    image

     

    Esta aplicação está direcionada para unidades hoteleiras de pequena dimensão. Uma das suas vantagens reside na simplicidade  e rapidez da implementação, assim como no facto de a curva de aprendizagem ser baixa, o que permite por norma custos mais reduzidos neste tipo de projetos de implementação.

    Baseado no prestigiado e reconhecido WinRest, a aplicação poderá ser utilizada recorrendo exclusivamente interface touchscreen, muito comum nos sistemas POS. Outra das vantagens são os baixos requisitos de processamento, assim como a compatibilidade do PingWin com vários sistemas operativos.

     

     

    Download de versão de Demonstração do PingWin

    (password: invisibleflamelight.wordpress.com)

     

     

    Página do Produto:

    http://www.grupopie.com/hotelaria/#

     

     

    Algumas imagens do PingWin Hotel

    Ecrã inicial

    image

     

     

    Acerca de

    image

     

     

    Selecção de Personalidades

    image

     

     

    Tabela de Quartos

    image

     

     

    Registo de reserva

    image

     

     

    Impressão de Reserva

    image

     

     

    Resumo de disponibilidades

    image

    Leia o resto deste artigo »





    InvoiceXpress-Análise

    11 02 2016

     

    imageExistente desde 2010, o InvoiceXpress, desenvolvido pela empresa RUPEAL é um software de faturação online, certificado pela AT, made in Portugal. Com planos mensais a partir de 5 Euros + IVA, esta aplicação está assente no modelo SaaS (Software as a Service), o que significa que não existem contratos de permanência ou fidelização. Simplesmente o utilizador tem de pagar determinado valor, com determinada periodicidade, para que o serviço se mantenha ativo.

     

    Orientado para o mercado alvo das empresas prestadoras de serviços, freelancers, profissionais liberais, e integração com lojas online, o InvoiceXpress prima pela simplicidade e pelo baixo custo. Tudo o que necessita é de uma ligação à Internet e de um navegador. Não tem de se preocupar com a atualização da aplicação seja para resolução de anomalias ou por obrigações fiscais, infra-estrutura, cópias de segurança, suporte. Tudo isto é da responsabilidade do prestador do serviço, o que significa menos complexidade e menos custos.

     

    image

     

    O utilizador tem de escolher 1 dos 3 planos para poder subscrever o serviço. O valor é variável, tendo em conta as funcionalidades e limitações de cada plano. O pagamento de 12 ou 24 meses concede um desconto relativamente ao preço base, de 16% e 33% respetivamente.

     

    O InvoiceXpress responde a vários requisitos e especificidades do mercado português, como a comunicação de documentos via SAF-T PT ou automática, regime de IVA Geral e IVA de Caixa, motivos de isenção de IVA, certificação de software atribuído pela Autoridade Tributária e Aduaneira (número 192), retenção na fonte, comunicação de documentos de transporte. Mais recentemente o InvoiceXpress passou a estar disponível para o mercado moçambicano, sendo o primeiro software de faturação certificado pela Autoridade Tributária de Moçambique.

     

     

    Planos de preços

    image

    Poderá testar o InvoiceXpress durante 30 dias, antes de subscrever um dos planos, o que permite avaliar convenientemente a aplicação.

     

     

     

    Algumas imagens e funcionalidades do InvoiceXpress

    Ambiente de trabalho do InvoiceXpress.

    image

    A aplicação permite registar diversos tipos de documentos, como faturas e outros documentos de faturação, orçamentos, guias de transporte e encomendas. O procedimento de registo é semelhante para todos os documentos.

     

     

    Registo de novo documento e escolha do cliente.

    image

    Detalhes do documento e itens (artigos).

    image

     

     

    Layout de documento de venda.

    image

     

     

    Registo e edição de Contactos (clientes ou potenciais clientes).

    image

     

    Leia o resto deste artigo »





    Restaurantes alvo de buscas em Operação “Gourmet”

    27 01 2016

    Fonte: http://economico.sapo.pt

     

    A Procuradoria Geral da República (PGR) confirmou hoje a realização de buscas, no âmbito de um inquérito dirigido pelo Ministério Público, em investigação no Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP), a 18 restaurantes localizados nas zonas de Lisboa, Porto, Aveiro e Faro. Em causa estão “suspeitas da prática de crimes de burla tributária, fraude fiscal e falsidade informática”.

     

    Header_Integrations_POS

     

    A investigação, segundo comunicado da PGR, está relacionada “com suspeitas de que estes restaurantes se encontrem a utilizar software informático que permite aos proprietários dos estabelecimentos omitir valores de facturação” e implicou igualmente buscas na empresa que produz o programa informático utilizado pelos restaurantes.

    Leia o resto deste artigo »





    Primavera Pssst e Tlim–Códigos de ativação

    3 09 2015

     

    Algumas funcionalidades e configurações do Primavera Pssst e Tlim são ativadas através da introdução de códigos, diretamente no ambiente de trabalho da aplicação.

     

    ps01

     

    Leia o resto deste artigo »





    Aplicações para acesso remoto

    4 08 2015

    Lista de algumas aplicações que permitem acesso remoto.

     

     

    TeamViewer

    Ammyy

    AnyDesk

    Ambiente de Trabalho Remoto (RDP)

    UVNC

    AeroAdmin

    Supremo

    Leia o resto deste artigo »





    Boonzi 40

    10 01 2015

    Foi disponibilizada na semana passada a versão 40 do  Boonzi. Esta versão à muito aguardada pelos utilizadores, permite orçamentar e prever o futuro financeiro (MegaBudgets).

    Todas as novidades aqui.

    Para comprar o Boonzi com 10 EUR de desconto, carregue aqui.

     

    Boonzi 40

     

    Leia o resto deste artigo »





    Ferramenta gratuita de gestão de Orçamento Familiar no Excel

    20 08 2014

     

    Fonte: www.boonzi.pt

     

    orcamento-mensal-excel

     

    Neste artigo disponibilizamos uma ferramenta gratuita que lhe vai permitir gerir o seu orçamento familiar no Excel.

     

    Decidimos construir e disponibilizar gratuitamente esta folha em Excel de gestão do orçamento mensal para ajudar todas as pessoas que querem gerir o seu orçamento mas não têm possibilidades para adquirir o Boonzi. É também uma boa forma de divulgarmos o nosso trabalho – se gostou da iniciativa, dê-nos uma ajudinha partilhando este artigo no Facebook.

    Leia o resto deste artigo »





    Boonzi no iPhone

    23 02 2014

     

    Está finalmente disponível na App Store da Apple, em vários países (em 22-02-2014 ainda não se encontrava na loja de Portugal) o Boonzi para iPhone. Pode agora registar as suas despesas e receitas no momento exato em que os movimentos ocorrem e sincronizar todos os dados com o Boonzi Desktop (Windows ou Mac OS X).

    O Boonzi para iPhone funciona apenas em conjunto com o Boonzi Desktop e Boonzi Cloud. Não necessita de uma ligação constante à Internet, o que significa que poderá registar todas as transações e sincronizar mais tarde com a Boonzi Cloud assim que estiver conectado à rede.

    A aplicação é gratuita, no entanto é necessária uma chave de ativação (a mesma chave utilizada para a ativação do Boonzi Desktop).

     

     

    Algumas imagens do Boonzi para iPhone:

    iPhone-Photo 2014-02-19 08_01_55iPhone-Photo 2014-02-19 08_21_20

     

     

    iPhone-Photo 2014-02-19 08_21_22iPhone-Photo 2014-02-19 08_02_01

     

     

    iPhone-Photo 2014-02-19 08_02_57image

     

    Leia o resto deste artigo »





    Alterações fiscais: Identificação Única do Documento, data no formato Ano-Mês-Dia e utilização de papel timbrado

    31 01 2014

     

    No Primavera Express, a Identificação Única do Documento (Portaria nº 340/2013), que inicialmente estava disponível apenas na linha da assinatura do documento, passa agora a ser mostrada também no campo do número do documento (formato: TIPO DOCUMENTO+ESPAÇO+SÉRIE+/+NÚMERO).

     

     

    As datas passam também a estar conforme indicações do Oficio Circulado 50001/2013, que estipula que a mesmas devem ter o formato AAAA-MM-DD.

    Saiba que Impacto tem o Ofício 50.001/2013 na sua empresa

     

     

    Passa a ser obrigatório (Decreto-Lei nº 197/2012-nº 14 do art. 36), nos documentos fiscais processados por sistemas informáticos, que, todas as menções obrigatórias, incluindo o nome, a firma ou a denominação social e o número de identificação fiscal do sujeito passivo do adquirente, sejam impressas pelo respetivo programa ou equipamento informático de faturação. Assim sendo, a não é proibida a utilização de papel timbrado (papel pré-impresso), desde que a aplicação de facturação insira os dados obrigatórios no documento, ainda que tais dados possam ficar em duplicado.

     

     

    image

     

    Leia o resto deste artigo »





    Tecnológica portuguesa Gatewit disponibiliza Be My Wallet–Controle as suas despesas pessoais

    29 12 2013

    Fonte: www.semanainformatica.xl.pt

     

    imageA Gatewit lançou a Be My Wallet, uma plataforma mobile que ajuda a controlar as despesas, permitindo gerir finanças pessoais, através do registo de despesas diárias, organização e classificação de despesas por categorias, definição de orçamentos e análise de gastos.
     
    Com esta solução é possível analisar através de gráficos quais as categorias onde se gasta grande parte do orçamento. Por exemplo, é possível perceber quanto se gasta em almoços e cafés, ou em transportes e combustível.
     
    O objectivo «é consciencializar as pessoas das despesas reais e conseguir fazer com que o utilizador possa identificar oportunidades de poupança e estabelecer budgets», refere a empresa em comunicado.
     
    A plataforma permite ainda registar as despesas e receitas, classificá-las e associar fotos de facturas ou recibos de pagamento.
     
    Esta solução dá a possibilidade de se adicionarem despesas e receitas através do telemóvel, computador ou tablet, em qualquer altura e em qualquer lugar.
     
    Quando «se vive uma crise social e política a nível nacional, considerámos que fazia todo o sentido contribuir com esta aplicação para ajudar na organização das despesas pessoais», referiu a propósito, Pedro Vaz Paulo, CEO da Gatewit.

     

    Leia o resto deste artigo »





    1 de Janeiro de 2014 – Novas regras de utilização de programas informáticos de facturação

    22 12 2013

     

    Fonte: www.algardata.com

    Na passada sexta-feira, dia 22 de novembro, saiu uma nova portaria corretiva da 363/2010 no sentido de clarificar, explicitar, corrigir e proceder a alguns ajustamentos normativos da mesma. Esta nova portaria 340/2013, define que começam a ser obrigadas ao uso de software certificado e a respeitar as regras de certificação, as empresas que utilizem software produzido internamente ou por empresa integrada no mesmo grupo económico que tenham emitido no período de tributação anterior um número de faturas ou talões de venda inferior a 1000 unidades.

     

    image

     

    Esta portaria que entra em vigor no dia 1 de janeiro de 2014 tem como principais características:

     

    • Os sistemas Informáticos de faturação produzidos internamente deixam de estar dispensados de certificação junto da AT (Autoridade Tributária Aduaneira);
    • A dispensa de utilização de programas informáticos de faturação com base no número de documentos deixa de ser aplicável;
    • A emissão de documentos de transporte em papel pré-impresso passa apenas a ser possível no caso de inoperacionalidade do sistema informático de faturação;
    • Os documentos assinados passam, adicionalmente, a conter impressa a identificação única dos documentos.

    Leia o resto deste artigo »








    %d bloggers like this: