Publicidade

7 12 2016

untitled

Interessado em promover a sua empresa e os seus produtos e serviços neste espaço? Carregue em "Leia o resto deste artigo".

Leia o resto deste artigo »

Anúncios




XD desenvolve VR-POS, o primeiro software de faturação para o Microsoft HoloLens

19 10 2018

imageA XD People é uma empresa portuguesa sediada no Porto que desenvolve software empresarial para várias áreas de negócio, como restauração, retalho, discotecas, SPA’s, entre outros.

 

Presente também em Espanha e no Brasil, o software desenvolvido pela XD desde cedo se diferenciou no mercado por estar preparado para as 3 plataformas mais utilizadas: Windows, Linux e macOS (leia o artigo que escrevi em 2012: XDPOS e XDREST–Aplicações para Ponto de Venda multiplataforma).

 

Fruto do constante investimento em investigação, a XD desenvolveu o VR-POS, o primeiro software de frente de loja a nível mundial que funciona em ambiente holográfico.  Este software para ponto de venda foi desenvolvido para o inovador sistema de realidade aumentada HoloLens, da Microsoft. Para ser mais exato, a Microsoft designa este sistema de realidade mista, uma vez que existe uma “fusão” do mundo real com o virtual.

 

 

image

 

O HoloLens é considerado uma das maiores inovações tecnológicas dos últimos anos. As suas potencialidades são enormes, nomeadamente em áreas como o entretenimento, medicina, engenharia, design de produto, arquitetura e indústria aeronáutica. A única forma de perceber como o HoloLens funciona é experimentando-o. É uma experiencia única e diferente. Basicamente os óculos, tal como uns óculos normais, permitem ver tudo o que nos rodeia. A magia acontece entre a nossa visão e o ambiente ao nosso redor. Aqui é que a informação é apresentada de forma sobreposta e segue o utilizador para onde quer que ele vá. Não tem qualquer semelhança com óculos de realidade virtual que vemos à venda  nas lojas de retalho e de informática, em que o utilizador deixa de ver o ambiente ao seu redor.

 

 20181012_121124_HoloLens

 

Apesar do seu custo, que atualmente ronda os 5000 Euros, estes óculos têm tido uma aceitação enorme desde o seu lançamento, muito pelas potencialidades geradas pela sua capacidade para gerar hologramas. Existem atualmente muitas aplicações disponíveis para tirar partido de todo o potencial do HoloLens. Muitas destas aplicações estão disponíveis e acessíveis diretamente no HoloLens, através da Microsoft Store. Não sendo propriamente um produto direcionado para o consumidor comum, muitas têm sido as empresas e outras organizações que decidiram investir nesta plataforma para criar soluções de software únicas, com aplicabilidade real em várias áreas.

 

A XD foi uma das empresas que decidiu apostar no Microsoft HoloLens, criando o VR-POS, um produto disruptivo e inovador. O desenvolvimento efetuado pela equipa de R&D, iniciado no final de 2017, recorreu à framework Unity e ao poder da linguagem C#.

 

IMG_4214

Leia o resto deste artigo »





Apple Pay em Portugal? Sim, já é possível utilizar…

14 10 2018

Recentemente o Macnifico, um site português dedicado ao mundo Apple, publicou o artigo Boon: A aplicação que permite usar o Apple Pay em Portugal que explica como utilizar a tecnologia de pagamentos da Apple em Portugal.

 

Esta tecnologia permite utilizar um dispositivo Apple, como um iPhone ou Apple Watch por exemplo, para efetuar pagamentos em qualquer terminal que esteja preparado para o efeito, isto é, que aceite pagamentos contactless*. Portanto, onde for possível pagar com um cartão contactless, em que é possível pagar sem ter que colocar o cartão no terminal de pagamento automático (TPA) nem colocar o PIN, já será possível utilizar o Apple Pay. Não é necessária conectividade com a Internet para efetuar um pagamento, o que é uma grande vantagem. O Apple Pay pode ser utilizado em lojas, mas também em transportes públicos, compras através da Internet e também na App Store da Apple, sempre que essa possibilidade for disponibilizada.

 

 IMG_1072

 

Nem todos os dispositivos Apple estão preparados para o Apple Pay. No que diz respeito ao iPhone, apenas o SE ou modelos posteriores são compatíveis. Quanto a outros equipamentos Apple, nomeadamente iPad, Apple Watch e Mac, consulte a lista aqui.

 

Oficialmente o Apple Pay não está ainda disponível em Portugal, embora já seja possível utilizar este sistema de pagamentos numa série de países, nomeadamente  em  Espanha e França por exemplo. Esta tecnologia, a par de outras, como a Siri em português de Portugal por exemplo, ainda não são disponibilizadas no nosso país o que acaba por ser frustrante para muitos utilizadores Apple. O facto de Portugal não constar da lista de países onde já é possível utilizar o Apple Pay não significa que esta tecnologia não possa ser utilizada neste momento. Ou seja, é uma meia verdade. Isto porque já é possível utilizar o Apple Pay, mas não com nenhum cartão bancário de nenhuma entidade bancária portuguesa. Essa é a questão. Ou por falta de interesse da Apple, ou das entidades bancárias portuguesas, ou de ambas, o facto é que esta tecnologia tarda em chegar a Portugal.

 

No artigo da Macnifico é explicado, e muito bem, como contornar esta questão. Para isso é utilizado um cartão virtual boon. que pode ser carregado. Portanto, em vez de o Apple Pay utilizar os dados de um cartão físico de um Banco português, utiliza os dados de um cartão virtual, de uma entidade bancária de outro país. É utilizada a tecnologia NFC (Near Field Communication) que permite a troca de dados entre dois dispositivos que estejam próximos um do outro, não necessitando de qualquer ligação à Internet.  Esta tecnologia já é utilizada em muitos cartões bancários contactless, cada vez mais usuais no mercado português.

 

ApplePay

 

O modo de funcionamento é semelhante à funcionalidade de pagamentos do MB WAY. A questão é que o MB WAY só permite fazer pagamentos contactless utilizando o NFC em equipamentos Android. A Apple restringe a utilização do NFC dos seus equipamentos ao Apple Pay. O sistema MB WAY também permite efetuar pagamentos com equipamentos Apple em terminais de pagamento, mas recorre a um sistema que utiliza o QR Code ao invés do NFC, pelas razões que expliquei em cima.

Leia o resto deste artigo »





Problemas com a App do Apple Watch após as mais recentes atualizações do iOS e watchOS?

13 10 2018

A App Watch é a aplicação que permite configurar o relógio da Apple, o Apple Watch. Em determinadas circunstâncias esta App pode informar o utilizador que não se encontra ligado à Internet. Este aviso pode ser mostrado ao procurar por atualizações do watchOS ou ao aceder à App Store, dentro da App Watch.

 

img_9477img_9488 (2)

 

No meu caso este problema passou a acontecer depois de ter atualizado o iOS para  a versão 12.0.1 e o watchOS para a versão 5.0.1. Logicamente que o iPhone estava conectado à Internet. Apenas esta App em concreto estava a reportar que não havia conectividade. Todas as tentativas de desligar o interface WiFi e voltar a ligar, ou ligar a uma rede diferente eram infrutíferas.

 

IMG_4187IMG_4188

“Unable to Check for Update

Checking for a software update failed because you are not connected to the Internet.”

 

Apesar de parecer óbvio para qualquer utilizador de tecnologia, o simples desligar e voltar a ligar um equipamento numa primeira tentativa de resolução de um problema, pode ser das últimas coisas que um utilizador dos dispositivos da Apple se lembra de fazer. Isto pode ter uma razão de ser. É que o hardware e o software da Apple estão de tal forma optimizados que é muito raro existirem problemas que são resolvidos desta forma. Aliás, para qualquer utilizador Apple, reiniciar o iPhone ou o iPad é muito raro e por norma isto só acontece quando o dispositivo fica sem bateria.

Leia o resto deste artigo »





SuaOpiniãoConta–Responda a questionários da Marktest e ganhe vales para utilizar em lojas e hipermercados

10 10 2018

A Marktest é uma empresa que atua no mercado português há vários anos, sendo uma referência na área dos estudos de mercado. SuaOpiniãoConta, da Marktest, dedica-se a recolher e a tratar dados estatísticos, recolhidos através dos inquéritos efetuados aos membros deste painel de estudos de mercado.

 

Após o registo no site, sempre que o seu perfil se enquadrar com um questionário, receberá um email com um link para aceder ao mesmo. Estes questionários podem ser sobre os mais variados assuntos, como por exemplo detergentes, automóveis, auto-estradas, rádio, café, bancos, seguradoras, refrigerantes, entre outros. No máximo, segundo a Marktest, são enviados 2 questionários por mês. O email tem, para além do numero de pontos a atribuir, a data limite para completar o questionário.

A cada questionário preenchido será atribuído um determinado numero de pontos, que pode variar entre 75 e 2000, que são acumulados (não têm validade) e podem ser utilizados para a troca por prémios. Na adesão ao painel são atribuídos 300 pontos. O saldo de pontos pode ser consultado no site SuaOpiniãoConta a qualquer momento. Apesar de ser possível não responder aos questionários, por falta de tempo por exemplo, se o fizer por 6 meses, a contar da última resposta, o seu perfil fica inativo e perde os pontos que tinha acumulados.

 

A cada 2000 pontos poderá solicitar um Cartão Oferta Fnac, no valor de 10 Euros, para ser utilizado nas lojas FNAC em Portugal e no site www.fnac.pt. A outra opção é o Cartão Dá, de igual valor, para ser utilizado em Portugal e Espanha nas lojas Continente, Worten, Worten Mobile, Zippy, MO, Sport Zone, GeoStar, Well’s, Bom Bocado, Bagga, note! e na loja online www.continente.pt. Estas são as ofertas atuais. No passado existiram outros prémios, nomeadamente vales da Euroticket, que podiam ser utilizados em outras lojas, hipermercados, etc..

 

Capture3

 

Desde que me registei (ano 2010 sensivelmente), poucos foram os questionários que não respondi, ou porque deixei passar o prazo ou porque não era elegível para alguns questionários. Por exemplo, se for enviado um questionário sobre motosserras, provavelmente a primeira pergunta que irá ser feita é se possui alguma motosserra. No caso de responder de forma negativa, o mais certo é que o questionário termine logo ali, sem que sejam atribuídos os pontos.

 

Untitled

 

Para ser aceite como membro do painel deverá reunir algumas condições. É necessário que resida em Portugal há pelo menos 5 anos, que não faça parte de nenhum outro painel de estudos de mercado e que não trabalhe, ou tenha familiares próximos que trabalhem em empresas de estudos de mercado, agências ou centrais de compra de publicidade, ou órgãos de comunicação social. Na realidade não existe forma de a Marktest validar todas estas condições pelo que não deverá existir nenhum impedimento no caso de não cumprir com as condições.

Leia o resto deste artigo »





Valida frequentemente os movimentos na sua conta bancária? Devia…

6 10 2018

Recentemente, numa compra num hipermercado, apesar do valor a pagar ser de cerca de 3 Euros, efetuei o pagamento através de cartão de débito porque não tinha numerário suficiente. Algumas horas mais tarde reparei que o valor que paguei tinha sido retirado da minha conta duas vezes, em dois movimentos diferentes. Contactei o meu Banco através da linha de apoio, onde me informaram que teria que tratar este assunto diretamente com o comerciante em causa.

 

Santander NetBanco - Google Chrome 2018-10-05 17.27.05

 

Aparentemente a origem do problema estaria na empresa que efetuou o débito ou na entidade que processa o pagamento e não “do lado” do Banco. No dia seguinte reparei que foi feito um movimento inverso do valor que foi cobrado indevidamente, o ou seja, foi-me creditado o valor de 3,09 Euros. Sem eu ter que tratar do assunto com o hipermercado, o problema foi resolvido porque certamente existirá algum automatismo que deteta estas situações e regulariza-as automaticamente. Mas, se também este automatismo falhar? Nenhum sistema, por mais avançado que seja, está imune a falhas.

 

Muito provavelmente o que aconteceu com o valor de 3,09 EUR poderia muito bem ter acontecido num pagamento de valor superior.

 

Resultado de imagem para bank statement

Leia o resto deste artigo »





Webinar Primavera – Contabilidade Automatizada

5 10 2018

Assista à gravação do Webinar Primavera, subordinado ao tema “Contabilidade Automatizada”, que decorreu no passado dia 3 de Outubro.

 

Neste Webinar ficará a conhecer como o PRIMAVERA Accounting Automation (PAA) permite uma maior produtividade através da importação para o ERP Primavera de documentos provenientes do SAF-T, e-fatura, e Primavera Jasmin.

 

Webinar Contabilidade Automatizada

Leia o resto deste artigo »





Google Flights-A melhor forma de pesquisar e encontrar voos

25 09 2018

Viajar desde o Porto até à Polónia por 40 Euros? Sim, é possível e este é apenas um pequeno exemplo do que é possível encontrar no Google Flights.

 

Disponibilizado pela Google há vários anos, só mais recentemente o serviço Google Flights, um serviço gratuito, ficou disponível em Portugal. A diferença entre utilizar este serviço para pesquisar voos e utilizar o serviço de pesquisa de cada companhia aérea é que o Google Flights faz uma pesquisa em todas as companhias aéreas ao mesmo tempo. É muito mais rápido e desta forma poderá fazer comparações de forma simplificada. Não só comparar preços, mas também horários entre outras características dos voos. Por exemplo, se pretender voar do Porto para Madrid, numa determinada data, primeiramente teria que saber que companhias operam neste trajeto e depois teria que aceder ao site de cada uma para fazer a pesquisa. O Google Flights simplifica tudo isto, de forma brilhante.

 

Resultado de imagem para travel

 

Com o Google Flights poderá encontrar voos muito baratos. A pesquisa tem em conta uma série de fatores que podem ser alterados. Se mesmo assim não encontrar o que procura, pelo menos ao valor que está disponível a pagar, ative as notificações e aguarde a eventualidade de o preço baixar ao longo do tempo.

 

Porto Airport

 

Comparativamente a outros motores de busca de voos, o Google Flights não tem como objetivo vender voos (ainda que possa ter uma comissão junto das companhias aéreas). Quando seleciona um voo e pretende avançar para a reserva, a Google irá derirecciona-lo para o site da companhia aérea, diretamente para a página que já tem todos os dados do voo em questão.

 

DHL avisa que impasse no terminal no aeroporto de Lisboa pode custar investimento de 10 milhões

 

O Google Flights foi renovado à vários meses. Agora tem um interface melhorado e uma série de novidades. Neste artigo vou demonstrar algumas das funcionalidades que considero mais interessantes.

 

 

 

Pesquisa de voos

As pesquisas no Google Flights permitem ao utilizador a definição de uma série de condições. Neste caso defini que quero voos de ida e volta, para 1 passageiro, em classe económica. Em baixo, para além de definir a origem, o destino e as datas, defini também que apenas quero voos diretos, sem escalas. Quanto ao valor, indiquei que apenas quero visualizar resultados cujo total (ida e volta) seja inferior a 200 Euros. Adicionalmente indiquei que quero partir entre as 00:00 e as 10:00 e regressar entre as 17:00 e as 00:00.

 

Os resultados da pesquisa podem ser apresentados de várias formas, para facilitar a análise. Por vezes basta antecipar ou adiar uma viagem um ou dois dias e os valores passam a ser inferiores.

image

Instantaneamente foram mostrados todos os resultados que satisfazem os critérios. Neste caso existem 3 voos de 3 companhias diferentes.

image

Se escolher cada um dos voos, carregando em cima dos mesmos, poderá visualizar os detalhes do voo de regresso.

image

Leia o resto deste artigo »








%d bloggers like this: