Publicidade

7 12 2016

Interessado em promover a sua empresa e os seus produtos e serviços neste espaço? Carregue em “Leia o resto deste artigo”.

Leia o resto deste artigo »





Pix4Dcapture-Mapeamento Aéreo com Drones

25 05 2020

Atualmente a utilização de drones vai muito para além da captura de imagem para finalidades pessoais e de lazer. Estes equipamentos são cada vez mais utilizados em diversos sectores e industrias, sendo uma ferramenta preciosa, rápida e de baixo custo, para a realização de determinadas tarefas que anteriormente eram realizadas, por exemplo, por um helicóptero. Em baixo menciono alguns exemplos de utilização profissional de drones:

 

  • O Parrot ANAFI THERMAL recorre a uma câmara térmica para poder ser utilizado em operações de busca e salvamento, mas também em inspeções a nível térmico de instalações e edifícios.
  • O DJI Agras é um drone concebido para a agricultura, para aplicação de pesticidas, líquidos, fertilizantes e herbicidas nas plantações.
  • BLUEGRASS e DISCO-PRO AG são 2 drones da linha profissional da Parrot, direcionados para agricultura de precisão, que recorrem a um sensor multi-espectral (Parrot Sequoia), desenvolvidos para analisar o estado das culturas.

 

Pix4Dcapture

 

O mapeamento aéreo, através da utilização conjunta de drones e software especializado, é mais uma das possibilidades da utilização destes equipamentos. A Pix4D é uma empresa suíça que desenvolve software de fotogrametria para este sector, sendo utilizado em áreas tão diversas como topografia, agricultura, construção, industria mineira, segurança, busca e salvamento, entre outras.

98603383_1463047417237449_8147878248450097152_n

Um dos seus produtos é a App Pix4Dcapture, que transforma um drone de “consumo”, não profissional, numa ferramenta de mapeamento que permite gerar modelos 3D. Esta App pode ser utilizada em conjunto com vários drones, entre os quais o Parrot Bebop 2, um drone de baixo custo, que apesar de ser antigo e ter sido descontinuado pela Parrot, pode ser utilizado para mapeamento automatizado, recorrendo à tecnologia da Pix4D. Este drone, que regularmente pode ser encontrado na Worten, em promoção, por valores a rondar os 150 EUR (sem comando) é sem dúvida um dos modelos com a melhor relação qualidade preço do mercado. No entanto, para a utilização da App Pix4Dcapture é necessário o comando Skycontroller 2, que poderá ser adquirido separadamente.

 

O workflow de trabalho do Pix4D começa na aquisição de dados através de drones, sensores e câmaras, posteriormente o seu processamento na cloud ou no computador através de processos e técnicas de fotogrametria, e por fim a sua visualização e análise.

image

 

Para utilizar o Pix4D deverá começar por criar uma conta, que permitirá aceder aos 15 dias de teste, sem qualquer custo, para testar a App Pix4Dmapper (disponível para iOS e Android), a aplicação para PC e o software Pix4D na cloud. O Pix4Dmapper permite a conversão das imagens adquiridas pelo drone, gerando mapas e modelos em 2D e 3D, georreferenciados, com alta precisão, como ortomosaicos, modelos digitais de superfícies, nuvens de pontos, informações de áreas, volumes, entre outros dados. Posteriormente aos 15 dias de teste, se pretender continuar a utilizar o software, terá que pagar a licença. O custo é bastante alto, na ordem das centenas/milhares de Euros, principalmente para uma utilização sem fins comerciais.

 

O ecrã inicial da App Pix4Dcapture permite aceder às configurações da mesma, onde poderá selecionar o drone, a câmara utilizada, entre outras configurações. São compatíveis alguns modelos de drones dos 3 maiores fabricantes mundiais: DJI, que vão desde o Spark até aos drones da linha Matrice, drones da Parrot como o Bebop 2, Anafi, Disco-Pro AG e Bluegrass (estes 2 últimos direcionados para agricultura de precisão), e Yuneec H520.

IMG_2549

Depois de efetuar as configurações iniciais, deverá selecionar o tipo de missão que pretende. Neste exemplo, selecionei a opção POLYGON, tendo em conta a área que pretendi mapear. Nesta página poderá entender quais as diferenças entre os vários modos e também qual o modo mais adequado para para cada caso.

A configuração da área a mapear pode ser feita previamente, antes sequer da conexão com o drone. Aqui, para além de definir a área no mapa, terá que definir a altura à qual o drone irá voar. O tempo estimado de voo, tendo em conta a área e a altura de voo, neste caso, é de 7 minutos e 36 segundos. Apesar de existirem locais bem mais interessantes para testar o Pix4D, devido a todas as restrições de voo existentes na minha zona de residência, escolhi o parque BB King, em Sabrosa, perto de Vila Real, para efetuar o mapeamento.

Quanto mais alto o drone voar menor será o tempo de voo, mas ao mesmo tempo menos detalhe terá o resultado final. É necessário ter em conta a altitude definida para evitar colisões com cabos, árvores, entre outros obstáculos.

No canto superior direito, ao carregar no ícone da roda dentada, é possível aceder a algumas opções relacionadas com o projeto selecionado, como a velocidade pretendida para o drone voar, entre outras opções que também podem ter impacto no tempo estimado de voo.

IMG_2555

Leia o resto deste artigo »





ESKY 150 V2-Mini helicóptero telecomandado com rotor principal convencional

16 05 2020

Não deixa de ser surpreendente como este “brinquedo” de cerca de 35 gramas consegue replicar quase na totalidade o funcionamento de um helicóptero real. Engenharia de miniaturização ao seu melhor nível. Ao contrário da maioria dos helicópteros telecomandados de baixo custo, que vão aparecendo nas lojas de retalho como Lidl, Worten, Aldi, Fnac, El Corte Inglés e em algumas lojas online, o Esky 150 v2, produzido pela Zonda Hobby não utiliza nem barras estabilizadoras, nem rotor de cauda horizontal, nem sequer um rotor coaxial. Utiliza sim um rotor principal convencional e um rotor de cauda vertical, tal como a maioria dos helicópteros “a sério”.

 

IMG_2407

 

O Esky 150 v2, tal como o nome indica, é a segunda versão de um helicóptero que inicialmente comprei, versão 1, e que devolvi poucos dias depois por apresentar alguns problemas de conexão. Sendo um pouco mais caro, a segunda versão desde heli tem uma série de melhorias comparativamente à versão inicial, nomeadamente na estabilidade em voo. Por cerca de 55 Euros pode adquirir o conjunto pronto a voar (RTF-Ready To Fly): helicóptero e carenagem, bateria, carregador USB e comando. Adicionalmente é incluído um segundo conjunto de pás e um pequeno manual de utilização (em inglês e noutra língua que presumo que seja chinês). Apesar de a caixa referir que estão incluídas as pilhas AA, necessárias para o comando, tal não aconteceu na embalagem que a Zonda Hobby me enviou.

 

IMG_2410

 

 

Tipos de rotores

Nos helicópteros existem vários tipos de rotores. No vídeo em baixo, do Canal VHD, poderá ficar a saber um pouco mais sobre este assunto. Este canal do YouTube, em Português, é dedicado em exclusivo ao mundo dos helicópteros e tem conteúdos sobre uma série de temas relacionados.

image

Em baixo descrevo de uma forma simples dois dos sistemas de rotores mais utilizados pelos fabricantes destas magníficas máquinas.

 

Rotor convencional

Este é o tipo de rotor mais utilizado nos helicópteros. É constituído por um rotor principal e por um rotor de cauda, vertical, que visa compensar o efeito de torque do rotor principal.

image

Em cima um Robinson R66 Turbine, um helicóptero bi-pá de fabrico americano. Na imagem em baixo o ESKY 150 V2, um helicóptero telecomandado, também com duas pás no rotor principal e outras duas no rotor de cauda, tal como o R66.

Leia o resto deste artigo »





Pandemia vs Fabrico aditivo – Uma nova revolução na indústria

26 04 2020

Fonte: Exame Informática

 

"Quase por ironia, poderíamos dizer que a ‘pandemia’ é ‘amiga’ do desenvolvimento tecnológico pois incita nos investigadores, nas indústrias, nos empresários e mesmo na sociedade a alteração de comportamentos e no recentrar de prioridades". A opinião de Pedro Matias, presidente do ISQ.

A tendência é global. O fabrico aditivo é um dos pilares da Indústria 4.0 e está a alterar a lógica dos processos industriais ao transformar o modo como os produtos são fabricados, com ganhos económicos, de eficácia e de sustentabilidade.

Também conhecido genericamente como impressão 3D, o Fabrico Aditivo (FA) assume hoje uma importância indiscutível para o futuro de vários setores da industria: saúde, energia, automóvel, moldes, arquitetura, aeronáutica, tecnologias da informação e comunicação ou mesmo arte, sendo cada vez mais comum o uso de impressoras 3D na produção de diversos produtos, com os mais variados materiais (plástico, resina, cerâmica ou metal) e com ganhos evidentes: redução de resíduos e eficiência de custos, com maior qualidade e produtividade.

 

impressao-3d

 

Por exemplo, no sector dos ‘moldes’, em que Portugal é altamente competitivo e forte, a impressão 3D vai revolucionar por completo toda esta fileira na medida em que muitos dos componentes que hoje em dia são feitos com moldes e injeção, passarão a ser literalmente ‘impressos’ diretamente nas linhas de produção do cliente final.

Leia o resto deste artigo »





Universidade Aberta-Ensino superior à distância

23 04 2020

IG_Logo_vertical_versao_negativaA Universidade Aberta, também conhecida por UAb, é uma universidade portuguesa, pública, que existe desde 1988. Apesar da sua antiguidade, esta instituição de ensino é ainda bastante desconhecida porque na realidade não é uma universidade “tradicional”. Na UAb o método de ensino utilizado é à distância, através de e-learning, não existindo aulas presenciais.

 

Pela sua especificidade esta universidade tem na sua grande maioria estudantes-trabalhadores, já inseridos na vida ativa, uma vez que permite que o aluno possa conciliar os estudos com a sua vida pessoal, familiar e profissional. Embora não conheça dados oficiais, arrisco a dizer que a média de idades andará entre os 30 e os 50 anos, e na sua maioria, os alunos que optam pela UAb, não têm disponibilidade de horários para frequentar uma universidade com ensino presencial. A flexibilidade de não existirem aulas presenciais permite que cada estudante organize o seu tempo da forma que melhor entender. À parte de ser uma universidade totalmente “digital”, tudo o resto é semelhante a qualquer universidade tradicional, desde estatutos, preçário de propinas e restantes serviços, possibilidade de mobilidade internacional através de programas como o ERASMUS, etc..

 

A oferta da UAb é bastante vasta e abrange Licenciaturas, Mestrados e Doutoramentos, mas também Pós-Graduações, cursos de Aprendizagem ao Longo da Vida, Cursos de Profissionalização em Serviço, entre outros. Ao nível das Licenciaturas, a oferta abrange áreas tão distintas como matemática, línguas, informática, ambiente, história, entre outras. Existem ainda outros cursos que são ministrados em parceria com outras universidades, como a UTAD e o IST por exemplo.

 

IG_FachadaPalacioCeia-768x350

 

Neste artigo vou descrever um pouco da minha experiencia, enquanto ex-aluno do curso de Gestão da UAb, por forma a esclarecer eventuais dúvidas que potenciais  interessados em frequentar um curso nesta universidade possam ter. Para quem conhece a realidade do ensino universitário tradicional, as diferenças são muitas. Conforme as suas espectativas, o grau de satisfação com este tipo de ensino poderá ser maior ou menor e tanto poderá ficar muito satisfeito como muito desapontado. É frequente assistir a relatos de alunos que acabam de entrar na universidade e ficam frustrados ao perceberem, por exemplo, que os professores não interagem muito com os alunos, não recorrem a aulas gravadas através de meios áudio-visuais, não respondem no prazo que acham que seria o prazo mais adequado, entre uma série de outras queixas. Nesta universidade o aluno tem que gerir muito bem as suas espectativas, o seu tempo e a sua auto-motivação para que possa chegar a bom porto.

Leia o resto deste artigo »





PRIMAVERA Starter Express-Faturação a custo 0 no mercado Angolano

29 03 2020

Embora a Primavera tenha recentemente descontinuado o Primavera Express no mercado português, este produto (v7.6) continua a estar disponível noutros mercados, como em Espanha e Moçambique. Mais recentemente a Primavera passou também a disponibilizar um software de faturação custo 0 para o mercado angolano, com a designação PRIMAVERA Starter Express, numa versão mais recente, 9.15. Esta aplicação, que é orientada para micro empresas, startups e empresários em novo individual, apenas pode ser utilizada em empresas localizadas em Angola, existindo um mecanismo de validação a nível de software para garantir que esta imposição é cumprida.

 

image

 

O software é certificado pela Administração Geral Tributária (AGT) com o registo Nº7/AGT/2019. Tal como as restantes soluções gratuitas da Primavera, o PRIMAVERA Starter Express tem um limite de faturação, sendo gratuito até  15 000 000 Kwanzas (o equivalente a cerca de 25 250 EUR à data de 27/03/2020).

 

O software não depende de ligação à Internet para funcionar (apenas  na instalação) e está limitado a um utilizador, um posto e uma empresa. A aplicação obriga à configuração do Kwanza como moeda base. Durante os primeiros 30 dias poderá usufruir de 2 contactos de suporte gratuitos, através de email.

Leia o resto deste artigo »





Primavera Express-Pesquisa de Documentos

27 02 2020

O assistente Pesquisa de Documentos do Primavera Express permite encontrar documentos que obedeçam a determinados critérios definidos pelo utilizador. Neste artigo pretendo dar a conhecer as potencialidades desta funcionalidade. A Pesquisa de Documentos está disponível através do botão Procurar, no Editor de Vendas. Aqui é necessário definir os critérios pretendidos (podem ser utilizados vários ao mesmo tempo), como o tipo de documento, o intervalo de datas (ou os últimos X documentos), entidade, código e descrição do artigo. Para além do critério “Inclui” é possível utilizar vários operadores como = (igual), >= (maior ou igual) e <= (menor ou igual). Após carregar em Procurar, são mostrados todos os documentos encontrados.

Em baixo poderá encontrar alguns exemplos de utilização do assistente Pesquisa de Documentos.

 

 

Exemplo 1 (critério Descrição):

Pesquisa de todos os documentos do tipo Factura, entre 01-01-2000 e 20-02-2020, de todos os clientes, que contenham artigos cuja descrição inclua “Teclado”. Neste caso existem 5 documentos que incluem pelo menos um artigo que obedece ao critério definido.

image

Outra opção é pesquisar pela descrição exata. Por exemplo, ao pesquisar por documentos que contenham “Micro FAX- 4747-Y”, só são apresentados resultados que incluam, de forma exata, os dados inseridos. São excluídos artigos cuja descrição inclua apenas “FAX” por exemplo.

Leia o resto deste artigo »





3D ADDITIVE EXPO-Feira de Impressão 3D e fabrico aditivo

19 02 2020

Irá ter lugar na ExpoSalão, na Batalha, entre os dias 19 a 21 de Março de 2020 (das 10h às 19h), a 3D ADDITIVE EXPO, uma feira dedicada à Impressão 3D e ao fabrico aditivo. Esta feira, totalmente dedicada a esta tecnologia, pode ser visitada por profissionais e por não profissionais, sendo que neste último caso o preço do bilhete é de 6 EUR (interdita a entrada a crianças menores de 12 anos).

 

Em baixo partilho o press release.

 

image

 

Fonte: ExpoSalão

 

Decorrerá de 19 a 21 de Março, na ExpoSalão, Batalha  uma feira do foro industrial e tecnológico, com 2 temas distintos, mas complementares: A impressão 3D e a industria 4.0.

A 3D ADDITIVE EXPO será a primeira feira realizada em Portugal dedicada em exclusivamente ao fabrico aditivo e à impressão 3D e promete surpreender os mais diversos sectores onde tem aplicações, que vai desde a indústria dos plásticos e moldes, engenharia automóvel e aeroespacial, produtos de electrónica de consumo, sector médico e odontológico até à joalharia e relojoaria.

Leia o resto deste artigo »








%d bloggers like this: